quinta-feira, 25 de junho de 2020

SNES How to Use: Jurassic Park (1993) - Parte II

INTRODUÇÃO
Jurassic Park para Super Nintendo era diferente de tudo que eu tinha visto até então. Não era um Zelda (A Link To The PastSnes, 1991), mas me pareceu mais interessante que Super Mario World e diferente de hits da época como Street Fighter ou Mortal Kombat. Esse jogo tinha uma música bacana, era complicado, cheio de idas e vindas e com um mapa enorme para ser explorado. Cada nova descoberta implicava numa nova busca, sem falar no nível de dificuldade (bem alto na minha opinião).

Defeitos todos os jogos tem, ou apenas posso pensar que em algum ponto eles podem não nos agradar em alguns aspectos. Normal. Escrevi esse How to Use não com o intuito de apontar defeitos ou dissecar erros. A intenção é ajudar aqueles que assim como eu não tiveram a chance de explorar mais afundo esse jogo esquecido do Super Nintendo.

Jurassic Park para Snes é um jogo bem desafiador (talvez um dos mais desafiadores da plataforma que já joguei). Sem baterias de Save, passwords ou algo do gênero, foi graças a tecnologia dos save states, e já na era da emulação de jogos de 16 bits, que foi possível para mim trilhar esse caminho entre as pedras.

A descrição que vou colocar neste How to Use e suas "n" partes é semelhante a um walktrought em alguns momentos. Procurei passar de forma bem sucinta como coletar os 18 ovos e terminar esse game. Aliás, um aviso importante: A coleta dos ovos em si é apenas parte do desafio. Encontrar os cartões de acesso e se aventurar nas Unidades é de fato "Ô" grande desafio do game. Antes de adentrar na realização das tarefas necessárias para completar o jogo (que chamarei de missões) vamos ao conhecimento de alguns aspectos técnicos.

ARMAS E MUNIÇÃO
As armas são uma parte importante da estratégia e dinâmica do jogo. Algumas são para atordoar, outras para matar mesmo. É possível andar com 2 tipos de armas + o Eletro Choque (esse nunca permutável). As armas no jogo são mais no sentido de munição e seu uso é limitado (8 tiros por carga de munição completa, exceto o ST que é em maior quantidade). Trocando em miúdos: nada de sair atirando sem pensar ou você vai se encontrar em enrascadas. As armas são de dois tipos (1 e 2) e cada uma tem um estilo de uso próprio.

Armas de tipo 1 (botão A) (alterne por meio do SELECT)
Eletro Choque (EC)*. Atordoar. Sua primeira arma/ferramenta do jogo. Ela sempre vai estar disponível por meio de seleção. Muito eficiente para filhotes e até mesmo para algum Dilophosaurus na hora do aperto. Sua carga é infinita, sendo sempre necessário após uso prolongado a espera do restabelecimento da carga. O EC também é usado para acionamento de engrenagens.

*Tanto aqui como na parte seguinte desse How to Use, as siglas utilizadas são liberdades pessoais para esse material. Aproveito o momento para apontar uma curiosidade: o manual que acompanhava o game utilizava nomenclaturas levemente distintas das armas encontradas no jogo.

DartGun (DT – Dardos Tranquilizantes. Seringas verde e cinza). Atordoar. Melhor arma para atordoar. Derrubam rápido qualquer dinossauro, até mesmo os Raptors.

Rocket Launcher (RL – míssil amarelo com preto). Matar. Cada tiro reduz um dinossauro a migalhas. Arma mais fácil de ser encontrada na Ilha.

ShotGun (ST – cartucho vermelho/amarelo). Atordoar. Apesar do nome, essa bala é para derrubar e não matar. Não recomendo muito, pois seu tiro é lento.

Armas de tipo 2 (botão Y)
Bolas Snare (BS – bola de 3 tiros). Matar. Arma arrasa quarteirão. Se dois ou mais dinos estiverem em fila, ela destrói todos. Muito comum (e útil) dentro das Unidades. 

Gas Grenade (GG – parece uma garrafa térmica). Atordoar. Seu uso é melhor para áreas externas (pode abater um ou mais dinos com um simples disparo). Para Dilophosaurus e Pachycephalosaurus é uma boa pedida.

DINOSSAUROS
São seus “inimigos” durante as caminhadas na Ilha. Podem aparecer aos montes e facilmente tirar sua energia (e paciência). Alguns aparecem do meio da mata. Às vezes a única solução é correr caso queira viver para contar história.

Moscas gigantes – Não são dinossauros (apesar do tamanho). Sempre surgem no meio da mata e podem atrapalhar. Descarregue EC.

Filhotes – Dinossauros pequenos que aparecem aos montes e a todo instante nas áreas externas. O barulho deles é inconfundível (fica a dica). Utilize EC sem dó.

DILOPHOSAURUS – São rápidos e cospem veneno que atordoam o personagem por alguns segundos. Fica a critério do jogador qual arma utilizar.

GALLIMIMUS – Não chegam a ser uma ameaça, mas quando estão correndo em bando podem lhe custar alguma energia. Por isso olho no radar e distância. Uma boa estratégia é por todos pra dormir com GG.

PACHYCEPHALOSAURUS – São pequenos e cabeçudos. Não se engane. Acerte-os a distância caso contrário eles correm atrás de você.

RAPTORS – São os mais perigosos. Aparecem no meio da mata e dificilmente sozinhos. Utilize preferencialmente armas de matar. Atordoar com eles só em último caso.

T-REX – Esse você não mata. Apenas corra (ou ele te mata).

TRICERATOPS – Aparece em alguns pontos da Ilha (alguns corredores de caça). Apenas tome a frente e se esconda em alguma entrada na lateral enquanto ele passa.
:
.

Até a próxima parte do SNES How to Use: Jurassic Park

3 comentários:

  1. Belo post esse viu sobre Jurassic Park ai do Super Nintendo não cheguei a ver na locadora onde alugava só fui conhecer através de revista de videogames da época vou adicionar esse na minha lista de jogos.

    ResponderExcluir
  2. Bacana demais , valeu pela dica ,vou começar a jogar.

    ResponderExcluir
  3. Adorava o game, anos depois ainda sentia aquela vontade de um dia terminá-lo. Há alguns anos voltei a jogar. Penei naqueles labirintos 3-D, mas acabei perdendo o interesse de pegar todos os ovos.

    ResponderExcluir