sábado, 22 de junho de 2013

Master Review - Asterix and The Mission Secret (1993)


Por Tutatis!
Vamos retornar a detonar romanos com um dos clássicos europeus do Master System! O segundo jogo do Asterix prometia superar seu antecessor. Será que conseguiu? É o que veremos no nosso review.


Por Tutatis! Vamos enfrentar legiões romanas e comer javalis com o segundo jogo da série Asterix para o Master System!
Indizível é o que posso falar deste game. Por volta do ano 50 a.E.C. o Império Romano dominava toda a extensão do mundo conhecido, todo menos uma pequena aldeia de Gauleses. O segredo é a poção mágica que dá a quem beber a força de 100 homens!
Se você é fã do baixinho Asterix e seu amigo imenso Obelix, já conhece esta estória. Mas neste game, encontramos uma secreta missão dada a Abracucix, o chefe da aldeia: A poção do druida Panoramix está acabando e fica aos dois heróis da aldeia a missão de encontrar todos os ingredientes pelo mundo antigo.

A cena divertida no início do game é bem divertida!
 GRÁFICOS E SONS
Como já disse, a série Asterix no Master System é um verdadeiro substituto do concorrente Mario Bros da Nintendo. Inegável quando vemos os gauleses “teleportarem” dentro do poço d’água e não lembrar do cano dos encanadores. O gráfico possui o charme dos quadrinhos franceses, com cut-scenes em que você pode escolher o idioma entre francês, inglês ou até alemão. A movimentação é bem feita como nos jogos da Disney. As musicas te farão entrar nos desenhos que “quem teve infância” assistiu na TV. Há algumas perdas em relação ao primeiro game, mas outros ganhos compensam bastante, inclusive velocidade. Os sons novamente nos farão relembrar tanto de Mario Bros quanto desenhos animados antigos.

Dica: A espada serve como "chave" para abrir passagens. 

VINI VIDI VICI!
Uma tendência dos jogos do Master é que se um jogo é bom com 4 Mega, dificilmente conseguirá ter uma continuação superior. Esta versão, no máximo, é equivalente. Continuamos com a opção entre jogar com Asterix e Obelix, com 1 ou 2 jogadores. Mas o estranho é que o joystick do player 2 é o mesmo do player 1... Neste game fica mais nítida a diferença entre Asterix e Obelix. Asterix consegue correr segurando o botão 1, destacando a diferença de velocidade contra força. Asterix morre quando entra na água (e não ter percebido isso, me custou muitas vidas) ao contrário de Obelix que nada repetindo o botão 2. Temos a sensação de um jogo novo a cada opção de personagem, pois você segue caminhos um tanto diferentes.
Eis os caminhos de cada um:

ASTERIX:
PRIMEIRA PARTE
Pradaria
Rio
SEGUNDA PARTE
Caverna
TERCEIRA PARTE
Mar
Barco
QUARTA PARTE
Neve
Gelo
ULTIMA PARTE
Templo 1, 2, 3 

OBELIX:
PRIMEIRA PARTE
Pradaria
Bosque
SEGUNDA PARTE
Caverna
TERCEIRA PARTE
Fundo do Mar
Barco 1 e 2
QUARTA PARTE
Deserto 1 e 2
Ruínas
ULTIMA PARTE
Templo 1, 2, 3
A fase da prancha, você deve escapar dos
peixes e pular sobre eles.

Temos a sensação deliciosa de um desenho animado fase a fase. Primeiro, os romanos não parecem taaaanto o bando de imbecis que sentimos no primeiro jogo. Eles te atacam com suas espadinhas e armas... hum, digamos “sofisticadas” em várias fases. Muito divertida, mesmo simplória é a fase em que Asterix deve pegar a carta de um mensageiro pé-de-vento e você deve barrá-lo com uma pedra pra barrar-lhe o caminho a fim de conseguir dar uma cacetada. Outra fase divertida é quando para invadir um barco Asterix “surfa” numa tábua enquanto Obelix nada mesmo no leito do mar fugindo de águas-vivas elétricas. Nos puzzles você irá suar quando tiver que quicar com o soco para subir no jato d’água ou escapar das ondas de água dentro do barco. Há um trecho que Asterix deve correr e trombar com a parede pra derrubar uma pedra, foi preciso ter imaginação pra descobrir isso...  O sistema de salto e colisões saiu na medida como no primeiro game, o problema é que como falei de continuações de 4 Mega, este é o maior problema do terceiro game da série Asterix and Great Rescue em que muitos gamers reclamaram que você é alvo muito fácil quando justamente está tentando atingir os inimigos.

Dica: se pegar as Asas e morrer, você voltará e
poderá pegar de novo, assim nunca morrerá.

Os power ups são velhos conhecidos: A carne de javali recarrega sua vida, o coração aumenta seu medidor de vida e geralmente está bem escondido, as asas uma vida extra. A poção e a pedra (acionados com cima ou baixo+1) servem para enfrentar inimigos a distância, criar plataformas e até evaporar água. Os ossinhos são para conseguir o bônus stage do cãozinho Ideafix. O Bônus stage é necessário um número de ossos múltiplo de quatro. E lógico, deve achar os ingredientes mágicos, que farão Asterix se erguer de glória ou Obelix dar uma feliz risadinha.    



OUTRA VERSÃO

Aqui no Brasil tivemos outra versão. A Tec toy utilizou o game e o transformou em TV Colosso, nele o chefe da emissora de TV dos cachorros, JF, está doente e os itens são usados para criar a poção mágica para curá-lo. Os heróis são os personagens mais carismáticos do programa, o fantoche baixinho Gilmar e a Boneca enorme Priscila. Os vilões para nossa risada, são as pulgas que zoavam o programa. Eis como ficou a relação dos personagens.

Asterix.....Gilmar
Obelix.....Priscila
Abracucix.....JF
Panoramix....Malabim
Chatotorix....JF
Romanos....Pulgas

O único problema é que ao contrário da série Mônica, o game europeu já foi lançado no Brasil, o que estragou um pouco a surpresa pros pequenos. Mas a localização gráfica foi a mais bem trabalhada pela Tectoy.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Não conseguiria dar nenhuma nota baixa para este game. Embora o primeiro game é mais divertido, este traz alguns elementos novos. A dificuldade é bem avançada, que fará ranger dentes na metade do game. Mas uma dificuldade que o fazem valer a pena pela persistência. A única barra é aguentar a cantoria do bardo Chatotorix!




4 comentários:

  1. Esta ai um jogo que curto muito de Master System viu joguei tanto o primeiro título mas não cheguei a zerar ele tenho que pegar esse jogo de novo e depois jogar esse ai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo, Rock! Briguei muito pra conseguir o cartucho com capa. Ainda é bem dificil pra mim, principalmente na fase do barco. Valeu.

      Excluir
  2. Esse jogo é fantástico! Ainda sou mais o primeiro mas esse foi uma bela continuação com ótimos gráficos, sprites bem animados e trilha sonora caprichada! Ainda lembro da fase do templo com os espelhos que me tirou do sério, fiquei um tempão preso até descobrir como saía dessa fase.

    Pena que só fui conhecer esse jogo no emulador mesmo. Vale notar que o hack da TV Colosso foi na minha humilde opinião um dos mais caprichados da Tec Toy, com direito a música tema e tudo mais, nesse ponto a Tec Toy tava caprichando nas hacks!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, a Sega européia caprichou neste jogo. Tudo muito bem feito, é um dos que tenho mais gosto de admirar o capricho enquanto jogo.

      O TV Colosso é uma hack muito bem caprichada, mas só vi videos, nenhuma jogatina ainda.
      Abraço.

      Excluir