domingo, 28 de abril de 2013

Diário de Bordo - Golden Axe Warrior - parte II



Boas, moçada?
Tivemos um review e iniciamos um Diário de Bordo de Golden Axe Warrior. Como prometido, acho que estava faltando antes de prosseguir, faltava o How to Use,  para aquele que está desbravando o game comigo, seguir o caminho.
Se você perdeu o capítulo I, clique aqui


GUIDE
GOLDEN AXE WARRIOR
Tela de informações
Locais
Cristais – 0 a 9
Chifres: Dinheiro
Objetos
Magicas
Sábio (Tocha): Salva o jogo
Taverna (Estrela): recarrega
Lojas (Balança): simples e ocultas
Cassino: Jogo
Armas
Item de espólio
Espada: Curta; Longa; (Chama)
Machado: Curto; Dourado
Escudo: Pequeno; Cavaleiro; (Dragão)
Armadura: Malha; Chapa; (Dragão)
Pão: Cura 1 coração
Carne: Cura 3 corações
Pote: Magia
Chifre: Amarelo (x1); Azul (x5)
Pergaminhos de Magias
Objetos Úteis
Trovão – Azul: Tiro à distancia. (1/3)
Terra – Verde: Petrifica e quebra rochas (1)
Fogo – Vermelho: Ataque à Tela (4)
(Água- Branco): Cura (?)
Óleo Mágico: Lubrifica Armadura
Tocha: Ilumina labirintos
(Chave do Ladrão): Abre portas
Objetos Mágicos
Transportes
Maçã Dourada: Recarrega Vida
Pena: Retorna ao sábio, menos labirinto
Sino de Gelo: (?)
Balão Mágico: Visão aérea
Canoa: Viaja em rios e lagos
Corda Mágica: Sobe em penhascos
Botas Rápidas: Dobra velocidade
Navio: Navega pelos mares de um porto

Agora vamos pra estória:

CAPÍTULO 2 – UM ANÃO, UM CORAÇÃO E UM DRAGÃO
Agora que tenho o Machado posso achar buracos cortando árvores. Olho no mapa e vejo que tenho entrar na floresta pra chegar no segundo labirinto. Para minha surpresa, andar na floresta ficou mais simples, consigo abrir caminho em vários pontos. Para conseguir sobreviver, vou procurando estalagens, pois é duro conseguir grana neste jogo. Com o machado encontro um trecho de floresta fechado, uso o machado para abrir caminho: corto a árvore e vejo uma estalagem de graça, no extremo Sul (6º) do ponto 0. 
Não é aqui, mas só pra constar: A floresta vai ficar bem
menos assustadora com o Machado.

Vou procurar agora juntar uma grana. Dou um tempo, e recarrego com a moça que foi com a minha cara...  Vejo numa casinha (não lembro onde) que devo seguir o rio. Vou seguindo para Oeste e acho uma fonte. Mas não é isso. Dou a volta para Leste, e acho o Lago da Baleia cercado de areia no ponto 5ºSul-1ºLeste, mencionado no manual. Passei nele antes, mas só com ele abro caminho para cortar as árvores roxas e o pulador (umas bolinhas chatas). Eis que no buraco abre uma musica familiar de Golden Axe, achei o Guilius Thunderhead!
"Não posso nem abrir minha loja em Shinning in the Darkness,
 que me chamam pra Golden Axe do novo, né?"

Ficou empolgante agora! Converso com ele, e me oferece pra vencer, a Magia do Trovão, o Pergaminho Azul!! Mas o preço é uma Maçã Dourada porque está ferido... Eita! Já gastei a minha. Vou precisar achar a bendita. Andei um bocado! Andei pelo mar. Indo pro Leste, encontro à beira do Mar, à 3º Sul-4º Leste uma casa, o homem me traz um Coração Extra! Só alegria. Foi melhor que a encomenda. Vou pra Oeste, dou a volta no mar (medo dos bichos marinhos!) e encontro no Extremo Sudoeste do Mundo (6ºSul-5ºOeste), a vila de Riksas. Descubro que a cidade é famosa pelas maçãs douradas! Mas onde elas estão?! Uso o machado encontro uma loja (no meio do matagal?!) a maçã por 40 chifrinhos! Agora empolguei e vou procurando outras casas secretas. 
Acho que quebrei meus dentes na primeira mordida...
À Leste de Riksas sinto que tem algo: vou para a tela norte e no canto baixo direito, uso o machado pra descer nas árvores num corredor de árvores e acho uma loja (6ºSul-3ºOeste) e consigo a Pena Mágica por 30 chifres. Pena que fui na fome e procurando casas no ponto 6ºSul 4ºOeste encontro uma outra casa... o problema é que o cara me roubou 30 chifres. Alguém lembra dos duendes que roubavam potes de magia?
Já estragando um pouco as más surpresas, já conto alguns lugarezinhos de ladrões: 6ºSul-1ºLeste, 5ºSul-1ºOeste, 1ºSul-3ºOeste e 0º-6ºOeste. Evitem, bem entendido? Apenas apaguem este trecho quando mandarem o CTRL C+V para aquele colega chato... Acho que é o suficiente e parto de novo o sentido do rio. Quando achei Guilius, foi o primeiro braço do rio, subo mais um ponto pro segundo e acho o fim do rio no ponto 4ºSul-0º. Na foz tem uma casa oculta com um Sábio. Salvo o progresso e sei o que me espera no Ponto 4ºSul-1º Leste. O Labirinto II.
Entrei no Labirinto. A principio, achei básico demais o Labirinto I. Este é um pouco mais complexo. O Machado se mostra bem útil contra os morcegos pelo raio de ação. Encontrei o tesouro do Labirinto, a Tocha. Parece que cada labirinto tem seu item, e deve ter função de ampliar o acesso do personagem... chega de interpretar, guerreiros não pensam, lutam! Eis que dei voltas e voltas e temos o boss Dragão. Tentei enfrenta-lo com o Machado e ele ficou mandando disparos triplos! Mandei o raio da magia tarde demais... GAME OVER!

Tentei de novo porque sou brasileiro e não desisto nunca! Que tenso voltar lá sem a energia cheia para enfrentá-lo. Vou disparando a magia, tô vendo que tá funcionando, ele fica confinado nuns blocos e... GAME OVER de novo!
Tô ficando meio tenso, saio da TV, pego meu aliado, o café. Respiro e volto pro labirinto, tento gastar menos life possível, e percebo que tem um ponto cego do tiro dele, perto do centro, à direita. Vou atirando já que só as vezes tá me atingindo, ele parece fraco, quando acaba minha magia! Cacetada! Pego o machado e mando um só golpe. E dou fim no lagartão Ganho o cristal vermelho pro meu castiçal. Me sinto vitorioso e desligo o Master System.   

CURIOSIDADE: Alguns jogadores criticaram este boss, pois parece estranho terem jogado um Dragão logo no início do jogo, o que geralmente é reservado como boss final ou protetor do vilão final devido ao seu poder. Na verdade, em muitos contos medievais, dragões às vezes são os primeiro inimigos na saga de um herói. Em Tristão e Isolda, o dragão que assolava a Irlanda foi fisicamente terrível, Tristão quase morreu envenenado pelo seu hálito, mas não parecia tão grande quanto nas descrições tradicionais. Em O Anel dos Nibelungos, Siegried também enfrenta o Dragão que lhe dará invulnerabilidade com seu sangue no inicio de suas aventuras. O interessante é que para os dois heróis, o inimigo que lhes será pior é exatamente o humano... 
Agora perigos maiores nos aguardam!
Até a próxima...
     
"Mamãe!"

2 comentários:

  1. Bacana o seu "Diário de bordo" espero que continue escrevendo para acompanharmos essa aventura até o final.
    Isso pode lhe ser util http://www.vgmaps.com/Atlas/MasterSystem/GoldenAxeWarrior-World.png

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Valdir, se liga que a gente vai continuar o desenrolar do game.
      Já estou no capítulo 6, mas registrando aqui aos poucos os acontecimentos.
      Vai rolar no espaço MD mais informações sobre a série Golden Axe, só esperar.
      E obrigado pelo mapa, sou prof. de geografia então é divertido tanto desbravar quanto seguir um mapa. Assim que me ver perdido, vou usá-lo. rss
      Abraço

      Excluir