terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Nova Seção: Seção Master Guide

 E aí pessoal como estão? Aposto que nem lembram mais de mim né, também depois de uma eternidade sem dar um sinal de vida. Eu peço desculpas à todos por isso, atualmente andou acontecendo muitas coisas, tive que adotar certas mudanças na minha vida, o que me fez deixar de lado não apenas o blog, mas também de outras coisas que gostava de fazer no meu tempo livre. Mas espero que a situação melhore logo para que eu possa estar mais presente no blog, trazendo mais conteúdos bacanas para vocês que nos acompanham.

Adotando Novas Ideias 

 Essa ideia surgiu em Outubro no ano passado, eu estava conversando com o camarada Adinan e aí falei com ele à respeito dessa ideia que era fazer uma seção dedicada à guias de games, parecida com as que víamos nas revistas antigas mas claro, feita por nós mesmos. Ele curtiu e até me apoiou, mas ainda faltava falar com o chefão Leo pra ver se passava por aprovação. E deu certo, a ideia acabou sendo aprovada.


Além das informações, as revistas sempre nos ajudavam com suas dicas e guias.


 Então escolhemos um jogo e aí comecei a planejar, como seria este texto, se ele levaria mais para o lado de um guia, simples e direto ao ponto, ou então se seria um texto mais complexo, não dando apenas a orientação no jogo como também falaria da história, dos personagens, etc. Tive que pensar em outras coisas também como o fato da matéria ficar bem extensa (vocês vão perceber ao ler este post), será que divido em partes ou mando tudo numa matéria só? Enfim, foram muitas coisas a serem questionadas até porque tudo tem que ser feito pensando em relação a quem for ler, principalmente porque são muitos aqueles que tem uma vida bastante corrida e não tem muito tempo livre pra estar lendo algo tão extenso.


 Não foi uma coisa fácil até porque eu não estou acostumado a fazer isso, então pessoal eu espero que vocês compreendam e que levem isso em consideração pois sei que poderá haver alguns erros, mas se isso acabar acontecendo eu prometo melhorar e corrigir isso nos futuros posts ok?

Tá, mas qual é o objetivo disso?


 Simples, mesmo o nosso querido Master System tendo uma biblioteca pequena de games (em relação aos concorrentes da época), muitos jogos acabaram passando despercebidos por muitos jogadores, seja pela sua falta de popularidade na época, pela difícil compreenção do jogo ou até mesmo pelo fato de muitos jogarem em emuladores. Com tantos emuladores e roms é normal que algum jogo passe despercebido, às vezes pode ser um ótimo título, mas que por causa desses problemas acabamos rejeitando. Então é aí que esta seção entra em ação pois além de servir como um guia, a gente vai se aprofundar na história do game escolhido, tudo para que haja um interesse por parte de quem estiver lendo.


 É isso aí pessoal, eu espero de coração que vocês curtam essa ideia e também o texto pois tudo aqui foi feito com muita dedicação. Gostaria de agradecer ao chefe Leo por ter permitido a criação dessa seção e também ao mestre Adinan pelo grande apoio que tem me dado nessa ideia pois se não fosse por isso eu acho que vocês não veriam essa nova seção tão cedo, então valeu mesmo cara por tudo pois você só não é importante para nós, membros do blog, como também para os nossos leitores que sempre nos acompanham no blog e também admiram o seu trabalho. Bom...e o resultado vocês conferem agora e para a estréia dessa seção o jogo escolhido fooooooiii....



Informações Técnicas
Game: Ancient Ys Vanished Omen
Produtora: Falcom (Versão do Master System reproduzida pela Sega).
Ano: 1987 (versão original), 1989 (versão do Master System)
Gênero: Action Rpg

Obs: É bom ressaltar que estamos jogando a versão do Master System, e essa versão possui algumas diferenças em relação às inúmeras versões deste game como por exemplo os nomes dos personagens e de algumas cidades, que sofreram uma leve alteração. Então assim que citar o nome de algum personagem eu colocarei o nome na versão do Master e em seguida o nome original entre parênteses para não ficar muito atrapalhado.

O Início De Uma Lenda (Trecho da história não citada na versão do Master System)


 Há 800 anos atrás, Ys era uma terra onde havia paz e prosperidade. Governado por duas deusas e seis sacerdotes, Ys foi se tornando um local mágico e cheio de riquezas, tudo graças à uma misteriosa pedra conhecida como Black Pearl que, unido aos poderes dos sacerdotes, eles criaram um novo metal, o Cleria.
Porém eis que surge uma ameaça, forças maléficas passam a aterrorizar a terra, e acreditando que Cleria fosse a causa disso, os sacerdotes enterraram todo o material com a esperança de que o mal desaparecesse.



 O grande santuário de Solomon, que era o local onde ficava guardado Black Pearl, foi erguido ao céu para que fosse evitado de ser destruído.


 Temendo que algo possa acontecer com eles, os sacerdotes decidem escrever toda a história de Ys em seis livros separados e assim, os livros foram entregue para seus descendentes.


 Os anos se passaram, a terra de Ys estava passando por péssimos momentos, até que um dia os habitantes encontraram o metal Cleria soterrado. Por um curto período aquela paz e prosperidade haviam retornados à terra, porém um imprevisto surge, as forças maléficas retornam à terra e assim, passam a dominá-la por completo.


 Mais uma vez, a terra está a beira da destruição, mas ainda há uma esperança, segundo os habitantes da terra de Ys, quem conseguisse reunir os seis livros e levasse até as estátuas dos sacerdotes poderia trazer a paz de volta para a terra. Mas quem conseguirá?


Uma Nova Lenda - Surge Um Novo Herói


 Em Esteria, um pequeno terra onde habituavam poucas pessoas, foi encontrado um jovem, ele estava inconsciente. Slaff, o homem que encontrou esse jovem, decide levá-lo numa clínica para cuidados médico. Passam-se uns tempos e então ele desperta, e assim ele se apresenta ao dono do local, Bludo, e seu filho, Slaff. O seu nome é Aron Christin (Adol, na versão original), um espadachin que viaja por todos os lugares do mundo em busca de desafios. Assim que se recupera totalmente, ele decide ir para Minea, que fica na terra de Esteria. O que ele não espera é que está prestes a partir numa das maiores aventuras de sua vida...

Conhecendo o Nosso Herói


 Adol Christin é o protagonista da série, que hoje se encontra no sétimo capítulo. Conhecido como o guerreiro de cabelo vermelho, Adol é um jovem humilde, de poucas palavras, mas não se engane pela aparência pois ele é um mestre espadachin. Bastante determinado e sempre em busca de aventuras, Adol decide ir para Esteria para investigar os estranhos acontecimentos que haviam ocorrido nesta região.


Curiosidade: Há quem diga ele teve o seu nome alterado para Aron porque eles consideravam que o nome lembrava um pouco de Adolf, fazendo uma pequena referência à Adolf Hitler.


Continua...


 Por hoje é só pessoal, hoje eu fico por aqui porque o texto realmente ficou muito extenso, então dividindo em partes acaba facilitando pra quem for ler. No próximo post vamos começar a nossa aventura em Minea, lá explicarei como tudo funciona nesse jogo e também vou continuar dando detalhes dos personagens que vão aparecendo no decorrer da história. Então aguardem porque em breve terá mais conteúdos bacanas desse jogo que merece todo o reconhecimento. Sugestões, críticas ou elogios? Por favor comente pois a sua opinião é importante para nós. Até mais!!

10 comentários:

  1. Sensacional Matheus! Ducaralho!!!! Estava ansioso para ver essa nova seção, parabéns. Mas cara, que sacanagem, na hora que a gente começa a pegar o gostinho pela história vc deixa um "to be continued..." mancada bixo... hahaha
    Parabéns mesmo, ficamos no aguardo ansiosos pela continuação.

    ResponderExcluir
  2. Fernandinho Segamaniaco13 de dezembro de 2011 15:07

    Caramba, o Master tem muito jogo novo ainda pra mim, rs. Esse eu não conhecia. Parabéns Mateus, a nova sessão é bem legal, mas tb fiquei com gostinho de quero mais

    ResponderExcluir
  3. Boa matéria Matheus, só não gostei do suspense e das cenas do próximo capítulo ¬¬

    hehe

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Excelente matéria, Matheus! A nova seção vai ser um sucesso! Parabéns =)
    Mas realmente esse suspense é de matar rsrsrs mal posso esperar pelo próximo post.

    Ys é um jogaço para o Master System. Pena que a série não fez tanto sucesso por aqui, mas na minha opinião é um dos melhores action RPGs, seja pela história e até pelo estranho sistema de batalhas que diverte bastante.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Muito boa idéia pessoal eu curti viu espero ver muitos clássicos aqui em casa também tem umas revistas não muito antigas mas tem .

    ResponderExcluir
  6. Poxa pessoal valeu pelo apoio, estava com medo dessa seção não ter sido bem aceita mas agora até fiquei feliz com o resultado. E não entrem em desespero porque logo logo estarei postando a segunda parte.

    Um abraço à todos!

    ResponderExcluir
  7. Eu achava que ninguem mais no mundo conhecia Ys. Que bom que não sou o unico que gosta desse jogo do saudoso master.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela nova coluna. Aguardando para breve a segunda parte.

    ResponderExcluir
  9. @The Gamemaster
    É, realmente é uma pena muita gente não conhecer essa série incrível pois não sabem o que perdem, vamos ver se isso muda um pouco com essa nova seção.

    @Gustavo Couto
    Puxa cara muito obrigado, vocês não fazem ideia de como fiquei feliz com a aprovação de vocês. E não esquenta, logo logo sai a segunda parte.

    Abraço à todos!

    ResponderExcluir
  10. Muito legal essa seção, especialmente pelo jogo escolhido. Ys é a maior franquia da Falcom, e tem jogo novo da série saindo até nos dias atuais (Ys VII, para PSP, lançado em 2010, e (mais) um remake de Ys IV, para PS Vita, que lançará ano que vem). Só um detalhe besta: os acontecimentos passados ocorreram há 700 anos, e não há 800. Mas isso não muda nada, rs.

    No mais, meus parabéns pela seção! Ficou muito boa!

    ResponderExcluir