sábado, 7 de outubro de 2017

MD How to Use - Dragon Ball Z: L'Appel du Destiny (1994)



E aí pessoal!
Percebendo a onda aqui no Brasil em torno da série Dragon Ball Super, decidi me aventurar na versão Mega Drive da série de quadrinhos/desenho mais querida do Japão, mas ironicamente usando a versão francesa. Como? Sim é o que veremos em Dragon Ball Z: L'Appel du Destin.


Preciso explicar a origem de Dragon Ball? Todos já sabem, mas quando lançou por estas bandas já tinha décadas a série, criada em em 1984 o mangá. Um menino com cauda de macaco chamado Goku que com sua amiga, a adolescente Bulma caçavam as 7 esferas do dragão que juntas realizavam um desejo. Em Dragon Ball Z, Goku cresce, tem filhos e descobre que é um Sayajin, uma raça guerreira que conquistava planetas. O enredo é aquele de sempre: terríveis inimigos que viram aliados poderosos, combates com superpoderes que destroem planetas, cenários destruídos. O desenho da série Z foi produzido entres 1989 a 1996.




Diante do sucesso, a Nintendo via Bandai havia lançado 3 games: Super Botuden 1 e 2, de luta, e um RPG. Botuden 1 era mal programado em seus controles e mesmo assim, estourou vendas no Japão. A SEGA também solicitou sua versão para Bandai. Como anime era "esquisitice" pros americanos, o jogo só tem as versões japonesa, Buu Yuu Retsuden e francesa, L'Appel du Destin, lugares em que o desenho fez sucesso primeiro. Havia ainda a versão portuguesa, que nada mais é que com uma capa nova e um adaptador.   
Como a Tectoy fez com Yu Yu Hakusho no Brasil, a Bandai francesa fez o mesmo com esta versão, num trabalho até superior traduzindo pro francês de acordo com a dublagem, parecendo mesmo que o jogo é original do país. O máximo da adaptação é que Vegeta chama “Kakaroto” por "Sangoku", o que não ocorrem em outros jogos como DBZ 3 de SNES (na introdução ouve-se sua voz o chamando com o nome de batismo sayajin).



GRÁFICOS  E SONS
Os personagens são um pouco menores que as duas versões Botuden do SNES, mas são mais estéticos. As vozes são um pouco abafadas, mas nenhum problema com efeitos sonoros. Os cenários são típicos, estradas e planaltos na Terra e no planeta Namek. Personalizados são a arena do torneio Budokai, a Sala do Tempo e a casa do Kame, mestre de Goku. Um fato curioso são as  cutscenes que parecem que foram escritas pelo próprio Akira Toriyama e equipe e a transformação em Super Sayajin: A família Goku está sempre transformada, enquanto a família Vegeta se transforma antes da luta. Nunca entendemos o motivo. As músicas são repetitivas, mas elas são de acordo com a série animada, parecendo reedições das melodias originais. Costumo dizer que a vinheta de seleção dos personagens lembra a abertura do Globo Reporter, mas é impressão. Você sentirá lentidão dos movimentos e sons de golpes secos, mas o primeiro é para funcionar o voo adequadamente e o último é visto na própria série. As poses antes e depois dos combates são de calar a boca dos críticos: se foi vitorioso quase perfect, ele vai comemorar, se foi com Life baixo, ele vai inclinar-se pra descansar.  


Veja o Planeta Namekusei:
Há sua versão intacta e sua versão destruída por Freeza.

SISTEMA DE BATALHA ÚNICO
Uma série em que todos usam abusivamente raios e voos quase como um vale-tudo, a Bandai teve de criar um Sistema diferenciado com 5 elementos:

1-O afastamento  dos personagens com a tela dividida, em cenários gigantescos, aproveitando para usar os;


O inimigo está com KI vermelho? Mande o Raio!

2- Raios diferenciados, como todos os personagens lutadores usam Raios, há uma grande variedade deles. No SNES, havia um botão para o raio mais simples, no Mega é um comando. Um exemplo é a técnica Kienzan (cortar o inimigo com um disco de energia), técnica de desespero na série usada por Kurilin, Vegeta e Freeza, o golpe é teleguiado, porém não causa o dano fatal que apareceu no anime... Há também os Super Raios em que gasta grande quantidade Ki e causa grande Dano, e que possui alternativas de resistir.
çè+A – Bloquear: Perde parte do Ki e reduz dano.
⇗⇙ +A - Desviar: segura com as mãos.
éêè+A - Fuga: Sabe quando no anime, o guerreiro jura que atingiu e ele escapou?
êçè+A - Raio Oposto: Devolva a gentileza pro carinha e vê se ele dá conta. 


A sala do Espírito e do Tempo é limitada e por isso,
 o espaço é menor e a gravidade é diferente.

3- Os personagens possuem Voo (botão C) e Dash (dois toques) na prática movem-se no céu como em terra mas com movimentos mais leves. Considere como 2 andares.


Batalhas aéreas: Para o bem e para o mal da jogabilidade

4- Os personagens tem um repertório de 8 a 9 golpes especiais. O diferencial está nos raios variados (que gastam Ki) e golpes de finta que enganam o inimigo. Appel' du Destiny valoriza mais o combate físico que Botuden 1 e 2. Infelizmente, os combos parecem limitados como Dancing Kick de Goku, não é que você o acertou o primeiro golpe, que terminará toda a sequencia. Para isso, há outra opção;

5- Existem Golpes secretos, entre eles os Meteor Attacks, aqueles lendários combos em que o inimigo voa, é lançado ao chão, quebra uma montanha, etc. O único problema é atingir o primeiro golpe, o comando resulta num upper. Mas quando acerta!... Salvou minha partida várias vezes depois que peguei o jeito. Logo, entendi que é merecimento mandar com sucesso um golpe desse. 
Um golpe secreto banal é o Sliding Kick que todos possuem. Encontrei também 4 Desesperation Moves, com Life em 1/4 e KI mais de 3/4. Só os personagens mais "malvadões" (incluo o Vegeta!) que encontrei a técnica. 

Mas nem tudo são flores, com exceção do tamanho ou ter uma cauda (como Freeza), os golpes normais são parecidos e os saltos funcionam com uma gravidade meio alterada, coisa que só fica melhor em Hyper Dimension. Temos a sensação de pobreza dos golpes normais, mas vemos outros detalhes que o compensaram.
Com a variedade de Raios, é fácil esquecermos os golpes físicos, mas L'appel du Destin enfatizou o combate corpo-a-corpo mais que seus antecessores, coisa que só com uma análise mais profunda (típico deste louco que vos escreve) consegue apreciar. Na minha lista de golpes separei os golpes físicos dos raios e percebi melhor e até encontrei padrões de golpes entre personagens relacionados.  Por exemplo, a técnica Coup de Grisou (uma barreira de fogo) é a cara dos personagens que cercavam Freeza, logo Guinyu e Vegeta são os poucos que a possuem também, e curiosamente Trunx idem.



Os personagens escalados são onze: Do núcleo Sayajin temos Goku, Gohan Pivete, Vegeta e Trunx. Da 1º Saga, temos Likun, Guinyu e Freeza, Da 2º Saga temos, (além de Trunx jovem) a Andróide Nº 18 e Cell. Dos eternos amigos coadjuvantes, esquecidos em DBZ 3, temos Piccolo e Kurilin.  Na época, o anime ainda estava na fase de Boo.

DESTINO DO GUERREIRO Z
O que mais gostei nesta versão é que o modo Histoire (Story), cria uma “linha do tempo” de 8 batalhas de acordo com o personagem. Cada personagem tem seu Boss (de uma batalha em que foi morto, ou um rival clássico) e dispensa outros que pouco tem a ver sua história.
Por exemplo, Freeza tem como objetivo se livrar dos Sayajins e seus aliados, então dispensará seus seguidores e terá como ultimo inimigo Trunx, que o derrotou definitivamente. Pode ser um tanto estranho uma luta entre a Nº 18 e Likun (que jamais se encontraram) mas há uma lógica de inimigos, até seu destino final, Cell (na forma perfeita?) que pretende absorvê-la. 
Vejamos o caso de Goku: Os primeiros combates, ele enfrenta os 3 vilões da Saga de Freeza como na série. Segue um "amistoso" com Trunx e Piccolo na Sala do Tempo pra se aperfeiçoar. Aceita, lógico, o desafio de Vegeta antes do fim. Finalmente, enfrenta Cell pra salvar a Terra e finaliza com seu legado transmitido na luta contra Gohan, dependendo da dificuldade uma cena diferente pra Goku.   Faz todo o sentido.
Vamos ver os guerreiros Z e seus golpes:
- Os listados em azul são os que consomem KI, os Raios.
- Os com asterisco (*) são os golpes secretos e (**) Desesperation Moves.
- Carregue o Ki com A+B ou direcional esquerda-direita quando  estiver vermelho.


GOKU
Astro da série, Sayajin que caiu na Terra e se tornou bom. Desde então, sua missão é defendê-la e desafiar os mais fortes. Goku é a referencia de Life inicial, é bem apelão e além da força, tem boa táticas. Coude Poing é um recuo com ombrada, bom pra iludir inimigos. Seus golpes são bem aproveitados da série. O Kayoken dá um clarão que inibe o inimigo, truque desleal. O G. Pression usa apenas o ar acertando inimigo de qualquer distância, (desleal!) use pra evitar os Raios do inimigo. De pertinho, abuse do Dancing Kick que irrita a CPU. Só faltou a Genki Dama O Meteor attack é uma série de um upper pra subir, um chute pra descer e uma ombrada que isola o inimigo fora do cenário. Seu golpe secreto preferido é o Teleporte, surpreenda o inimigo se aproximando na hora do Raio ou nas costas do inimigo durante uma voadora. Arremesse o inimigo: se ele voltar, receba com Genoux Kick. Chefe Final: um amistoso com seu filho Gohan.

Goku

çè+A – Balle de Feu
èçè+A – Kayoken
(c)êç+A – Volee Balles
(c) êè +A – G. Pression
êç+A – Coude Poing
çêè+B – Dancing Kick
+ B – Genoux Kick
èêç+A – Kame Hameha
êçè+A – C. Kame Hameha
èêçè+B – Meteor A.
* èê +B – Sliding Kick
* èê +B (Ar) – Trash Down Kick
* èçè+b – Teleport



GOHAN
Filho de Goku e Chi-Chi (a mulher mais ponderosa da Terra) e foi tomado por Picollo como seu aluno. Na prática, ele funciona como Goku + Picollo em termo de golpes. Começa com menos energia e é um oponente menor de ser atingido, passa até por baixo de Raios altos. Supasutoreto é um golpe original ótimo pra surpreender e isolar o inimigo. Do pai, encontramos o G. Pression (ô, menino forte!), o Teleport e o Dancing Kick, que derruba com rasteira, mas os Multi Punch parece mais eficiente. De Piccolo, há golpes interessantes como o Levitation Kick no ar e o Choc Vague, é uma magia de chão que teima em atingir quando aterrisamos, o Meteor Attack é o mesmo de Piccolo. Seu Raios ainda honram seus tutores: Kame Hameha e Masenko.

Gohan
çè+A – Balle de Feu
èçè+A – Choc Vague
(c) êè +A – G. Pression
êè +A – Supasutoreto
-
çêè+A – Multi Poings
çêè+B – Dancing Kick
èê +B (Ar) – Levitation Kick
çêèç+A – Masenko
êçè+A – C. Kame Hameha
* èê +B – Sliding Kick
èêçè+B – Meteor A.
* èçè+b – Teleport



PICOLLO
Filho do Rei Maligno Picollo, e a outra metade de Kami-Samá, o deus protetor da Terra. Pertence a raça dos Namekusei, criadores das Esferas do Dragão. Começa com menos energia que a média. Piccolo curte chutes, Sonic Kick é uma voadora horizontal que vai e vem, enganando o inimigo. Levitation Kick dá uma sequencia no ar. Piccolo Kick é uma joelhada contra voadoras. Seu trunfo contra inimigos mais poderosos é o Watts Miracle, eletrificando com os olhos, compensa a diferença de poder. Tem o recuo com ombrada como Goku. Seu Meteor Attack é o que tenho mais facilidade de fazer, e é lindo: levanta o inimigo com 5 chutes e desce com outros cinco. Picollo tem animações legais. Certa vez, numa disputa de raios, perdi um braço e CRESCEU OUTRO! Se vencer com uma boa quantidade de Life, verá vestir sua capa e turbante.  Makanko Sampo, feito com os dedos, é um dos Raios mais maneiros do jogo. Seu Final é com o próprio pupilo Gohan. É um dos meus preferidos.


Piccolo
çè+A – Rayon Miracle
èçè+A – Choc Vague
-
çê+A – Watts Miracle
êç+A – Coude Poing
èçè+B – Sonic Kick
çê+B – Piccolo Kick
èê +B (Ar) – Levitation Kick
èêç+A –Geki
êçè+A – Makanko Sampo
* èê +B – Sliding Kick
çêèç+B – Meteor A.



VEGETA
(chamado de Bedjita ou Vedjita em diversas versões) Principe dos Sayajins, rival de Goku. não aceitando a derrota, está sempre atrás dele. Vegeta foi chamado por Picollo de “mestre das Batalhas” e confirma isso com grande quantidade de fintas. Coude Sayan dá a volta no inimigo e o acotovela por trás. Turn Kick além de anti-aéreo, volta ao mesmo lugar atacando inimigos desprevenidos.
Tem uma série de Raios variados, Volee Balles é sua arma preferida na série, no estilo Shang Tsung. Coup de Grisou é ótimo pra receber o inimigo que corre e bloqueia raios. E ainda pode usar o Kienzan, que no desespero copiou de Kurilin o disco teleguiado.
Ele tem um conceito interessante de Meteor Attack: um mais simples que a maioria, o Demon Meteor, e um secreto que funciona como Desesperation Move, você joga o inimigo no chão e manda uma chuva de raios (sim, você já o viu fazer isso contra um Boss quando desesperado!). Gosto de usar Vegeta pra lutar de perto, alternando Coude Sayan, Turn Kick e Demon Meteor, isso o faz dominar a luta. 
O mellhor truque é arremessar o inimigo, e preparar o Demon Attack e Turn Kick quando retornar. Seu Final é contra Goku que possui uma obsessão enrustida...

Vegeta

çè+A – Balle de Feu
êè +A – Coup de Grisiou
(c) êè +A – Kienzan
(c)êç+A – Volee Balles
êç+A – Coude Sayajin
êè+B – Turn Kick
çê+A – Demon Meteor
çêèç+A – Final Flash
êçè+A – Big Bang
* èê +B – Sliding Kick
** èêçè+B (P) Rain Bean



TRUNX
Filho de Vegeta com Bulma, que veio do futuro para deter os Androides Nº 17 e Nº18, e evitar a criação de Perfect Cell. Possui energia extra. Trunx é bem original em estilo de luta. Como o pai tem predileção pelo Coup de Grisou. Trunx manda loucamente nos Raios como Balle Fission  e E. Lame. Um se divide, outro é rasteiro, ótimo pra você bolar uma estratégia a distância. Na luta física, tem o Trash Down Kick do Goku, o Multi Poings de Gohan (melhorado devido ao tamanho) e o Volee Kick que faz uma dança curta. A melhor tática é chegar perto e minar a defesa do oponente com estes combos, alternado com Sliding Kick. O Meteor é bem simples. um upper pra subir, um arremesso pra  baixar e um pisão pra finalizar.  
Lendas dizem que Trunx usa sua espada, mas quem souber como fazer, sua dica é bem vinda.

Trunx
çè+A – G. Cannon
êè +A – Coup de Grisou
èçè+A – Balle Fission
(c)êç+A – E. Lame
çêè+A – Multi Poings
èçè+B – Volee Kick
èê +B (Ar) – Trash Down Kick
çêèç+A – Panink Atashiku
êçè+A – Futsushi Yubasuta
* èê +B – Sliding Kick
èêçè+B – Meteor A.



KURILIN
(Krilin ou Kuririn em outras versões). Melhor amigo de Goku desde a infância, ambos alunos de Mestre Kame.
Apesar de sempre atrás de Goku, é o humano mais poderoso da Terra.Tem energia menor comparado a Goku. Terá técnicas parecidas com o amigo. como o Kayoken (que compensa ser um personagem mais fraco), os Volee Balles, o Dancing Kick, e claro, o Kame Hameha.
Kurilin apelou pra diversas estratégias pra compensar a diferença de poder entre ele e os inimigos que surgiram, entre elas as técnicas Kame Hametake, em que usa o impulso dos Raios pra ganhar mais força, lembrando T. Hawk, um como antiaéreo outro como mergulho aéreo. Ele usa a técnica Kienzan para atingir em qualquer lugar o inimigo.  O Meteor dele é vibrante: oito voadoras em zigue-zague. Seu combate Final é contra Nº 18 para evitar a criação de Perfect Cell, pois nessa linha do Tempo são desconhecidos, mesmo tendo uma queda por ela.

Kurilin
çè+A – Balle de Feu
èçè+A – Kayoken
(c) êè +A – Kienzan
(c)êç+A – Volee Balles
êç+A – Kame Hametake
çêè+B – Dancing Kick
èê +A (Ar) – C. Kame Hametake
èêç+A – Kame Hameha
êçè+A – C. Kame Hameha
* èê +B – Sliding Kick
èêçè+B – Meteor A.


LIKUN
(Recuum ou Rikun em outras versões), um dos cinco guerreiros das Forças Especiais Guinyu. Possui uma força física absurda só superada pelos poderes de outros personagens, apesar de energia baixa. Seus golpes, Likun Attack e Likun Kick, são lentos porque ele gosta de fazer poses. Possui Golpes de arremesso brutais, com direito a um pilão no estilo Zangief, o Likun Smash e o Likun Bomb que enterra o inimigo. Seu golpe secreto é o Wining pose (as Forças Especiais adoram fazer poses no estilo Changeman!), em que fica invulnerável, então cuidado se ele fizer sua coreografia. Likun é a prova que esta L'Appel du Destin não se resolve tudo só no Raio. Nunca carregue o Ki logo no inicio da luta contra ele. Seu adversário Final é obviamente Goku.


Likun

çè+A – Balle de Feu
èçè+A – Super Protetion
(c)êç+A – Volle  Balles
êè+A – Likun Attack
çê+B – Likun Kick
êè+B (P) – Likun Smash
çê+A (P) – Likun Bomb
èêç+A – Energy Cannon
êçè+A – Balle Demon
* èê +B – Sliding Kick
*èçè+B – Victory Poser



GUINYU
Homem de confiança de Freeza, chefe de Likun. Obedece o mestre no plano de Conquista do Universo.  Guinyu tem um estilo semelhante a Likun, mas não é tão forte. Ele, porém, demora muito com suas poses antes dos golpes especiais. Destaque pro Dinamite Poings, em que um salto dá sequencia a 3 golpezinhos. O Super Kick é uma versão mais fraca do Sonic Kick de Piccolo. O seu Desesperation secreto é o Body Change (aparece como um "?" no tutorial). Caso esteja com Ki alto e Life baixo e MENOR que o inimigo você dispara um raio e troca de corpo com o inimigo. Foi tranquilo pra mim usar Guinyu. Quando não ganhava com folga, trocava de corpo. Era covardia.  Seu adversário Final é Goku.

Capitain Guinyu
çè+A – Balle de Feu
èçè+A – Choc Vague
êè +A – Coup de Grisiou
(c) êè +A – G. Canon
êç+A – Coude Poing
èçè+B – Super Kick
çêè+A – Dinamite Poings
                  -
êçè+A – Guinyu Smash
* èê +B – Sliding Kick
** èêçè+B – Body Change




FREEZA
Imperador Galáctico que destruiu o planeta dos Sayajins, deseja encontrar as Esferas do Dragão pra se tornar imortal.
Obviamente, Freeza possui energia extra. É um dos personagens do CPU que dá mais trabalho. Ataca com a cauda, além de braços e pernas. Suas melhores armas são o Coude Poing dando ombrada por cima e o Tete Demon, a Cabeçada usado quando muito longe ou esperando rasteira. Couteau Demon só deve ter a finalidade de pular magias, pois encaixa raramente a cauda no  inimigo. O Meteor attack é uma série de 2 chutes sobe-e-desce de andar e Tete Demon que isola o inimigo fora do cenário. Tem um secreto desleal: Psycho Kinesis levita o inimigo e o explode. Curioso que minha primeira vítima foi justamente Kurilin, que morreu com este golpe. Dos vilões, Freeza é o que sinto mais graça em jogar. O seu Raio é justa aquela bola que destruiu Namekusei (Devia ser Game Over se errasse!). A luta Final é com Trunx que veio do futuro pra detê-lo.

Freeza

çè+A – Rayon Freeza
èçè+A – Choc Vague
êè +A – Coup de Grisou
(c) êè +A – Kienzan
êç+A – Coude Poing
çê+A – Tete Demon
èçè+B – Couteau Demon
çêèç+A – Balle du Demon
êçè+A – Mega Buster
* èê +B – Sliding Kick
çêèç+B – Meteor A.*
** èêçè+B – Pshycho Kinesis




A Nº 18
Androide criada para derrotar Goku ao fundir-se com Cell. Única mulher do Game. Se tornou a Esposa de Kurilin. Começa com menos energia. Os Raios é que são seu forte, um deles, o Pappilon Balle é nas costas do inimigo. Os especiais físicos são bons pra surpreender a distância. Tem uma boa cabeçada, Tete Attack como o Freeza e o Multi Kick funciona como o Levitation Kick de Piccolo. Quando defende um Raio, é a ÚNICA A CRIAR UM CAMPO DE FORÇA. Nº 18 é baixinha e uma boa opção. O Seu Meteor é uma sequencia de golpes num voo horizontal. Nesta linha do Tempo ela já é casada com Kurilin e treina com ele no início. Seu Final é contra Cell (que já está na forma definitiva) que decide absorve-la.

Le Nº 18
çè+A – Rayon 18
êè +A – Pappilon Balle
èçè+A – E. Lame
(c)êç+A – Volle  Balles
êç+A – Coude Poing
çê+A – Tete Attack
èê +B (Ar) – Multi Kick
èêç+A –Energy Vague
êçè+A –Energy Cannon
* èê +B – Sliding Kick
çêèç+B – Meteor A.*




PERFECT CELL
Androide criado pelo Dr. Maki Gero para derrotar Goku, possui as células de todos os grandes lutadores, (menos Gohan e Trunx) se tornou a Forma Perfeita ao absorver os andróides Nº 17 e Nº 18. Manterá essa forma no game, mesmo contra a Nº18. Cell possui habilidades de diversos lutadores. O que peca em Cell é ser muito grande, e por isso, lento para o jogador, para compensar essa multitarefas, mas dá pra jogar! Possui o Raio simples de Piccolo, o Miracle. Tem G. Pression e Teletransporte de Goku. Tete Demon de Freeza. Coup de Grisou de Vegeta e Freeza, aperfeiçoado por ser aéreo. Cell Kick é inspirado no Demon Meteor de Vegeta. Os Super Raios são o Kame Hameha de Goku e o Makanko Sampo de Piccolo. Tem ainda um Desesperation Move é uma sequencia de Raios como o de Freeza. 
Enfrentará Gohan no final, que o derrotou como ultima esperança da Terra... Será o fim do planeta. 
Perfect Cell
çè+A – Rayon Miracle
(c) êè +A – G. Pression
èê +A (Ar) – Coup de Grisiou
(c)êç+A – Volee Balles
êç+A – At. Acelerate
çê+A – Demon Meteor
çê+B – Tete Demon
èêç+A – Kame Hameha
êçè+A – Makanko Sampo
* èê +B – Sliding Kick
* èçè+b – Teleport
**  çêèç+B – Needle Rush
______________________________________________________________________



CONSIDERAÇÕES FINAIS 
Vamos ser francos. Os Dragon Ball's de 16 bits de luta foram quebra galhos. Para um anime com estas característica, percebemos que a mecânica foi a tentativa de adaptar algo para uma engine de um tradicional jogo de luta. Sai perdendo num quesito que é sacrificar o combate com golpes normais. Jogar este Dragon Ball parece inútil se você já jogou o DBZ Final Bolt de Playstation. Mas não fiquemos tristes. L'Appel du Destin não é tudo o que criticam desde que você deixe de lado um pouco os Raios e treine os golpes físicos, que os Raios aparecerão conforme o momento oportuno. E o grande mérito definitivo são as linhas do tempo. Se tiver paciência, ouça o apelo do Destino. Gambate!



4 comentários:

  1. Parece ser um jogo bem interessante de se jogar não cheguei a ver os outros jogos do Dragon Ball Z mas acho que vale a pena dar uma conferida em alguns desses.

    ResponderExcluir
  2. Salve, Rodrigão!
    Tudo bem?
    Mandou super bem no texto, hein? O quê, não é nenhuma novidade, vindo de você.
    Como te disse "em outro mídia", tenho este cartucho mas, o joguei pela primeira vez mesmo, em 1998 por meio de emulação. Já tinha visto fotos, mostrando, que existia uma versão do game para o Mega Drive nas revistas da época. Mas, a "fita", nunca apareceu para mim.
    Os jogos de Dragon Ball Z já eram conhecidos da galera, em suas versões de Super NES. Naqueles tempos, só podia deduzir que se tratava em algum desenho japa até que, alguma publicação, nos revelasse do que se tratava. O game, conseguiu ficar famosinho, sem qualquer informação de fato, sobre ele. O quê é bem curioso porque, se disser para algum moleque hoje que, uma geração inteira, só conheceu DB por conta dos jogos, sem saber "patavina" do que se tratava, vão estranhar (o mesmo, vale para Yu Yu Hakusho).
    Eu, por achar esses games muito travados, nunca curti tanto. Quando os joguei, até fiz os finais, com base, em conhecimento prévio do vindos de "Street Fighter e Cia Ltda" mas, não passou disto.
    Agora, depois deste review, bateu a vontade de revisitá-lo. Até vou "printar" até os comandos da tela, para me ajudar desta vez. Afinal de contas, se tive conragem de encarar aquela tranqueira do KOF 99 do Mega, porquê não, este DBZ? Rss!!!
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  3. Matéria muito legal e bem escrita. Eu lembro do DBZ Final Bout do PS 1, eu o tinha, mas o jogo era ruim demais, muito lento.

    ResponderExcluir
  4. Já fui buscar em jogos europeus versões únicas. Tem coisas que só tem lá. Gosto de Dragon Ball, mas não consigo jogar com essa mecânica de dividir a tela in game, quebra o timming do jogo. Ótimo post.

    ResponderExcluir