sábado, 21 de julho de 2012

Master Catálogo - Jogos da Disney (2° parte)


Saudações Galera!

Demorou mas enfim chegou a segunda parte do Master Catálogo de jogos da Disney. Na primeira parte, conferimos os jogos estrelados pelos mascotes da Disney, Mickey e Donald. Com exceção de um jogo, vimos verdadeiros clássicos para o console, prova de que é possível criar bons jogos usando franquias famosas.

Nesta segunda parte, vou listar os jogos baseados em filmes, longa metragens e séries de desenhos animados criados pela Disney. A SEGA soube como criar excelentes jogos com os personagens mais carismáticos da Disney, mas como o console se saiu com Aladdin e Rei Leão? É o que vamos conferir no Master Catálogo de hoje!




Títulos da segunda parte
  • Dick Tracy
  • Disney's Aladdin
  • Disney's Ariel the Little Mermaid
  • Disney's Bonkers: Wax Up!
  • The Jungle Book
  • The Lion King
Essa eu não sabia, mas tem dedo da Disney no filme do Dick Tracy, por isso ele está presente na lista. Aladdin, a Pequena Sereia, Mogli e Rei Leão dispensam apresentações. E por fim temos um jogo do desenho Bonkers, que passou no SBT naquele Disney Club se não me engano, mas nem era tão bom assim. Pelo menos o jogo do SNES era legalzinho.

Ao contrário do que eu fiz na primeira parte, neste post estou retomando a classificação em ordem alfabética, pois aqui os jogos não possuem nenhuma relação entre si.



Dick Tracy (1990)


Confesso que me lembro muito pouco do filme, mas lembro que teve um marketing forte da Tec Toy em cima desse jogo, com versões para Mega e Master pipocando nas revistas de games. Pode parecer que o marketing foi um tanto exagerado, mas acredite, Dick Tracy é muito legal!
No comando do detetive amarelo, o jogador atira para frente como em todo jogo de tiro, mas pode também descer a metranca nos meliantes que correm pelo fundo do cenário, o que é muito divertido! Além disso, o jogo é bem bonito e estiloso com arte HQ e boa trilha sonora, e uma jogabilidade muito boa. Há cenas de perseguição em carros, cenas onde o detetive tem que resolver as coisas com os punhos, e longas batalhas contra os chefões. Vale a pena conferir este aqui caso você não conheça.

Disney's Aladdin (1994)


Talvez Aladdin seja meu longa metragem predileto da Disney, e de fato é um desenho muito bom! Deu sorte até com os jogos, com excelentes games para os 16-bits. Felizmente no 8-bits da SEGA o diamante bruto se deu bem também, com um jogo muito divertido que impressiona com seus gráficos caprichados, dando uma boa ilusão de profundidade em diversos estágios, e trilha sonora fiel ao desenho. Aqui Aladdin terá que fugir dos guardas pelas ruas de Agrabah, encontrar a lampada na caverna dos tesouros, se passar pelo Príncipe Alí, entre outros desafios que variam entre o mecanismo de plataforma do Prince of Persia e os endless runners que fazem sucesso nos smartphones e tablets.
O único defeito deste Aladdin é o desafio: é um jogo muito fácil e claramente voltado para a criançada. Mas não deixe que isso o impeça de curtir esse jogo que apesar de fácil é bem divertido.

Disney's Ariel the Little Mermaid (1992)


As aventuras da pequena sereia Ariel foram bem representadas em um joguinho bem legal para o NES. Pena que o mesmo não pode ser dito nos consoles da SEGA. No comando de Ariel ou Tritão, o jogador tem que percorrer labirintos aquáticos para salvar outras sereias que foram aprisionadas pela bruxa Ursula. A versão de Mega já pecava por ser um jogo sem sal de labirintos, no Master então ficou ainda pior com movimentação travada e música irritante. Sem contar que tudo indica que este é mais um dos temidos ports de Game Gear.
Aqui no QG apelidamos carinhosamente este jogo de "pequena sereia dos 300 reais". Isso é por causa de um anúncio bizarro que o Rodrigo "Devaneio de Rute" encontrou no Facada Livre, onde o vendedor pedia a bagatela de R$ 300,00 pelo jogo completo da Pequena Sereia para Master System. Pode até ser um cartucho raro, mas sinceramente pelo conteúdo do cartucho esse jogo não vale nem R$ 1,99.

Disney's Bonkers: Wax Up! (1995)


Neste jogo, que é mais um dos infames ports de Game Gear, Bonkers tem que encontrar picles nos estágios para passar para o próximo estágio. Me arrastei para passar da primeira fase, e na segunda me irritei e abri outra ROM no meu emulador...ô joguinho chato! Assim como a Pequena Sereia, o jogo é sem sal e não oferece desafio algum além de ficar procurando os picles na fase e desviar ou pular na cabeça dos inimigos, sem contar que os gráficos e o som são péssimos. É quase o mesmo conceito da Pequena Sereia, só que aqui o jogo é mais no estilo plataforma. Enfim, este aqui é outro para passar longe!

The Jungle Book (1994)


Na época que saiu para os 16-bits a Ação Games rasgava elogios para esse jogo onde o objetivo era ajudar Mogli, o menino lobo, a encontrar o vilarejo dos humanos. Mas de fato o joguinho é bem legal apesar de uma ou outra falha, sendo que a versão de Mega Drive era a melhor! Fiquei meio descrente ao saber da conversão para o Master System, mas até que fizeram um bom trabalho aqui. Os gráficos tiveram perdas consideráveis, mas a trilha sonora estilo chiptune ficou muito legal de se ouvir, e a jogabilidade é boa apesar do pulo meio esquisito e desengonçado do Mogli. Não é o melhor que o Master oferece de jogos de plataforma, mas Jungle Book é um jogo razoável que não vai te machucar se você der uma chance à ele.

The Lion King (1994)


Como adorava assistir esse longa metragem, era muito bom! Na época eu tinha o cartucho para SNES, e só agora com a emulação fui descobrir esse port para Master System. O jogador vai acompanhar Simba desde sua infância até a fase adulta, onde deverá enfrentar seu tio Scar e se tornar o novo Rei. Fizeram um bom trabalho nas imagens, e as músicas do filme em chiptune ficaram bem atraentes. Pena que a jogabilidade deixa a desejar em alguns aspectos, causando frustração com o sistema de colisão e com partes do cenário que parecem ser plataformas pisáveis e na verdade são apenas cenário de fundo. Enfim, é melhor ficar com a versão para SNES.



Conclusão

Podem dizer o que quiser sobre jogos com franquias conhecidas, mas uma coisa é verdade: os jogos da Disney em geral eram verdadeiros espetáculos. Mickey e sua turma estrelaram verdadeiros clássicos que marcaram toda uma geração! É importante notar que os jogos estrelados pelos mascotes Mickey e Donald tinham uma clara vantagem em cima dos jogos baseados em filmes e longa metragens. Além disso, vale notar também que o gênero plataforma reinou quase que em absoluto neste catálogo, afinal o estilo plataforma era um dos mais populares na época e o que era mais fácil de aprender a jogar, atraindo assim mais fãs dos filmes para os jogos.

Da lista de jogos apresentados, meu predileto é sem dúvida Castle of Illusion, um game muito divertido e desafiador que envelheceu muito bem! Já o pior da lista fiquei em dúvida entre Bonkers e a Pequena Sereia, mas Bonkers ganha (ou perde, sei lá) apenas porque os gráficos são piores.



E é isso galera, espero que tenham gostado deste Master Catálogo. Tem alguma sugestão para o próximo catálogo, como um gênero de jogos ou uma temática qualquer? Me deixe saber nos comentários!

Abraços e até o próximo post!

10 comentários:

  1. Adinan, meu amigo, adorei seu catálogo, muito bom!!
    Olha, em geral, Disney é um espetáculo! Eu amo Catle of Ilusion até hoje, e dos filmes eu adoro Aladdin (meu filme da Disney preferido!), só acho que se era pra ser fácil, uma tradução do Story precisava... O Rei Leão eu curti muito jogar, é verdade que o cenário engana, mas é bem gostoso de jogar, zerava e zerava. Já a Pequena Sereia, não tem jeito, rolo e rolo de rir!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rodrigo! Castle é perfeito, mesmo nos dias de hoje é uma delícia jogar, e tô animado pelo Epic Mickey 2 do 3DS que promete ser continuação direta do jogo.
      Pequena Sereia é tenso mesmo, é rir pra não chorar com aquele jogo. XD
      Abraços

      Excluir
    2. Pequena Sereia no NES era gostoso, não tinha as piruetas da versão Master, ela usava uma bolha como arma, era lançar e pegar de volta, ficou muito melhor que no Master. Basta ver o Logo SEGA em azul pra saber que é port do GG.
      E eu e o Leo ficamos besta de ver que estavam vendendo o loose pro 40,00 e o completo por 300,00. Absurdo!
      Abraços.

      Excluir
  2. Caramba só tem clássico ai hein mas esses jogos não cheguei a jogar no Master mas alguns jogos no Super Nintendo como o Rei Leão,Aladin,The Jungle Book e o Bonkers pelo que me lembro é muito bom .Mas ficou bem legal esse catalago com esses jogos espero que continue sempre nós mostrando esses clássicos ai Adinan A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu! Aladdin do Master vale a pena conferir, pois é um jogo bem diferente do SNES e Mega, e apesar do jogo ser fácil é bem divertido! E aguarde que em breve tem mais catálogo no QG.
      Abraços

      Excluir
  3. eu não imaginava que Dick Tracy fosse da Disney, sei lá parece tão violento. pena que o jogo do Bonkers não seja divertido quanto o desenho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me lembro pouco do filme do Dick Tracy, mas nem sabia que era um filme violento, depois vou ver se acho pra assistir. Bonkers eu assisti mas não curti muito não, já o jogo de SNES era legalzinho, feito pela Capcom. Depois quando puder dá uma conferida nele.
      Abraços

      Excluir
  4. Vixe, eu sou outro que não lembra muito do filme. E, pra falar a verdade, não lembro muito do jogo também. Mas acho que eu não era muito fã, talvez mais da versão do Mega.
    Os outros então piorou, não joguei nenhum. Sabe aquela fase de criança revoltada que não quero mais saber de Disney pq quer mostrar que tá crescendo e Disney é coisa de criança? Então... e pensar que hj eu daria tudo pra ser criança de volta! huahuahuahuauha... paradoxo da vida maldito!
    Mas me interessou conhecer o Rei Leão e o Aladdin.
    E o último que quero ver na vida é o "Pequena Sereia dos 300 reais", a não ser que ele apareça de graça e eu venda por este preço. Dinheiro nunca é demais e aumenta a coleção de jogos! hahahaha!
    Pra fechar, sua conclusão é bem verdadeira. Especialmente os jogos do Mickey são ótimos e até envelheceram bem demais. Isso não só no caso do Master. E o meu preferido também é o Castle of Illusion, que eu gosto até mais do que da versão 16 bits.
    Muito bacana o post.
    Se é que posso sugerir algo, vou ter que ser puxa-saco da franquia que mais gosto e pedir um Master Catálogo de jogos do ouriço mais rápido dos games! Tem bastante jogos estrelando o Sonic e seus amigos. Que tal? :)
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caduco, vc me antecipou uma decisão interna no QG... Eu ia levar ao Adinan a proposta de um catálogo dos mascotes do SMS, Sonic e Alexx Kidd, mas como você já lançou, vamos ver o que fazemos...
      Abraços!

      Excluir
  5. Mais um ótimo catálogo Adinan! Vou aproveitar aqui pra comentar sobre a primeira parte também.
    Realmente essa fase da Disney foi ótima, principalmente com a Sega, e não tem como não se encantar com os jogos do Mickey e Donald para o Master. Há uns anos atrás eu tinha arranjado um disco recheado de roms, e foi a maior felicidade quando encontrei o Deep Duck Trouble, um game que eu joguei quando tinha, sei lá, uns 5/6 anos (memória fraca é isso, tudo de bom haha). Eu só lembrava daquela cena em que tem que fugir de um tubarão, e poder rever tudo isso foi maravilhoso, é mesmo uma coisa inexplicável. O mesmo vale para o Castle of Illusion e o Rei Leão (esse nem tanto), que foram os jogos que joguei na época.
    Dos títulos da primeira parte (tirando o Mickey's Ultimate Challenge) não há nem do que reclamar, são jogos sensacionais, enquanto na segunda parte os que eu joguei e gostei foram o Dick Trace e o Alladin. O Bonkers eu também não curtia o desenho animado, talvez seja mais um motivo pra não ter dado muita atenção para os jogos dele. O Jungle Book até que dá pra jogar tranquilo, ao contrário da Pequena Sereia, que só não é pior que o cara que tá vendendo isso por 300 reais (parece piada isso né? hauauhauhauha).

    Abraços!!

    ResponderExcluir