sexta-feira, 13 de maio de 2016

GG 2 SMS - Jogando Game Gear na Tela Grande


Olá pessoal.
Das lendas urbanas mais interessantes que ouvi na blogosfera, era um gamer que jurava e "tinha provas" que Megaman havia sido lançado pro Master. E como prova, linkou a imagem acima.
Qual o segredo disto?



Na verdade, há circulando 2 Games independentes de Megaman para Master: um clone de Megaman 2 em homebrew, e outra rom portada do Game Gear!


Maravilha, pois Megaman foi uma ambição frustrada dos jogadores de Master. 
 Isso é só a ponta do Iceberg de uma coisa boa que fãs tem feito. A biblioteca do Master tem sido expandida com jogos para o Game Gear pelo menos com o uso das roms, é possível a "conversão". 

Finalmente você voltará à Algol no Master System.


 O site "SMS Power" tem patrocinado várias destas iniciativas. Durante o período dominado pela Tectoy e SEGA Europeia, muitos jogos do Game Gear foram portados para o Master, e muitos dos games anunciados pro G. Gear foram esperados em vão a conversão nos últimos anos do Master System.


 Destas generosas iniciativas, encontrei no site patches para estas roms como Buster Fight, Phantasy Star Adventures, Capitain America and Avengers, GG Aleste (coberto no post anterior pelo nosso amigo Marcel), Super Return of Jedi e Yu Yu Hakusho I e II

Não é grande coisa, mas há todo um charme em jogar
com os famosos detetives sobrenaturais na tela grande.

Se você ficou feliz, uma advertência, alguns gamers de Master costumam ser queixar dos ports de Game Gear. E a seleção aqui demonstra bem, alguns games tem o problema de sprites muito pequenos e estranhos controles e colisões, disfarçados pela tela pequena original. Mas isso não corresponde ao Console, pois a resolução e cores permitiu jogos que você comprovará serem maravilhosos como Defenders of Oasis (confira o Review de nosso amigo Adinan), enriquecendo as opções de RPG ou também Ristar e GG Shinobi, jogos que inclusive a turma tem programado em cart e vendido pra colecionadores, dada a sua grande qualidade.


Há um dilema: como é feita esta portabilidade? Como o programa é o mesmo, o Assembly-Z80, a alteração é mesmo com as limitações do Master, o limite de cores, o botão Start e a tela pequena. No geral, os programadores reduzem a paleta de cores (correndo o risco do jogo pegar cores estranhas se não corrigir), ajeitam o botão Start (que tem o problema de pausar e iniciar o jogo) no Pause ou um comando no controle 2, e reduzir a Tela. Alguns capricham em "tampar" as bordas, exatamente como a Tectoy fazia, mas outros deixam como está, e o resultado é a tela nas bordas "repetindo o lado oposto", como é o caso de Super Retun of Jedi. Há casos que comprometem a diversão, mas neste último jogo, não. 



Mesmo com bons jogos disponibilizados, na Blogosfera ainda vejo pedidos (eu sou um deles) que faltaram na Biblioteca Master: os Fighting Games Fatal Fury Special e Samurai Spirits, que possuem uma qualidade gráfica absurda e é um gênero escasso  nos 8-bits; Phantasy Star Gaiden para aumentar a franquia clássica; Ax Battler também para completar a franquia Golden Axe, e X-Men muito melhor que o terceiro jogo que foi portado.


Já há iniciativas deste jogo, falta saber referências.

Agora pedimos permissão para nosso serviço público, como usar os patches? Mesmo pedindo informação, ficava difícil entender:

1- Salve dois arquivos, o Patch e a mesma rom do jogo original do Game Gear.
2-  Tenha o programa "Lunar IPS".
3- Renomeie o arquivo "gg" para "sms". (Ignore a advertência de inutilizar o arquivo)
4- Clique em "Apply" no patch e aplique na Rom ("all files").
5- Pronto, já tem uma rom de sms prontinha.


Bem, agora é torcer para mais conversões, e experimentar mais opções na telinha, finalmente aquele joguinho 8-bits que você sempre quis. Divirta-se!

6 comentários:

  1. Realmente era um bom jogo para ser lançado na era de outo do Master.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que não saiu. Agora os fãs repararam esta falta.

      Excluir
  2. Maneiro isso viu achei muito interessante isso.

    ResponderExcluir
  3. Desses jogos comentados joguei apenas o Yuyu Hakusho e era um joguinho de plataforma bem divertido. A biblioteca do GG abre um novo leque de clássicos, tem muitas traduções de jogos orientais também pra facilitar, tipo o Madou Monogatari I.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o Yu Yu era simplesinho mas bem divertido. Com estes joguinhos disponíveis, ficou muito melhor o Master.

      Excluir