terça-feira, 3 de abril de 2012

Master Review - Mônica no Castelo do Dragão (1991)

A Boxart mais memorável do SMS no Brasil.

Olá, moçada,
Sou eu novamente, agora falando de um game que me fez decidir ter um Master System!
Mônica no Castelo do Dragão foi o trunfo triunfal para a entrada do Master System no Brasil, assim como Asterix marcou a bandeira do SMS na Franca.


WONDER MÔNICA
Para mim, como para muitos brasileiros, as estórias da baixinha dentuca são sagradas pra nossa infância. O único universo de quadrinhos nacional que não só vingou (houveram outros quadrinhos infantis, mas nenhum prosperou), como se tornou tão forte que exportou pra outros países.
Em 1991, houve a parceria da Tectoy que já detinha direitos sobre a imagem dos personagens de Maurício de Souza, e para definitivamente ganhar a parada no Brasil, introduziu Mônica no jogo Wonder Boy Monster Land. Tinha tudo a ver. Mônica sempre tinha estórias enfrentando dragões, bruxas, etc. Então o jogo não seria forcado. Muita propaganda rolou até mesmo merchandising na novela "Vamp" vocês lembram?

Na estória, o vilão-mor da turma, o Capitão Feio se apossa da Terra dos Monstros, cabe à Mônica enfrentá-lo. Para adaptá-lo à estória, os monstrinhos seriam "sujos", e Mônica se tornaria um monstro de sujeira. Alguma de suas armas eram "de limpeza", até mesmo a vida (apenas uma!!!) seria um "banho".

GRÁFICOS E SONS
Para a época, os gráficos são na medida. A Mônica, mesmo mal desenhada, estava compatível com o resto do jogo. Claro, que muitos sentiram falta dos dentões, mas ninguém reclamou na época. Alguns momentos sentíamos estar passeando pelo Super Mario World, mas era moda aqueles tipos de vilões como nuvens e cogumelos... As músicas são infantis, mas gostosas, na quarta fase da praia me sinto ouvindo a musica da boneca "bolinha de sabão", mas faz parte... O coelhinho da Mônica indispensável à história faz um barulhão, como uma arma potente. Porém hoje em dia, poucos aguentam o barulho de sirene quando Mônica está quase morrendo. Mas tanto gráfico quanto som estão na medida boa.

MÔNICA RPGISTA?!
Wonder boy, ops, Mônica é um game de aventura, com tons de RPG. Como?! RPG?! Sim! Quase ninguém sabia o que era um RPG naquela época. Há diálogos o tempo todo. É extremamente necessário que se vá nas lanchonetes (bares na versão original) para se informar . (isso fez toda diferenca quando eu não manjava esse jogo). Os equipamentos nas lojas são bem variados desde os tradicionais de jogos medievais (armaduras, escudos, espadas, ops, coelhos).
Qualquer gamer moderno ao pegar o jogo sem conhecer vai reclamar da mobilidade da Mônica. Mas é para isso que entra as botas. Sem equipamentos, vai ser impossível chegar ao final. Sem os itens mágicos, dificil a vitória. Um erro é que as armas mágicas são acionadas com direcional pra baixo, o que as aciona sem querer descendo escadas. Mas os controles são bons.
A dificuldade era grande pela ausência de continues e a necessidade de conseguir as pistas certas.
Os primeiros textos em português da história do videogame.

Poucos sabem, mas já estava no contrato a aparicão da Turma da Mônica, o game foi assinado embaixo pelo Maurício quando a série Wonder Boy já tinha o game 3.
Este review é complemento do Guide que será postado em breve.
Pra quem quiser conhecer, aqui está a estória que foi inspirada no game:
 http://www.monica.com.br/comics/cap-feio/

23 comentários:

  1. Boa Rodrigão, esse jogo é delicioso. Eu fiz questão de comprar ele completinho, com direito a manual e tudo e adoro jogar e jogar e voltar a jogar direto no console. Belo post, parabéns!!!
    Agora o merchan na novela vamp eu juro que não me lembro, queria ter visto, vou procurar no you tube. Valeu a dica =D.
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão, chefe!! rs
      Cara, comprei o meu agora por obrigação. Se escolhi o Master como meu primeiro game pós-Atari foi pela Mônica (e o Moonwalker, mas a Mônica contou mais). Sempre jogo e jogo. Vai rolar em breve um detonado completo da série Mônica, só aguardar.
      O merchandising foi no Natal da novela Vamp, foi aí que importunei mesmo meus pais! kkkk
      Abraços.

      Excluir
  2. Isso é mais que um clássico para nós brasileiros! Legal saber que ele foi um fator decisivo para que vc tivesse um Master System.
    Eu não lembro do merchandising da novela, teria que encontrar alguma referência.
    Engraçado que eu lembro que quando era pequeno a mãe de um dos meus colegas de infância dizia que a música era mesmo da Turma da Mônica e chegou até a inventar letra para ela. Mal sabíamos que era na verdade um hack de Wonder Boy e que a música nada tinha a ver com os quadrinhos ou qualquer animação da turma do bairro do Limoeiro.
    Enfim, esse é um jogo que dá vontade de sair jogando sempre. Só de ver as imagens... hehe!
    Grande post, como sempre!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Caduco! Valeu mesmo! Acho que eu e muitos neogamers do início dos 90 ficamos apaixonados na propaganda do game da Mônica...
      Nas minhas lembranças, sempre os pais inventam coisas que não sabem, tem um blog aí de Mônica quase completinho e caprichado, mas o autor não sabe que é hack, acha que o Maurício que bolou e que o primeiro game tem um Mega!!! Vou detoná-lo semana que vem, e mando ver no Guide. Abraços.

      Excluir
  3. Gostei muito deste review, Rodrigo! Eu fiz o review do jogo original no ano passado(http://qgmaster.blogspot.com.br/2011/01/master-review-wonder-boy-in-monster.html) mas sem dúvida ficou faltando um review da versão com a Mônica, e o seu post ficou menos técnico e com ótimos toques de nostalgia! =D

    E putz, o que falar desse jogo. Antes do meu Master chegar eu encomendei ele completinho com caixa e manual. Agora preciso correr atrás da continuação, que é ainda mais épica! Mônica não pode faltar em qualquer coleção de jogos de Master System.

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Adinan!
      Eu li algo do seu post, mas como tem muito o que falar do game, tratei de focar só a versão brasileira e minha experiecia pessoal com o game.
      E concordo com você, o que falar deste jogo, até hoje ele me surpreende.
      Abração.

      Excluir
  4. Jogo muito legal cheguei bem longe mas não zerei por ser bem díficil fora o tempo que tem no jogo que deixa um pouco complicado mas tirando isso é muito bom .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, lembro que na época o time matava de raiva muita gente... E quase todos morriam no labirinto, como fiquei aliviado quando vi que a continuação não tinha tempo... rss
      Abraços.

      Excluir
  5. Mandou bem Rodrigão! Mais um golaço!
    Mônica no Castelo do Dragão fez um estardalhaço danado na época e eu não conseguia achar para comprar em lugar algum. Um tempo depois de lançado, um amigo meu pegou emprestado com o primo dele de São Paulo. Ou seja, joguei muito pouco, num único dia que esse meu amigo me emprestou sem e o primo dele saber.
    O tempo passou, vieram os emuladores e as coisas não mudaram quase nada porque nunca me senti muito motivado a jogar no PC. Pode parece frescura, mas jogar mesmo, só em console.
    Hoje, tenho os dois jogos da Mônica para o Master System mas, também, não me dediquei o suficiente para mudar esse quadro... mas isto irá mudar pois será minha próxima "vítima" à partir de hoje.
    "Se cuida, Capitão Feio. Estou Chegando!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostosas essas estórias, Douglas.
      Eu joguei num final de semana alugado. Fui até a quarta fase, depois quando já tinha acabado com todos os jogos da locadora, peguei de novo e dancei no Duque Armadura. Da ultima vez que joguei morri na ultima fase. Agora que evolui como jogador quero zerar pra valer! Eu tenho jogado pouco porque não saco nada de emulador e na tela do PC não curto.
      E divirta-se com seu cart, porque este game merece!!

      Excluir
    2. "Da ultima vez que joguei morri na ultima fase. Agora que evolui como jogador quero zerar pra valer!"

      Bom pra você, meu amigo. Eu regredi e sinto até que estou mais lerdo que antigamente ao jogar. Mas, isto nunca me impediu de tentar... tentar... tentar...
      Hehehehe!
      Até mais!

      Excluir
    3. Eu fiquei mais paciente, mais atencioso aos detalhes, coisa que aprendi com artes marciais, por isso melhorei como gamer. rss
      mas ainda não sou aquele debulhador de games.
      Abraços.

      Excluir
  6. super hiper classico os jogos da monica no nosso querido master infelizmente so joguei a sequencia desse game mais ainda dou uma olhada via emulador.Otimo review cara ja to quase com vontade de comprar um master de novo e comecar minha colecao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então compre um Master. hehehe
      A sequencia é melhor, mas tenho muito carinho por esse game. Eu só tinha a Turma, mas o tempo foi passando e percebi que tinha que ter o primeiro.

      Excluir
    2. Tambem adorei a sequência! A ideia de cada personagem ter seu caminho ficou ótima!

      Excluir
  7. ("Capitão Feio... já cheguei no 6º Round agorinha mesmo (às 22 horas). Sua hora vai chegar, seu FDP!")
    Heheheheh!

    ResponderExcluir
  8. Aluguei este jogo "n" vezes, mas o bichinho era difícil!
    Lembro-me de um chefe onde voce tinha que adivinhar seu lanche predileto: Cachorro-Quente, Bauru ou Misto (ou algo assim), porém o lanche favorito mudava a cada nova partida! Puta falta de sacanagem!
    Existe alguma lanchonete do jogo que informa a escolha correta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o Duque Armadura que aparece nas capa do jogo. Já perdi o enigma e enfrentei ele no coelho e magia mesmo, e venci.
      Há um truque: Se você morrer, não reinicie o jogo. Desligue ou resete o jogo.
      As chances é de 70% serem as estas respostas se você chegar na primeira jogada sem morrer:
      - Jogo: Voley
      - sanduiche: cachorro quente
      - poder: magia
      - game: after burner

      Excluir
  9. Pelo visto, estas respostas são aleatórias (que bom)... eu respondi como jogo favorito o futebol e acertei a resposta.
    Na outra, não me recordo quais os opção de games, mas respondi errado e perdi.
    Até este ponto, é o chefe mais difícil (dispado) pois aguenta bem mais porrada que os demais. Mas, quando saquei o padrão dele, morri, pois estava com pouca energia.
    Esse joguinho é muito viciante. Hehehe!

    ResponderExcluir
  10. Bah, que saudades desse jogo... estava mesmo fazendo uma postagem com as Master Dicas que encontrei em um gibi e recordei este game que era meu favorito. Muito bom rever as imagens :)
    http://duasepocas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Games que dão saudade.
      Obrigado pelo comentário!!

      Excluir
  11. e aquele labirinto que vc tinha que acertar o lado certo senao voltava pro começo? OMG

    ResponderExcluir