domingo, 6 de fevereiro de 2011

Master Review - Bram Stoker's Dracula (1993)


Fala pessoal como estão? Aqui é o Matheus falando e hoje eu vou quebrar aquela maldição de que todos os jogos baseados em filmes é uma porcaria fazendo um review de um jogo que, além de ser uma adaptação de um filme (que também é ótimo por sinal), ele é também um dos jogos de plataforma mais divertido para o Master System: Bram Stoker's Dracula (ou Drácula de Bram Stoker como é conhecido aqui no Brasil). Ele foi desenvolvido pela Psygnosis junto com Probe e publicado pela Sony Imagesoft e foi um dos últimos jogos que ajudou a dar mais um tempo de vida para o Master (bom, pelo menos na Europa já que aqui tivemos o apoio da Tec Toy). Espero que gostem do texto.


Drácula de quem?!
Pra quem não sabe o jogo foi uma adaptação do filme, que foi baseado em um romance escrito por Abraham Stoker, mais conhecido como Bram Stoker (por isso o nome Drácula de Bram Stoker, entendeu agora?). A história conta sobre a jornada de Dracula, o príncipe das trevas que, cansado de passar séculos solitário em seu castelo lamentando a morte de sua amada, que se matou pensando que ele próprio tinha morrido na guerra quando ele era o líder e guerreiro dos Cárpatos, decide se mudar da Europa Oriental para Londres após descobrir que a noiva de Jonathan Harker, o advogado a qual o contratou, era uma suposta reencarnação da mulher que sempre amou.

Bram Stoker.

Fatos estranhos passou a acontecer após à presença de um ser estranho em Londres (que supostamente era ele próprio, porém com um novo visual), vítimas surgiram com sintomas fora do comum e também todas apresentavam as mesmas e estranhas reações diante das pessoas. E para o desespero de todos o inesperado aconteceu, Mina era a próxima. Bom, acho que nem será preciso dizer que Jonathan irá resgatá-la não é mesmo?

Objetivo/Jogo

Agora que você entendeu um pouquinho de como tudo aconteceu, vou explicar o seu objetivo no game. Sob o comando de Jonathan você deve resgatar Mina Murray, que está sob o feitiço de Drácula, e impedí-la de sofrer passando o resto de sua vida como uma vampira, mas não pense que será uma tarefa fácil pois não será.

Assim como eu disse no começo do texto ele é um jogo no estilo plataforma, ele é composto por 7 estágios (aqui chamados de scene), sendo que cada um você tem que passar em dois períodos diferentes, de dia e à noite (Daytime e Nightime), dando um total de 14 estágios, então espere muitos obstáculos e desafios passando por cemitérios e casas assombradas até chegar ao castelo de Drácula. O problema é que você não estará sozinho, espere encontrar muitos inimigos que passam desde zumbis, esqueletos e até espíritos e advinhe: morcegos. Isso mesmo, aquela maldita criatura que te infernizou no Castlevania e Master Of Darkness também marca a sua presença neste jogo. Ao iniciar o jogo você começa apenas com uma pequena faca (mas apesar de pequena ela é bem eficaz contra os monstros), em algumas situações é um pouco desconfortável atacar algum monstro dependendo do ângulo em que está, mas isso não será problema já que você encontrará um grande arsenal de armas à sua disposição que você vai achando destruíndo blocos que encontra no decorrer do jogo. As armas variam de pedras, tochas e até machado, mas é bom usar com cautela pois o uso é limitado.

Cemitérios... castelos assombrados...e mansões são um dos lugares por qual você vai passar.


E essas são as únicas coisas que você terá para se proteger.

No começo você não terá tantas dificuldades, mas conforme vai prosseguindo a dificuldade do jogo vai se elevando, tornando se bastante desafiador e, acredite, se você não for um bom observador e não explorar cada canto do castelo você vai se perder, há muitas passagens secretas pela fase e em alguns estágios há plataformas que precisam serem ativados para se movimentar, então fique de olho porque pode haver ocasiões de haver dispositivos que estarão escondidos e acredite, você não tem outra opção a não ser ativar se você quiser prosseguir no jogo. Para aumentar mais ainda a dificuldade as fases possuem limite de tempo, então seja muito esperto pois há fases que são um pouco longas. Mas tem coisas que te auxiliam, os mesmos blocos que você encontra no decorrer do jogo podem estar guardando, além das armas que eu citei, relógios que te dão alguns segundos extras. Outra coisa importante são os checkpoints, que servem para marcar a sua posição no jogo, em outras palavras se caso você morrer você vai continuar aonde você pegou o checkpoint.

No final do Scene 02 (no Daytime), quebre esse chão falso que te levará à uma passagem secreta e...

resgate esse senhor que estava preso.

Procure sempre por essas lanternas (seta) pois elas são os seus checkpoints.

Agora os chefes, bom, já que o jogo é baseado no filme então espere encontrar aquela sombra bizarra, as esposas de Drácula, e claro, ele mesmo. No jogo os chefes estão separados em duas categorias: sub-chefe e chefe, ambos você enfrentará na mesma fase (sempre à noite) mas ambos reagem de maneiras diferentes. Os sub-chefes sempre aparecem em um certo ponto da tela (geralmente nos cantos) pronto para te atacar e não há nenhuma maneira de derrotá-los sendo a única solução desviar de seus ataques. Quem jogar pela primeira vez vai se atrapalhar um pouco até pegar o jeito, mas depois que você decorar todos os movimentos dos sub-chefes fica uma coisa realmente estúpida de tão fácil que é. Agora com os chefões a coisa já complica um pouco já que, ao contrário dos sub-chefes, você terá que destruí-lo. Em alguns você não terá dificuldade, mas tem uns que exigem bastante da sua atenção para não errar o golpe pois eles demoram um pouco para morrer e você também não pode esquecer que o tempo está correndo. Outro detalhe importante, apenas armas secundárias tem efeito neles, mas isso não é motivo de pânico já que, se caso acabar a sua arma logo surge outra para você pegar.

Esse é o primeiro chefe que você vai enfrentar no jogo, fique atento na direção em que vai aparecer as fumaças pois é aonde essa sombra vai atacar.

Uns dos defeitos do jogo é que não há uma grande variação de chefes sendo que em alguns estágios você vai torná-los à enfrentarem novamente, sendo que a única coisa que muda é a maneira de que vão atacar. Não vou negar que há chefes diferentes sim, mas são poucas as variações tanto para sub-chefe quanto para o chefe. Há também um segundo problema que consegue ser mais grave do que o citado anteriormente, o tempo. Bom mas isso não é problema já que muitos jogos há limite de tempo, só que não é aí que está o problema, o problema é que, se caso você morrer, você continua o jogo mas só que o tempo não reinicia. Eu mesmo passei por uma situação desagradável porque me restavam apenas 15 segundos para concluir o estágio, por acidente acabei caíndo no precipício e assim voltei para o último checkpoint que peguei, e o que aconteceu? Isso mesmo o tempo acabou, resultado: acabei perdendo duas vidas.

Esses são uns dos...
chefes que você vai enfrentar mais de uma vez.

Atenção: As informações a seguir pode comprometer a sua experiência com o jogo (spoiler), se não quiser ler pule e leia a partir de "Gráficos".

Ao jogar o jogo eu tive uma surpresa e tanto, pode até agradar alguns ou não, pra mim me agradou pois aumentou bastante o fator replay (pra quem não entendeu fator replay é um termo muito utilizado em revistas para definir se o jogo enjoa logo de cara ou então se dá vontade de jogar novamente após terminá-lo). Mas então, a surpresa foi que, quem ligar o jogo percebe que o jogo já está configurado na dificuldade "Easy", quem passar no Easy vai prosseguir no jogo até Scene 3, quando passar você vai receber a seguinte mensagem: Game Complete Or Is It! Try A Harder Skill Level To See More. Que traduzindo fica mais ou menos assim: O Jogo Está Completo Ou Talvez! Tente Numa Dificuldade Elevada Para Ver Mais. Tá bom não é bem exatamente o que está escrito (improvisei um pouco hehehe), mas é isso o que acontece, se você quer mesmo ver o fim desse jogo, nada de Easy e Normal (sim no Normal vai aparecer esta mensagem também mas só que no Scene 4), aqui meu amigo é só para os Experts.

Gráficos
Como já se trata de um jogo produzido em 93, espere por ótimos gráficos para o padrão do Master System, o personagem tem uma movimentação bem suave, ele também sofre reações diferentes dependendo da situação, como por exemplo, quando ele é atacado ou desce de alguma plataforma. Os monstros também são muito bem feitos, principalmente os chefes que são maiores. Os cenários são realmente incríveis e é realmente fantástico a maneira de como eles conseguiram dar todo aquele clima sombrio, mas sem deixar o jogo feio, até porque tudo é bem detalhado com efeitos de iluminação e com cores bem vibrantes, tudo isso graças à poderosa palheta de cores que o Master System possui. É claro que há alguns probleminhas como por exemplo, quando há mais de dois personagens na tela, isso faz com que alguns pixels dos personagens desapareçam devido à limitação que o console tem de processar muitos sprites na tela, mas não é nada de grave ou algo que incomode até porque, por algum milagre, o jogo praticamente não tem nenhuma queda de frames (aqueles famosos slowdowns).

Gráficos obscuros, sinistro e bonito ao mesmo tempo.

Som
As músicas desse jogo são medianas, ela até ajudam a deixar você no clima porque são um pouco bizarras, mas não espere que elas chegam a ser aquela música que você vai sair por aí assobiando, mas não veja isso como um ponto fraco até porque elas não são ruins. Agora o que merece destaque são os efeitos sonoros, é fantástico tamanha variação de efeitos que tem no jogo, é praticamente um efeito diferente para cada coisa como por exemplo, se você atacar com a faca vai fazer um ruído diferente do ruído que vai fazer se você atacar com a tocha ou com outra arma. É claro, esse é apenas um dos inúmeros efeitos que há no jogo que passam desde explosões até saltos e etc.

As músicas não são ruins, mas é bom não jogar à noite porque elas dão sono.


Jogabilidade
Uma coisa eu te falo, se todos os jogos do Master System tivessem essa jogabilidade eu estaria feliz porque é perfeito, resposta aos comandos imediato, precisos e simples ao mesmo tempo, em questão de minutos você já domina o controle do game. Com o botão 1 você ataca enquanto o 2 você pula. Quando você pega uma arma secundária você utiliza automaticamente, sem precisar fazer alguma sequência específica como em Master Of Darkness, muitos podem se incomodar com isso, mas eu não tive problemas até porque se caso você atacar de perto ele vai usar a faca. Enfim, você realmente não terá problemas com esse jogo porque a jogabilidade é perfeita.

Conclusão

Então galera, Bram Stoker's Dracula conseguiu mostrar que dá pra fazer ótimos jogos baseados em filmes, é claro, não vamos dizer coisas do tipo como "nossa esse jogo tá igualzinho ao filme!" porque ele não é assim até porque devido às limitações do Master System não dá pra fazer tantas coisas não é mesmo? Mas não vamos ver isso como uma desculpa para não jogar pois ele é um ótimo game. É por aqui que eu encerro a minha análise, até mais pessoal, espero que tenham curtido o texto ^^.

7 comentários:

  1. Eu já vi muita gente malhar esse jogo, mas eu joguei outro dia e achei bacana. É claro que lembra um Castlevania, mas o boneco é mais "soltão" nos movimentos. Eu gostei.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto, Matheus! =)
    Vou conferir este game assim que puder. Parece ser um ótimo jogo de plataforma, com ótimos gráficos e bom desafio. E eu nem sabia que o jogo foi feito também pela Psygnosis, os caras costumam fazer ótimos games para os computadores Amiga.
    Vou aproveitar e conferir também as versões dos 16-bits que o pessoal malha tanto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. @Orakio "O Gagá" Rob
    Bom, eu não vejo motivos para criticar esse jogo até porque não há tantos defeitos, isso aí deve ser primeira impressão de quem jogou em um emulador por 2 minutinhos (é o que acontece com quem tem uns 300 jogos pra jogar no emulador).
    Agora eu tenho que concordar com você, se o personagem não fosse tão solto assim o jogo seria bem desafiador.

    Abraços!

    @Adinan A.
    Opa Adinan que bom que gostou do texto, e olha pode jogar de boa porque você vai gostar, agora enquanto as versões 16 bits eu não tenho muita certeza apesar de eu ter jogado bem pouco, então eu nem posso falar muita coisa à respeito, mas o que eu percebi foi que a versão de Snes é mais difícil do que o do Mega Drive.
    Agora se tem uma coisa que eu não tenho muito conhecimento é no Amiga, vou ver se vejo alguns jogos dele mais tarde ^^.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Bela análise Matheus!! Olha, o filme do Stoker simplesmente encinou como deveriam ser os filmes de vampiro dali pra frente, mas a juventude prefere coisas porpurinadas e felizes, fazer o que!!!

    O jogo lembra algo do tipo Blackthorn em alguma partes, e dá pra ver que o trabalho gráfico foi realmente espetacular, da pa comparar as fotos com alguns jogos de 16 bits fácil fácil!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito desse jogo, foi um dos primeiros que joguei quando comprei o Dingoo!
    E mesmo com a limitação do master, fizeram um grande trabalho!
    Excelente analise e grande jogo, memoravel!

    ResponderExcluir
  6. @Sabat
    Opa Sabat valeu e eu concordo com você, realmente faz falta um filme de vampiro ao nível de Drácula e infelizmente não há mais um filme assim hoje em dia, pois como você disse, a juventude prefere essas coisas alegres e porpurinadas (haahahu não tem como não rir com o que disse) mas fazer o que não é mesmo?

    Agora enquanto ao jogo, o charme dele mesmo são os gráficos, não tem como não se surpreender com isso, realmente fizeram milagres por aqui.

    Abraços!

    @Cyber Woo
    Opa valeu pelo elogio, e o que você disse é verdade, o Master infelizmente sofre com tamanha limitação que ele tem (mesmo tendo uma palheta de cores superiores ao do NES)mas esse jogo conseguiu mostrar que mesmo com essas limitações dá pra fazer um belo jogo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. sem duvidas um dos melhores jogos do master system otimo graficos jogabilidade excelente, muito bom msm este jogo poucas pessoas aqui no brasil teve o previlegio de jogar este jogo, pq ele só foi lançado na europa eu tenho um cartucho completo novinho que comprei no ebay para a minha coleção e ñ me arenpendi ñ o jogo e simplesmente otimo.

    ResponderExcluir