terça-feira, 11 de junho de 2013

TOP 5 - Adaptações originais


Saudações amigos do QG. Eu sou o Leo S. e volto com mais um Top 5.
Bom, como todos sabem, os jogos lançados para o 8 bits da Sega muitas vezes eram adaptações do 16 bits ou de outros sistemas. Essas adaptações costumavam seguir à risca o jogo original, porém em muitos casos sofriam mudanças drásticas devido aos limites gráficos do console. Podemos citar algumas adaptações famosas, como Shinobi, After Burner, Altered Beast, Bart vs the Space Mutants, Moonwalker, Bonanza Brothers, Prince of Persia etc. 
Por outro lado, alguns jogos foram mais do que simplesmente adaptados para o Master System, foram recriados e se tornaram exclusivos e especiais, em alguns casos, superando até o original. Esses jogos garantiram sucesso no coração dos apaixonados pelo Master e se tornaram lendas.
Vamos agora aos jogos adaptados mais originais de todos os tempos.

5° Lugar - Taz-Mania (1992)


A diferença entre o jogo do Master System e a versão turbinada do Mega Drive é exatamente a simplicidade desenhada nesse jogo. Os desenvolvedores acertaram a mão quando decidiram não forçar no 8 bits o que já estava pronto no 16. Com isso, criaram um jogo mais divertido e dinâmico que o original, porém com gráficos simples mas competentes para a limitação da palheta de cores do nosso querido console. 
Taz-Mania, o jogo para Master System, segue a mesma história do jogo original: a busca pelo ovo gigante do Passáro Marinho para fazer o maior omelete do mundo. Mas devido a sua jogabilidade e ao fato das fases terem sido cuidadosamente elaboradas para o sistema, o jogo se tornou próprio para o nosso querido Master. Porém, como nem tudo são flores, o final dos dois jogos são idênticos. Pois é, o que sobrou de criatividade nas fases, na criação de inimigos próprios e até na interatividade do personagem, faltou na conclusão do game. Ainda assim vale muito a pena conhecer essa adaptação super original de um grande jogo.




4° Lugar - Ninja Gaiden (1992)

A versão de Ninja Gaiden para Master System não é um simples port do game do NES como muitos pensam.Trata-se de um jogo totalmente novo (o que implica tanto numa história diferente quanto em novas fases e níveis). O jogo foi desenvolvido pela SIMS sob licença da Tecmo e surpreendeu pela qualidade apresentada.
A história desse jogo também é sobre o protagonista original, o ninja dragão Ryu Hayabusa, que retorna para a aldeia de seu clã só para encontrá-la totalmente destruída e os habitantes assassinados. A única sobrevivente diz à Ryu em seus últimos suspiros que o pergaminho sagrado de Bushido foi roubado. Com o poder do pergaminho em mãos, o seu dono se torna poderoso o suficiente para controlar o mundo. Assim, Ryu jura recapturar o pergaminho e vingar a destruição de seu clã.
Essa adaptação para o console 8 bits da Sega traz gráficos caprichados e belas músicas. As cutscenes são lindas, o desafio é intenso e os controles ficaram perfeitos. Tudo que um fã do Master System poderia querer. Sem dúvida essa versão se saiu muito melhor que o primeiro jogo original da franquia para o console concorrente.




3° Lugar - Castle of Illusion (1991)

A pergunta que você deve estar se fazendo é: porque diabos Castle of Illusion ficou em terceiro lugar? Calma, eu explico! Quando pensamos em adaptações originais, logo vem a cabeça esse e o próximo da lista, pois foram jogos elaborados com extremo capricho e com exclusividade para o Master System. Mas eu preciso ser justo com os critérios dessa lista e o maior deles é a originalidade. E nisso, o primeiro da lista é superior como vocês vão conferir.
Convenhamos, Castle of Illusion é lindo, o jogo para 8 bits é até mais vivo e colorido que o 16 bits (que é uma obra prima, diga-se de passagem). O level design do jogo, os sprites dos personagens e os gráficos detalhados extraíram da limitada palheta de cores do Master System tudo o que ela poderia oferecer de melhor. Isso sem contar a jogabilidade e o desafio que estão na medida certa. Sim, essa belezinha do Master System é um dos melhores jogos de todos os tempos. Mas o game em si segue à risca ao enredo do Mega Drive: a bruxa Mirzabel raptou a Minnie e por isso Mickey deve se aventurar pelo Castelo das Ilusões para salvar sua amada. Fora isso, temos os mesmos temas de fases (floresta, brinquedos, doces, relógio, biblioteca e enfim a torre do castelo). Então, onde Castle of Illusion 8 bits é uma adaptação original?
Nada foi portado de um sistema para outro, absolutamente nada! O jogo foi totalmente recriado do zero com o contexto adaptado para criar um cenário lindo, para não dizer perfeito para o Master System. A dinâmica do game também é bem diferente, sendo que nesse jogo, podemos optar pela escolha das portas (que levam as fases) em ordem alternada, enquanto que no Mega Drive é preciso seguir uma sequência imposta. Os detalhes das fases, a interação com os objetos e as soluções dos "quebra-cabeças" também são destaques nessa adaptação. E o jogo só não ficou em segundo lugar, porque existiu outra conversão que também foi muito aclamada pelas críticas e conseguiu ser ainda mais original.




2° Lugar - Sonic The Hedgehog (1991)

Quando seu lançamento foi anunciado ninguém acreditou que essa adaptação seria um jogo tão sensacional como foi. Eu mesmo confesso: não botei fé e aluguei com total desconfiança. Não conseguia imaginar que um game de extrema velocidade, que exigia um visual excepcional e toda a potência do todo poderoso Mega Drive conseguiria entrar no Master System e fazer bonito. Mas fez. Sonic para Master System consegue ser uma adaptação ainda mais original que Castle of Illusion. Começando pelas fases próprias totalmente adaptadas ao sistema (com exceção de Green Hill Zone, Labyrinth Zone e Scrap Brain Zone que ainda assim são diferentes) e as músicas, criadas por ninguém menos que o grande compositor Yuzo Koshiro, que não ficou limitado em apenas converter as músicas do Mega.
Fora isso, as esmeraldas estão escondidas pelas fases e não em bônus stage, esse que, por sinal, foi totalmente inovado. Nesse jogo os postes de checkpoint deram lugar a monitores e antes de cada fase é mostrado um mapa do caminho a ser trilhado pelo herói. Outro detalhe curioso: como o console não consegue dar a mesma velocidade que o personagem tem no Mega Drive, ele é compensado com fases cheias de altos e baixos e muitos obstáculos, exigindo pulos e mais pulos o que deixa o jogo rápido sem que você perceba. É uma adaptação muito caprichada e bem elaborada, sem dúvida uma das melhores já feitas.




1° Lugar - Jurassic Park (1993)

Quando eu falei que no quesito originalidade esse era superior eu tava falando sério, muito sério. Para vocês terem uma ideia, até a história que tem como base o filme foi modificada. Neste jogo, problemas com a segurança em Jurassic Park causaram a fuga de vários dinos e Dr. Grant viaja até a ilha para capturar os bichos e garantir que a abertura do parque aconteça. Ou seja, se tudo der certo, o Parque dos Dinossauros vai funcionar.
De resto tudo é ainda mais diferente ainda. Enquanto o jogo do Mega Drive te dá a opção de jogar com Dr. Grant ou com um Velociraptor, aqui você não tem escolha. Mas não ache que isso diminui o jogo, na-na-ni-na-não! Essa adaptação é a mais caprichada de todas. Todos os detalhes são muito bem pensados e elaborados. Os gráficos são excelentes e as fases variam muito, você vai passar por florestas, campos, rios, montanhas, estações de energia, centro de visitantes etc.
O que mais impressiona são as animações do jogo. Você vê claramente folhas caindo quando encosta nelas, árvores balançando com o vento, chuvas, dinossauros carniceiros que aparecem para papar os restos mortais de outros e somem com sua chegada, e outros que ficam na espreita no meio das folhas e pulam para te atacar, raios que abrem buracos gigantes em seu caminho, luzes de emergência piscando, ventiladores, pterodáctilos voando ao fundo e muitas outras coisas que dão muito mais vida ao jogo.
Outro detalhe importantissimo: nenhuma fase é igual, nenhum dinossauro é repetido e você tem maneiras e armas diferentes para cada um, escolhendo ao apertar o pause. Também tem kits médicos. O jogo é estilo plataforma, mas antes de cada fase (escolhida no mapa) tem uma espécie de minigame estilo shooter, onde o herói dirige um Jipe para chegar até o local enquanto o jogador tem que atirar na tela (usando o direcional) para matar as lagartonas vitaminadas que insistem em destruir o veículo. Enfim, poderia ficar escrevendo por muito tempo sobre essa maravilha do Master System, mas prefiro convidar vocês a conhecer e se apaixonarem pelo game. Bora jogar!



Quase Top - The Lucky Dime Caper (1991)

Esse jogo não entrou na lista porque apesar de ser a versão do jogo do Pato Donald para Master System, ele não é uma adaptação direta do jogo do Mega Drive. Pelo contrário, o jogo não tem absolutamente nada haver. Mas vale mencionar como uma adaptação, pois foi lançado junto (ou logo após) à Quack Shot e tínhamos em mente que ele é a versão equivalente para Master System. O game é extremamente caprichado, nos mesmos moldes dos outros jogos da Disney e conseguiu marcar presença nos favoritos de muita gente. Em resumo podemos dizer que os gráficos são incríveis, com jogabilidade ideal, desafio constante, fases elaboradas, enredo interessante etc. Uma verdadeira obra de arte do nosso querido Master System.




Menção Honrosa - Aladdin (1994)

Apesar de ser um jogo curtíssimo e demasiadamente fácil, essa adaptação é bem original e o resultado que vemos na tela é um jogo muito divertido, com gráficos lindos, cutscenes caprichadas e uma dinâmica própria. A jogabilidade também é bem adequada ao sistema e não compromete. A única coisa que peca mesmo é que quando você começa a embalar o jogo acaba.


Bem, o top 5 de hoje acabou, mas se quiser dar uma conferida nos anteriores clique aqui. Abraço e até a próxima!

6 comentários:

  1. Adorei o tema desse Top 5 Leo! Uma das coisas que tornam o Master um console único é a criatividade da SEGA em adaptar jogos mais potentes. Castle of Illusion bebeu bastante da fonte do Duck Tales, sendo um jogo mais voltado a exploração e puzzles, sendo menos arcade do que a excelente versão do Mega. No final são jogos diferentes e que valem a pena!
    Essa do Ninja Gaiden ser desenvolvido pela SIMS eu não sabia. São os mesmos caras que desenvolveram o Out Run 2019 do Mega. E pra finalizar, Sonic 1 foi um milagre mesmo e é o mais divertido do console, mas vale a pena mencionar o 2 tb. Mais original que aquele jogo não existe, é outro jogo que não possui nada similar ao Sonic 2 do Mega. A versão do Master foi muito bem elaborada!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Adinan! É verdade, Castle of Illusion tem muito de Duck Tales que por sinal é um jogo que eu sempre quis ver no Master System. Pena que nunca adaptaram ele.
      Putz, verdade, o segundo jogo do Sonic é ainda mais original, eu só não coloquei ele na lista pq já tinha o primeiro ocupando boa posição, mas vc tem razão ele é ainda mais diferente na sua versão que o Sonic 1, falha minha não considerar ele, rs.
      Abração!

      Excluir
  2. Belos jogos ai citados hein eu só não joguei o Aladdin e o Jurassic Park os outros joguei muito.O Ninja Gaiden de Master é demais cara me lembro de ver ele em revista e curtir pra caramba mas não zerei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rock! Concordo contigo, Ninja Gaiden é demais, vale a pena zerar ele. E vale mais a pena você conhecer os dois títulos que vc ainda não jogou, principalmente JP, vai sem medo!!! ;)
      Abração!

      Excluir
  3. Que post caprichado, hein?
    Leo reapareceu devagar e fez um dos melhores TOP 5 do QG. Todos os games são demais, curti todos eles, em especial o Sonic, o Castle of Ilusion e o Ninja Gaiden. O puzzle dos carrinhos do Jurassic Park, vou te contar um segredo: minha esposa acha bonitinho! rss
    Todos foram obras primas feitas do zero, e NENHUM DETALHE foi por você esquecido.
    Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ae Rodrigão!!! Valeu véi! Então, fui voltando aos poucos e de repente... é, nem foi aos poucos, rs. Já to pensando no próximo post (vai entender, coisa de louco, tava lá desanimadão e agora to pilhado, rs).
      Pô, bonitinho pra um jogão como JP é sacanagem hein, rs... mas mulher é assim mesmo, acha os jogos fofinhos e não captam a real essência dele! =D
      Abração!

      Excluir