sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Everdrive - Vale a pena?


Diante de uma quantidade cada vez maior de usuários resolvi falar de um periférico na vida do retrogamer: o Flashcart ou Everdriver.


Sempre ambicionei por um Flashcart quando via anunciados na NET. Muitos duvidam de sua necessidade ou desdenham de seu enorme preço. Meu caso foi curioso porque voltei à investir como retorgamer há 3 anos atrás, coincidindo minha saída do Rio pra São Paulo. E lá fui adquirindo cada vez mais cartuchos. 



Com ele, a experiência está completa!


Mas nem sempre o cartucho adorado da infância/adolescência estava acessível. Eu observava a febre de adquirir mais e mais cartuchos dos colecionadores acriticamente, bastava ter o game pra satisfazer, não uma verdadeira empatia com o jogo. Meu prazer é acima de colecionar, poder rever a experiência de jogo mais próximo do original, ou preencher as lacunas da vontade antiga. O engraçado é que fui descobrir o Everdrive pela NET exatamente na minha última cidade no Rio, Volta Redonda, debaixo do meu nariz e não sabia!!


Homebrews rodando no Everdrive perfeitamente.

Aproveitei minha viagem de ocasião de volta à minha velha casa, e a despeito do preço alto que afasta muitos, parcelei pelo banco pra pagar à vista. E digo aos duvidosos: Valeu a pena!

A primeira coisa que vi de bom, óbvio, foi rodar os jogos que já tinha como perdidos de colecionar! Quase desceu uma lágrima quando pensei que não jogaria mais aquele hit de infância. O emulador, apesar de ser uma solução, não me sinto confortável, jogando na TV com console - tradicional - e joystick é melhor.
A segunda coisa foi jogar no meu próprio Master os jogos "desconhecidos" durante décadas. A sensação de "reescrever" o que não aconteceu, quando joguei aqueles jogos que em teoria "perdemos", restritos à Ásia e a Europa. Ter a apenas coleção de jogos japoneses ou coreanos na memória já vale o investimento!


Mesmo os não oficiais do Oriente estão disponíveis.
A única decepção foi a promessa "meio cumprida" que os vendedores afirmaram, de poder jogar aqueles game que você queria portados do Game Gear. Eles precisam de adaptações na paleta de cores pra rodar. O meu é a versão 4 e eles alegaram que a versão 5 funciona. Apenas metade dos piratas coreanos roda.
Mas roda maravilhosamente o SC-1000, podendo barbarizar nos joguinhos mais antigos da SEGA. Roms traduzidas e feitas por fãs, tornam mais forte o vínculo destas versões pessoais e o Master System.

Hoje tenho cerca de quarenta jogos no cartão de memória, divididos por temas, talvez sendo sem graça aos colecionadores, mas bastando uma vida útil suficiente pra satisfazer qualquer retrogamer. Hoje considero indispensável este recurso, mas, lógico, nada me faria abandonar ou deixar de usar os outros carts, não tem preço.  
Recomendo!

12 comentários:

  1. Faz tempo que estou ensaiando para pegar um também! E será pelos mesmos motivos que os seus, jogar jogos "desconhecidos" no próprio Master! Acho que vou à caça de um! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sim, que jogar os desconhecidos como "Dracula" ou "Loreta no Souzou". Corre sim!

      Excluir
  2. Eu tb estou faz tempo ensaiando pra comprar... o preço assusta... mas tenho certeza que qdo pegar vou gostar muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu consegui parcelando com o Banco... Acabou minha coleção aí! Falta apenas eu achar uma Rom do Prince of Persia que sirva... rss Vc vai curtir muito.

      Excluir
  3. Se eu pudesse pegava o Master, o Mega e o Super Everdrive. Acho fantástico flash carts, tenho no meu DS e dá uma nova vida ao portátil permitindo rodar homebrews e jogos difíceis de achar. Tô ensaiando também e acho q vou acabar pegando o Mega Everdrive por permitir que eu possa jogar Master nele também. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Super Everdrive é covardia! kkkk E rodar as homebrews é tudo de bom. Por exemplo, dá a sensação que o "Darc" foi feita pela SEGA ou a Tectoy. Recomendo!

      Excluir
  4. ei eu adoro seu site mais vc pode falar se meu blog esta indo bem ou mau e me da umas dicas ?
    http://gameretr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Passados exatos dois meses do post eu acabei vendo aqui.
    Estou doido por 3 desses (Master, Mega, Game Gear), mas continuo sem coragem para comprar qualquer um deles sozinho. O preço é absurdamente caro. E tem que tomar um certo cuidado com versões e versões que existem, andei vendo coisas do gênero em umas pesquisas rápidas procurando onde a galera tem comprado.
    Eu acho que o investimento deve sim valer a pena, mas enquanto a grana ainda tá curta, o jeito é ficar aqui na vontade... hehe!
    Aproveita o seu para escrever reviews aqui! :)
    Nada melhor que jogar no console diretamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um investimento que coroa a coleção, meu caro! A partir daí, não vi nenhum periférico melhor! E estamos usando sim, no próprio console! Sensação total de game-retro!

      Excluir
  6. Tenho um master everdrive krikkz mas não consegui encontrar a possibilidade de save state para as roms. Alguém pode ajudar? Grato

    ResponderExcluir
  7. Tenho um master everdrive krikkz mas não consegui encontrar a possibilidade de save state para as roms. Alguém pode ajudar? Grato

    ResponderExcluir