sexta-feira, 17 de outubro de 2014

SEGA Graphic Board - Tablet para o Master System (?)

Fala galera!

Recentemente o usuário Bock do SMS Power, site especializado em Master System, venceu um leilão no eBay e adquiriu o SEGA Graphic Board. Já ouviram falar desse hardware?

Previsto para ser lançado no Japão, o SEGA Graphic Board chegou a ter protótipo desenvolvido para o Master e com o fracasso do console na terra do sol nascente o tablet seria modificado para ser usado no Mega Drive. Inclusive teria um drive de disquete para provavelmente salvar as imagens geradas pelo software. Mas no final ele nunca foi lançado, nem no Japão.


Esse tablet conta com 3 botões de ação e resolução de entrada de 256x192 pixels, embora o software de desenho no Master System tenha apenas uma área de 176x144 pixels para trabalhar. O software foi desenvolvido por Kazuo Wakihara, responsável também por alguns clássicos da SEGA como Columns.

Me pergunto o porque desse periférico nunca ter sido lançado. Considerando o sucesso de Mario Paint, talvez o preço final tenha ficado proibitivo para justificar seu lançamento ou até mesmo o baixo desempenho do Mega Drive no Japão (ele perdia até para o PC Engine por lá), mas seria sem dúvida uma boa alternativa ao Mario Paint, até porque desenhar usando o mouse ninguém merece.



Para mais detalhes, clique AQUI e confira as imagens, as screenshots do programa de desenho e a ROM para download. Há uma nova versão WIP (Work in Progress) do emulador MEKA que já suporta a ROM e simula o Graphic Board. Aliás para quem não sabe Bock é o desenvolvedor principal do MEKA.



E aí pessoal o que acharam dessa SEGA Graphic Board? Sucesso ou fracasso? Vocês iam querer uma dessas belezinhas? Eu curto desenhar e sempre quis o Mario Paint quando criança, então se esse negócio fosse lançado para o Master pela Tec Toy era bem capaz de eu querer um desses de natal, mas dúvido que eu ganharia considerando que o preço desse periférico não deveria ser muito em conta. De qualquer forma, comentem e conversem conosco! :)

Abraços e até o próximo post!

6 comentários:

  1. Este acessório estaria a frente de seu tempo, porém o alto preço provavelmente não permitiria que o mesmo fosse um sucesso comercial.
    Com certeza iria desejar adquirí-lo, tornando-se um objeto de desejo ao lado do Game Gear.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Claudio. E olha que a SEGA não se importava em lançar periféricos caros como o SEGA CD, mas para não terem lançado esse tablet provavelmente o preço ficou bastante alto para justificar a venda. Uma pena porque esse tablet parece ser bem legal.

      Excluir
  2. O que eu acho engraçado é que isso deve aparecer em alguma revista especializada em games antigos e vão taxá-lo como "trambolho", porque muitos nerds desvalorizam o que não fez sucesso. Vide Sega Vr (os VR de agora não são nada mais do que aperfeiçoamento de projetos antigos - não digo que sejam aperfeiçoamento do sega vr). Eu lembro que ridicularizam o tamanho, mas não pensam no peso. Nem tudo que é grande, é pesado, depende do material usado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Leandro. E ridicularizar esse tablet pelo tamanho nem teria cabimento considerando que estamos falando de um hardware lançado nos anos 80; não tinha tecnologia na época para chegar ao tamanho dos tablets de hoje. Este projeto e o SEGA VR estavam muito a frente do seu tempo.

      Excluir
  3. Pena que não foi lançado. Mas também duvido que eu ganhasse na época =P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idem aqui, imagina se meu pai compraria um tablet desses. Ele provavelmente diria "pra quê comprar isso se você pode desenhar com lápis e papel que é mais barato?" kkkkk :P

      Excluir