terça-feira, 31 de dezembro de 2019

O que você jogou em 2019?

Salve pessoal!!
Vamos encerrando mais um ano de 2019!
O QG Master continua vivo e continuamos seguindo nossos passos, jogando nossos jogos na medida do possível rumo ao último ano da década. 



Rodrigo
Olá amigos!
Este ano, sinto que joguei tanto quanto em 2018. Apesar do curto tempo, é reconfortante lembrar que foi bem mais jogatinas que em 2016 e 2017. Este ano foi quase dedicação exclusiva ao Mega Drive:

Water Margin (Mega Drive)


Batizado de Shui Hu Feng Yun Zhuan na China, este é o destaque de menções honrosas das novas Roms circulando por aí que desentoquei, graças a galera que tem desenvolvido, desenterrado e traduzido vários jogos novos ou desconhecidos.
Desenvolvido pela Never Ending Soft Team, este jogo conta com três heróis da China Antiga enfrentando um exército de  guerreiros com táticas diversas. A jogabilidade lembra bastante o eterno Golden Axe.  

Comix Zone (Mega Drive)

Quando lançado em 1995, Comix Zone ganhou destaque na  revista que eu lia e ainda estava na geração Master System. Apesar de ter matado a curiosidade, este ano que decidi realmente levar este jogo a sério, e confirmar que, mesmo sendo curto, é uma das obras primas do Mega Drive, tanto na Arte quanto na animação. Verdadeira viagem no mundo dos Quadrinhos.   

Phantasy Star II (Mega Drive)

Vocês acharam que não ia ter Phantasy Star? Erraram! Este ano decidi pegar pesado, e voltar onde parei em 2018, sendo que foi da série clássica, o único que não tinha zerado sozinho. Meu maior erro foi tentar jogar esse jogo perigoso sem fazer o  Grinding. Após alguns dias que só upava, retornei e agora estou achando o jogo mais justo. Acredito que o RPG mais hardcore estará zerado novamente antes das 23:59 do dia 31! Na equipe Rolf, Rudo, Amy e Shir!   

Espero que tenham gostado!
Deixo como menções honrosas Xenocrisis e Ultrcore! Tem muita coisa boa vindo em 2020!

Um Feliz Ano Novo!






Douglas
Saudações, caros amigos do QG Master!
Tão tradicional quanto o Especial de Natal do Roberto Carlos, é o nosso de mais jogados no ano. Como não poderia deixar passar batido, eis os meus detaques de 2019. Eu joguei outros mas, estes, acabaram tendo maior atenção de minha parte.
Vamos lá?

Batman - The Return of Joker (NES)


Naquela época, achávamos um jogo legal, tão somente, porque era legal... simples assim. Éramos alheios à questões técnicas. Quando vamos jogando títulos de um determinado sistema, nos acostumamos, com alguns padrões como os tons de cor, timbres de som, rítmo de "framerate" sem nos darmos conta. Assim, acabamos adquirindo um certo "mapa mental" de como as coisas são normalmente. Por conta disto, sempre que surge algo diferente, acaba nos surpreendendo.
A Sunsoft era uma das que sabiam driblar os limites aparentes de hadware do NES, de um jeito, que me pego pensando, como conseguiram tal proeza. Lembrando, este console, foi projetado para ser capaz de rodar Donkey Kong. Então, ver um game com um sprite grande do Batman, cenários super detalhados, cores vívidas (não sei como acharam aqueles tons, numa paleta de cor tão limitada), embalados com uma trilha sonora fantástica, foi mesmo de impressionar.
Este ano, por saudosismo, saquei o cartucho - o mesmo que loquei num longinquo 1991 - e pluguei em meu Top Game VG-9000. Sim! Um CCE, ainda funcionando e que nunca foi para o concerto. Como diria um amigo próximo, "É uma mosca branca".

Golden Axes (Mega Drive)


Não me recordo a razão mas, me deu vontade, de maratonar games da franquia Golden Axe mas, os que posso jogar em meus consoles (tenho dessas "manias"). Assim, foram os GAs de Master System e o 1, 2 e o 3 de Mega Drive. Porém, me impus uma condição: jogá-los e concluí-los de todas as formas possíveis.
Assim, no caso da versão Master, o fechei com cada magia... e foi isto, não há mais o que se explorar nele. Já nos demais, o objetivo era fechar com todos os personagens, em todos os níveis de dificuldade e variações de rota (no GA3).
Devo ter começado por volta do mês de julho e, ainda, não consegui fazer tudo. Na verdade, empaquei no GA2, com o Ax-Battle e jogando no Hard. Está meio"complicadinho" mas, quem sabe um dia, eu consiga?

Tekken 2 (Zeebo)

O povo se esbaldando no Tekken 7, e eu, ainda no 2? Confesso... nunca fui muito ligado pois, prefiro Virtua Fighter. Juntando isto, ao fato, de preferir games clássicos, este e tantos outros, foram ficando para trás.
"Mas, Douglas... como pode ter um Zeebo? Este console é uma droga!". Escrevi um review, recentemente, sobre ele aqui no QG e acho este tipo de comentário um tanto exagerado. Também, não vou entrar em detalhes sobre o game, o intuito aqui, nem é este (o fiz, no mesmo texto).
O que posso dizer é que, hoje, entendo melhor o porquê do sucesso da franquia pois, ainda em seu segundo game, já se mostrou um projeto robusto e com muito potencial para expandir ainda mais. Isto ocorreu, atingindo patamar de rivalizar com Street Fighter em popularidade.
Fato é que, o tenho jogado com certa regularidade e curtido bastante (uma hora, chego lá no 7... sem pressa. Rss!!!). 

Batman & Superman - Os Melhores do Mundo


Este game não existe mas, bem que poderia. Esses dois são, nada mais, nada menos, que os maiores heróis das HQs, juntos da Mulher Maravilha (não adianta espernear aí, fã da Marvel). Essa trinca, andou aparecendo em alguns jogos ao longos dos anos mas, o "Vigilante de Gothan e o Último Filho do Kripton", receberam bem mais.
Assim como foi com Golden Axe, em algum momentos deste ano, me deu vontade de jogar títulos que tivessem esses dois ícones da DC Comics. Assim sendo, foram:
_ Batman - The Return of the Joker (NES e Mega Drive);
_ Batman (baseado no filme de 1989 - Mega Drive, NES e Game Boy);
_ Batman Returns (Master System, Mega Drive, NES e Super NES);
_ Superman (Mega Drive);
_ The Death and Return of Superman (Mega Drive);
_ The Adventures of Batman and Robin (Mega Drive)
_ Batman and Robin - Shadows of Gothan (Hack de Kage - Shadow of the Ninja);
_ Batman Forever (Mega Drive)
_ Justice League - Task Force (Mega Drive);
_ Justice League - The Flash (Game Boy Advance).
Aqui, não tive intenção de superar marca alguma, apenas, revisitá-los e me distrair. Sem falar que, são ótimos games e que curto bastante.

Xeno Crises (Mega Drive)


Esse game é maravilhoso! Um vislumbre, do que poderíamos ter visto no Mega Drive, se estivesse no mercado hoje (normalmente, claro). Produzido pela Bitmap Bureau por meio de crowdfounding, ganhou versão em mídia física, tanto para o Megão quanto para o Neo Geo.
Gráficos e sons da melhor qualidade; dificuldade insana (I Love It!); controles precisos e várias opções de liguagem, fazem parte do pacote. E mais...níveis, inimigos e ítens gerados de forma aleatória que tornam, cada partida sua, um desafio diferente. Lembrando, tudo isto, com uma única vida... morreu, Game Over!
Nota-se que, a mistura de Smash TV e Alien - O Resgate (o filme), foi muito bem feita.
Recomendação máxima!

Sega Heroes (Mobile)


Independente de ter tempo disponível ou não, uma coisa que os jogos mobile tem em vantagem, é estarem contigo o tempo todo. Hoje em dia, levam celulares até para o banheiro. Não por acaso, são os que mais faturam no mercado pois, são baratos e menos complexos de se fazer.
Pouco investimento e retorno alto, como não aderir? E, as softhouses grandes, entraram nesta onda com força, até porque, são estes que enchem seus cofres de dinheiro e financiam a produção de games para as plataformas tradicionais, que custam milhões em desenvolvimento.
Essa enrolação toda, foi só para falar, que me divirto com Sega Heroes há um ano sem parar? Pois é... foi isto mesmo. É um joguinho muito simples e, basicamente, você fica movendo pedras coloridas. Mas, é justamente isto que vicia.
Se estiver de bobeira, basta pegar ele e jogar. Está na fila do banco? Vai te distrair, que é uma beleza! Dentro do ônibus? Até em pé, dá pra brincar. Isto tudo, podendo colecionar personagens famosos da Sega e fazer gerencimento de seus atributos. Não tinha como, essa junção de fatores, dar errado.
Assim como Tetris, é super indicado, ter Sega Heroes instalado no celular. É ótimo para passar o tempo.

Até mais, pessoal!

Que venha 2020!





Blaze
Olá gente! Estreei no QG Master este ano na Sessão de memes, e tirei um tempinho pra jogar alguns jogos pelo Xbox. Serei breve em comenta-los:

The Sims (Xbox)

O melhor de jogar The Sims é justamente simular um vida normal... se a nossa fosse. Mesmo depois de tanto tempo, confeccionar os personagens e administrar suas vidas, continua sendo uma das maiores diversões!


Life is Strange Before the Storm (Xbox)
Um jogo imperdível! Além de abordar temas polêmicos como bullying e suicídio, o jogo conta a história da garota Max na cidade de Arcadia Bay em cinco episódios. Before the Storm é o novo jogo que vem para recontar, em três partes, como foi a quietude antes da tempestade. Uma protagonista forte faz toda a diferença. Encerro 2019 com mais um zerado!


GTA IV (Xbox)
Este clássico de ação é um dos melhores títulos da Rockstar. tinha começado a jogar no 360 e não havia terminado. E  estou recomeçando animada. Com mais missões, itens e algumas polêmicas (não contando com a propaganda de Lola com 6 dedos!). Dos elementos legais, há o uso de celulares e computadores conectados.  

Por hora, é isso!

Até mais e um ótimo 2020!





Adinan

Saudações amigos leitores!

Esse ano foi bem complicado para mim por conta da mudança de emprego e alguns problemas de saúde da minha esposa, mas graças a Deus deu tudo certo, minha esposa está bem agora e já me habituei ao novo emprego. Agora estou me dedicando a desenhos e ilustrações digitais.

Segue a lista com os jogos que mais curti nesse ano:

SEGA AGES: Wonderboy in Monster Land (Switch)

Claro que eu não poderia deixar de jogar essa belezinha relançada para o Nintendo Switch. Ao contrário de Phantasy Star aqui não há muitos atrativos extras, apenas um port bem feito do clássico de Arcade que é bem mais difícil que o do Master. Um recurso interessante é o New Game Plus que permite recomeçar uma nova partida com o equipamento da partida anterior, o que é bem interessante. Mas no geral é o bom e velho Arcade RPG que amo desde a versão brazuca Mônica no Castelo do Dragão.



Luigi's Mansion 3 (Switch)

Taí uma grata surpresa. Nunca tinha jogado Luigi's Mansion antes, então resolvi comprar esse jogo para ver se era bom, e olha curti bastante! É um action adventure bem linear mas com boa dose de exploração e terror bem light, mais focado no humor. Tem uns jump scares mas nada grotesco ou medonho, tudo é feito para dar boas risadas com os pulos de medo do Luigi que brilha muito nesse game. Altamente recomendado!



Thunder Force II (Mega Drive)

Talvez esse seja o jogo da franquia que o pessoal menos gosta (além do primeiro jogo para PCs japoneses que quase ninguém conhece) mas eu pessoalmente me viciei nesse game. O que a galera mais critica em TF II são os segmentos Top-down, onde a nave se move em 8 direções em um mapa aberto e o jogador precisa destruir uma quantidade de alvos para passar da fase. Eu adoro esses segmentos rsrs

E a trilha sonora é sensacional, especialmente quando lembramos que é um jogo de lançamento do Mega Drive no Japão!






É isso amigos, abraços e feliz 2020 com muitas felicidades, bons momentos e muita jogatina!
Equipe QG Master

4 comentários:

  1. Comentando as escolhas dos colegas:
    Douglas, parece que 2019, ao menos na jogatina foi muito bom pra você. Os Golden Axes de quebra estão sempre entre meus jogos preferidos, não importa qual versão.
    Um encontro do Batman e do Superman, só teve nos 16 Bits naquele Justice League Task Force, que foi lançado numa época que só o Batman tava em alta. Quem sabe pinta um Homebrew sobre isso:
    O Xenocrisis também pra mim, foi junto com Water Margin e o Ultracore, a grande surpresa de 2019. Um game de tiro de exploração randomica, com ótimo aproveitamento gráfico e sonoro e ainda de quebra o primeiro Boss que encontrei, valeu a pena ter conhecido o jogo.
    Parabéns pelas escolhas!
    Ótimo 2020!

    ResponderExcluir
  2. Salve, Rodrigo!
    Tudo bem?
    De fato, em 2019, deu para brincar bem mais que no ano anterior. Até me permiti fazer jogatinas temáticas, como foi com Golden Axe, Batman e Superman. Esses dois últimos, o Morcego estava bem mais em alta mesmo. Filmes de sucesso recentes, desenho animado (o Animated Series) e as HQs vendendo horrores. E, os games, pergaram carona.
    Agora, por falar em homebrews, no site do ZVtitor, vai encontrar um game da Liga da Justiça feito em OpenBor que é sensasional. Tem outro feito em Mugen chamado Justice League Vs Street Fighter. Mas este, não rodou em minha máquina. Assim, só conheco por video no Youtube e parece ser bom também.
    Já o Water Margin, ele é velhinho já, de 1998 (acho). Um game chinês que teve até versão em cartucho na época. Recentemente, a Piko Interactive o relançou para o mercado ocidental, com todos os textos em inglês e algumas alterações de efeitos sonoros (estava cheio de sons de Final Fight e Streets of Rage). Aliás, tem muitas "ripagens" de Knights of the Round e, os três lutadores principais, tem a mesma mobilidade do Arthur, Lancelot e Percival do original da Capcom.
    Esses chinas, são foda. Rss!!!
    Ate mais e Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  3. Só jogo maneiro que vocês jogarão no ano de 2019 pessoal curti bastante cada um viu. Vou postar minha lista aqui beleza ok.

    MSX - Ashgine 2 Citadel in the Void , Kiki Kaikai
    GameGear - Phantasy Star Gaiden , Cutthroat Island , Coca Cola Kid
    Game Boy Color - Bionoc Commando Elite Force , Tomb Raider Curse of the Sword
    Wonderswan - Sakura Card Captor , Rockman e Bass Mirai Kano , Ghost in Globins
    Wonderswan Color - Golden Axe , Inuyasha Fuun Emaki
    Super Nintendo - Magic Sword
    Mega Drive - Contra Hard Corps , Revenge of Shinobi
    NeoGeo - Andro Dunes
    Game Boy Advanced - Dragon Ball Advanced Adventure , Shaman King Master of Spirits , Rockman e Bass , Shonen Jump's One Piece
    32X - Blackthorne , Space Herrier
    Sega Cd - 3 Ninjas Kick Back , Android Assault the Revenge Bari Arm
    3DO - Doctor Hauzer
    PlayStation - Pitfall 3D Beyong of Jungle , Alien Trilogy , Armored Core , Akuji the Heartless
    Nintendo 64 - Aero Fighters Assault , Chameleon Twist
    Playstation 2 - Blood Rayne , Klonoa 2 Lunatea Veil , Bleach Yabo Hanata
    Nintendo DS - Prince of Persia the Forgotten Sands , Kirby Squeak Squad , Metal Slug 7 , Nanostray , Lunar Knights , Dragon Quest 4 Chapter of the Chosen
    Android - Strange Things , Archilion Saga , Dragon Sinker Descendent Legend
    Xbox 360 - Final Fantasy XIII , Metal Gear Rising Revengeance
    PlayStation 3 - Diablo 3

    ResponderExcluir
  4. Olha aí, a lista de jogos jogados pelo time do QG!
    Bom, primeiro de tudo, feliz ano novo, galera!
    Segundo de tudo, vários jogos legais. Eu vou tentar falar sobre alguns.
    Water Margin: desconhecia, vi um vídeo rapidamente aqui e... parece legal! Ótima dica, vou experimentar algum dia!
    Phantasy Star II: o RPG mais difícil que joguei, sem sombra de dúvidas! rs! Joguei o IV em 2019 pela primeira vez, não tinha fechado a trilogia (I, II e IV, não curti o III... kkkk)
    Batman - The Return of Joker: tem um amigo meu fazendo campanha pra eu jogar este jogo, o texto de vcs deu uma reforçada na minha vontade de experimentá-lo! rs
    Zeebo: tenho curiosidade de experimentar o console e seus jogos sim, um dia. Só nunca fui atrás de emuladores, nem sei se existem, presumo que sim.
    Superman (Mega): putz, como eu odeio este jogo! hahaha! Eu lembro que ganhei um piratão dele quando era moleque, fiquei enroscado em uma parte que eu não sabia o que era pra fazer, fiquei p da vida e logo troquei por outro jogo. Vc curtiu, Douglas? Será que depois de velho eu entendo o que tem que fazer na tal parte (que eu já nem lembro mais qual é) e perco o ódio?
    Batman (Mega): pra mim, um dos melhores jogos do morcegão!
    SEGA AGES (Switch): falando de forma geral, eu peguei o Sonic e gostei dos extras. Que pena que o Wonder Boy não tem nada. O Phantasy Star eu não vi o que tem de extra, vou dar uma olhada e pensar se abro a carteira ou não! hahahaha. Boa, Adinan!
    É isso, pessoal!
    Ótimo 2020, joguem bastante!

    ResponderExcluir