quarta-feira, 29 de junho de 2011

Master Review - Sonic The Hedgehog (1991)


Saudações galera! =D
Hoje venho (atrasado como sempre rsrs) comemorar os 20 anos da franquia Sonic the Hedgehog.

O ouriço azul (erroneamente denominado porco-espinho pela Tec Toy nos anos 90) teve sua estréia em 23 de junho de 1991, na tentativa de ajudar o Mega Drive a ser um sucesso no mercado de games dominado até então pela Nintendo. Sonic foi mais além, chutando Mario do trono do rei de plataformas e tornando-se uma referência para muitos outros games e mascotes. Sonic foi um verdadeiro fenômeno não somente nos games, mas também na cultura pop dos anos 90, rendendo desenhos animados, quadrinhos, merchandising diverso e até dando nome à uma proteína.

Neste post, vou analisar o primeiro jogo do ouriço para o Master System. No Mega Drive a idéia era demonstrar a velocidade do console frente às ofertas da Nintendo. Já no nosso querido SMS, como será que Sonic se saiu? É o que vamos conferir no Master Review de hoje.



Dados do jogo
  • Desenvolvedor: Ancient Co. Ltd.
  • Ano de lançamento: 1991
  • Gênero: Sidescrolling Platform Game
  • Outras plataformas: Game Gear, Wii (Virtual Console)

Assim que Sonic provou ser um sucesso, a SEGA viu no mascote a possibilidade de alavancar as vendas do Master System, que infelizmente apanhava que nem mulher de malandro nos EUA e já estava morto no Japão. Assim, a SEGA encarregou à Ancient (que mais tarde trabalharia em Streets of Rage 2, Beyond Oasis e Etrian Odissey) a tarefa de portar o jogo para o nosso querido 8-bits.

A equipe era diferente da talentosa (pelo menos na época ;D) Sonic Team, e tinha em suas mãos o grande desafio era encontrar uma maneira de portar o jogo (que abusava da velocidade do Mega) para um console mais modesto.

O produto final é um jogo bem diferente do original dos 16-bits. Das zones disponíveis no Mega, somente 3 foram mantidas (Green Hill Zone, Labyrinth Zone e Scrap Brain Zone) mas com design de fases totalmente diferente. Já as outras 3 zones eram exclusivas para o SMS (Bridge Zone, Jungle Zone e Sky Base Zone). O Special Stage foi obviamente substituído por um estágio mais simples com outros objetivos, e até mesmo a trilha sonora e parte da jogabilidade são diferentes. Assim temos um "port" que possui leves lembranças do jogo original.

Enredo


A história do jogo é basicamente a mesma: Dr. Ivo "Eggman" Robotnik decide tomar uma ilha onde, de acordo com suas pesquisas, encontram-se 6 das Chaos Emeralds, jóias lendárias com poder suficiente para dominar o mundo. Assim o malvado gorducho usa seus conhecimentos tecnológicos para escravizar os pobres animais da ilha para que encontrem as esmeraldas e afastem invasores, transformando-os em robôs perigosos. Só que o doutor não contava com a astúcia e a coragem de Sonic, um ouriço azul extremamente veloz e carismático, que sozinho decide enfrentar Robotnik e seu exército de robôs para salvar o dia e restaurar a paz de sua ilha.

Essa história é minha interpretação com base no que a série se tornou com o tempo, mas me lembro que na época haviam várias versões, onde diziam que o Dr. Robotnik se chamava Kintobor e era um cientista do bem que tinha Sonic como melhor amigo, usando seus experimentos para lhe dar velocidade, mas que um dia acabou corrompido pelas esmeraldas e se tornou no malígno Robotnik.
Outra história envolvia os Freedom Fighters dos quadrinhos, mas o mais importante a se considerar de tudo isso é que os dois protagonistas (Sonic e Robotnik) são muito carismáticos e somente eles davam pano para que a criatividade rolasse solta na hora de definir um enredo.

Apresentação


Considerando as limitações técnicas, o Master se saiu bem ao retratar o mundo de Sonic the Hedgehog, com belas paisagens e arte inpecável. Os sprites são muito bem animados e mesmo aqui Sonic é um debochado que fica brigando com o jogador caso este largue o controle sem pausar o console. É claro que as fases não são tão bem detalhadas como no Mega, mas a equipe soube criar um jogo visivelmente bonito. A única coisa que me chateia é que, ao tomar um ataque, não vemos aquela explosão de argolas presente no jogo original, vemos apenas uma argola transparente caindo do personagem.

Mas o verdadeiro destaque na apresentação do jogo está no áudio! Além dos efeitos sonoros cumprirem muito bem seu papel, a trilha sonora de Yuzo Koshiro fará seus ouvidos dançarem de alegria. Não é à toa que o nome dele aparecia na tela de apresentação de Streets of Rage: de YS à Super Adventure Island, Koshiro-san sabe como criar excelentes melodias que grudam na cabeça dos jogadores. Destaque para a BGM da Bridge Zone, uma ótima composição que assovio até hoje!

Jogabilidade

O básico da jogabilidade permanece intacto: Cada Zone possui 3 acts, sendo que no terceiro ato temos um confronto com o Dr. Robotnik. O objetivo é tentar encontrar as 6 Chaos Emeralds para conseguir o melhor final do jogo.

Sonic acelera com o direcional, eventualmente atingindo sua velocidade máxima  onde seus pés formam o tradicional círculo vermelho e branco, e pula com os botões 1 e 2. Pressionando para baixo enquanto corre faz com que Sonic dê cambalhota. Enquanto pula ou dá cambalhota, Sonic vira uma serra capaz de derrotar seus inimigos. Além disso, nas rampas a cambalhota dá mais velocidade ao ouriço podendo até lançá-lo para locais bem altos. As argolas cumprem papel de energia, mantendo Sonic protegido da morte enquanto tiver pelo menos uma argola.

Agora, as diferenças: ao coletar 100 argolas, Sonic ganha uma vida mas o contador de argolas volta para zero, expondo Sonic à morte instantânea. Além disso, caso perca as argolas com um ataque, Sonic não pode pegar de volta as argolas que perdeu.

Além das argolas, a versão 8-bits perdeu muita coisa do original: os loopings, os tubos que davam velocidade ao Sonic, a habilidade de empurrar blocos e quebrar paredes, entre outros. Mas em compensação este jogo preenche essas ausências com obstáculos exclusivos, como as plataformas-gangorra na Bridge Zone, ou os troncos caindo pelas cachoeiras da Jungle Zone, que inclusive podem ser usados como "veículo" para que Sonic possa atravessar trechos de água.

A forma como o jogador pode obter as esmeraldas mudou também: ao invés de encontrá-las nos estágios de bônus, Sonic deve procurar por elas enquanto percorre os atos de cada Zone. Geralmente elas são bem fáceis de se encontrar, mas conseguir pegá-las requer habilidade. Isso deixa o jogo um pouco mais voltado à exploração do que a versão 16-bits, mas como os atos são menores e mais lineares, isso não chega a estragar o ritmo do jogo.

Com relação ao design de fases, são atos totalmente diferentes do jogo original, mas os desafios são muito divertidos. Temos diversas passagens secretas, pontos que exigem habilidade para serem alcançados, e alguns elementos exclusivos, como a fase em auto-scrolling da Bridge Zone act 2, que obriga o jogador a ter reflexos rápidos para sobreviver, ou o sistema de transportes da Scrap Brain Zone que vai confundir a cabeça dos jogadores. A dificuldade é moderada e crescente na medida certa, sem causar muitas frustrações, embora certos atos podem fazer com que o jogador queira xingar muito no twitter.

Por fim, os confrontos com o Dr. Robotnik no terceiro ato de cada Zone também são bem diferentes e apresentam ataques mais simples, mas o fato de você não ter direito à possuir argolas nesses combates tornam os confrontos mais difíceis e tensos do que no jogo original, sendo um ótimo desafio.

No geral, o jogo é definitivamente um Sonic the Hedgehog, mas possui inúmeras diferenças que me impedem de considerá-lo um port. Mas em seus próprios méritos, é um excelente jogo de plataforma.


Conclusão


Vimos que Sonic the Hedgehog para o Master System é um outro jogo devido às limitações do console. Mas isso o torna um jogo ruim? Na minha opinião, nem um pouco. É claro que este jogo não substitui o original, mas ainda é um jogo de plataforma muito competente, com um design de fases bem elaborado, rendendo desafios muito divertidos. É um jogo fácil de jogar mas difícil de vencer. E a trilha sonora do jogo já faz valer a pena conferir este game, que na minha opinião é um clássico.

Não acho que Sonic SMS seja um jogo capaz de substituir o charme de Alex Kidd in Miracle World, mas ainda assim é uma ótima adição à biblioteca do Master System. Recomendo fortemente este jogo para os fãs do ouriço e para quem curte um ótimo sidescroller de plataforma!



E por hoje é só galera! Espero que tenham gostado deste review. Gostando ou não deste texto, não deixem de comentar! =)

Aproveitando, se quiserem sugerir um jogo para os próximos Master Reviews, deixem suas sugestões nos comentários.

Abraços e até o próximo post!

21 comentários:

  1. Muito bom o review... comemorei o aniversário do ouriço jogando justamente esse jogo, o Sonic do Master System. Cheguei ao fim com todas esmeraldas, foi bem complicado lembrar de tudo!
    Eu evito comparar a versão de Master e de Mega, são totalmente diferentes. Mas confesso que prefiro a do Master System (claro, não vale se incluir o Sonic 2 na jogada, mas isso é outro papo! hehehe).

    ResponderExcluir
  2. @Cadu
    Opa, valew! Cara você deve ser o primeiro que conheço que prefere mais a versão do Master System. Eu mesmo sou muito mais a versão do Mega, mas eu adoro a versão do Master pois, além de ser um ótimo jogo, foi o primeiro game do Sonic que joguei na minha vida!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Boa análise.

    Sonic do Master System faz parte da minha lista de jogos favoritos tanto do console de 8 bits quanto da franquia Sonic em geral.

    Na minha opinião a Sega fez um bom trabalho criando um jogo do zero do que convertendo o clássico jogo para Mega Drive.

    Gostaria que o Sonic do Master System tivesse feito parte do Sonic Mega Collection Plus para PS2, XBox e PC do que a versão para Game Gear.

    ResponderExcluir
  4. Má rapaz, se combinasse um meme não daria tão certo. Não é que justo esse mês eu escrevi uma matéria sobre Sonic 1 do Master...¬¬ Hehe

    Um abraço Adinan, e gostei da matéria!

    ResponderExcluir
  5. @B-Mark
    Concordo! Os clones de Sonic para NES provam como ficaria muito ruim converter a versão do Mega, e a versão do Master é muito divertida! Eu também queria que a versão do Master estivesse no Mega Collection, bem melhor do que a versão do GG na minha opinião.
    Abraços

    @MarCel
    Rsrsrs pois é, foi muita coincidência! Mas também, esse mês é o mês dos 20 anos do ouriço. =)
    Vou conferir sua matéria daqui a pouco!
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Durante muitos anos eu podia jurar de pés juntos que este foi o primeiro jogo do Sonic. Só depois de muito tempo vim a descobrir que o de Mega veio antes.

    Bem, pelo menos, esse foi o primeiro que eu joguei e é até hoje o meu favorito da série!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o Sonic do Master System joguei muito quando criança e me recordo ate´hoje´das musicas bons tempos que não voltão mais viu .

    ResponderExcluir
  8. Opa Adinan, cara eu lembro que tinha uma amiga que adorava os Sonics do Master System, só que ela não sabia que existia Sonic em outro console ahUHAUha quando mostrei a ela o de Mega, ela pirou XD

    Mas era muito legal ver ela jogar no Master viu, parecia ser um jogo extremamente bem produzido para um 8bits! Abração Tamara (óbvio que ela não vai ler né, mas e daí??) kkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Gosto mais deste Sonic do que o do Mega Drive, talvez por ter conhecido o personagem com esse.

    Sonic 1 e 2 do Master System são duas pérolas pouco exploradas e que rendem um bom tempo se divertindo. O sistema de esmeraldas faz o jogador explorar os cenários ao invés de competir em um bônus round.

    Belo review para um belo jogo!

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente fantástico Adinan! Muito bom seu review, li e reli com vontade! A versão do Sonic para o Master System ficou linda demais, eu amava o jogo e alugava, alugava de novo, e de novo e se podia de novo. Pra mim, ele era melhor que a versão do Mega Drive, não porque era mesmo... mas porque me surpreendeu mais. Adorei seu texto. Parabéns.
    Abração!

    ResponderExcluir
  11. @Oráculo
    Pois é, pelo visto uma boa parte dos gamers brasileiros começaram a jogar Sonic a partir deste game. Sem dúvida é um dos melhores da série, pelo menos nos 8-bits este game é o melhor!

    @aki é rock
    As músicas deste game são inesquecíveis mesmo. Yuzo Koshiro é o cara quando o assunto é música para games!

    @Sabat
    Sem dúvida a SEGA caprichou nesta versão 8-bits, é uma das melhores opções de jogos de plataforma que o Master pode oferecer! Vale a pena conferir.

    @Cosmão
    Opa Valew! Eu também comecei jogando a versão do Master, e realmente era muito bacana (e até menos frustrante) ficar caçando as esmeraldas pelo estágio. Ainda sou mais a versão do Mega, mas sem dúvida as versões do Master são alguns dos melhores games de plataforma dos 8-bits.

    @Leo S.
    Valeu, Leo! Aluguei muito esse game também. Na época fiquei babando com a versão do Mega, mas como só tinha o Master, fiquei maluco quando anunciaram a versão 8-bits. Aí quando aluguei nem parei pra analisar se o jogo era diferente do Sonic do MD que eu via nas revistas, simplesmente joguei e me diverti muito com essa versão!
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Eu acho a fase Jungle a mais bonita de todos os Sonics existentes.

    ResponderExcluir
  13. Cara, lembro como se fosse hoje:

    Eu sou do Recife, mas na época estava passando as férias no Ceará (tenho parentes e meu pai é de lá). Fui passear num shopping em Fortaleza quando de repente me deparei com este jogo: Na hora não acreditei, pois não tinha em lugar algum que a SEGA tinha lançado Sonic para o Master.

    Não teve outra: Fiquei enchendo o saco do meu pai até ele comprar. Quando voltei para Recife, falava para os amigos que tinha comprado Sonic do Master, mas ninguém acreditava. Só depois de mostrar que todo mundo ficava de queixo caido.

    Gosto deste Sonic, pois foi o 1º jogo que comprei dele e teno até hoje. Gostei muito se sua postagem, muito boa e muito bem escrita, parabéns!

    PS: Eu também escrevi sobre o Sonic no meu blog, olha o link:

    Big Lui: Sonic the Hedgehog (20 Anos)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Ta ai um jogo que joguei um pouco no Master e no Mega e também zerei no Dreamcast muito bom pelo que eu me lembre viu .Mas as versões antigas é de longe as melhores viu nada contra as atuais mas deixarão um pouco de ser divertidas na minha opinião .

    ResponderExcluir
  15. @Daniel "Talude"
    Sem dúvida a Jungle Zone é uma das mais bonitas! Gosto bastante também da Green Hill Zone do segundo capítulo, capricharam bastante naquela fase.
    Abraços

    @Big Lui
    Valew! Me lembro também da época que o Sonic saiu, fiquei babando pelas imagens da versão de Mega. Aí quando anunciaram Sonic pro SMS, eu pirei de vez! Foi uma luta pra conseguir alugar!
    Gosto mais do Sonic do Mega Drive, mas tenho um carinho especial pela versão do Master pois foi ela quem me abriu as portas para o universo do ouriço!
    Abraços

    @aki é rock
    Concordo! Quando Sonic 4 saiu, achei que a SEGA tinha acertado a mão naquela vez, mas depois o jogo ficou abandonado pq ele não consegue ser tão divertido quanto o Sonic 2, por exemplo, que é o nível supremo atingido pela Sonic Team na minha opinião. Mas sem dúvida tem jogos bons, como o Sonic Colors e o Sonic Rush que vale a pena conferir!
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Logo depois de conseguir meu Master System II, comprei o cartucho do Sonic!

    Vou poder jogar para valer e ter uma opinião concreta sobre tudo o que foi dito a ele! excelente analise Adinan! ;)

    ResponderExcluir
  17. @Cyber Woo
    Opa, aí sim hein? Me deu até vontade de comprar um Power Base Converter pro meu Mega para rodar Master e jogar Sonic 1 também.
    Parabéns pela aquisição, e bora jogar Sonic! =D

    ResponderExcluir
  18. Classico sem tirar nem por, passava horas jogando o game, tentando bater o recorde de argolas pegas em cada fase, sem contar que o game possui dois finais. Grande análise.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Marcos! Um verdadeiro clássico este jogo! Aqui na rua também rolava altas disputas pra ver quem conseguia mais argolas! Era muito bom!
      Abraços

      Excluir
  19. Este game é OUTRO JOGO, não um port mas um ótimo jogo, Adinan!
    Na verdade, a SEGA sempre fez bem em alterar ao invés de copiar as limitações de jogos para o Master, Sonic desbancou a NES, era considerado o jogo do ano nos States.
    A versão Master é apenas outra versão, não port, e nisto está seu valor!!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Rodrigo! E o pior era ouvir meus colegas de facu falar que este jogo era uma porcaria perto do Mega. Ás vezes prefiro muito mais esta versão por causa do design de fases caprichado, das músicas do Yuzo Koshiro, o mesmo compositor de Streets of Rage, sem contar que foi o primeiro Sonic que eu joguei. E ainda bem que este jogo é diferente da versão do Mega, se a SEGA tivesse feito um port, com certeza seria um jogo muito zoado, mas aqui eles aproveitaram o que o Master poderia oferecer para criar uma aventura nova e muito divertida!
      Abraços

      Excluir