quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Master Secret #3 - Jota Jota (Zillion)

J.J. (ou Jota Jota no Brasil) é o personagem principal de Zillion, um anime criado para divulgar os brinquedos e jogos da SEGA nos anos 80 no Japão. Por aqui pintou na Globo aos domingos no começo dos anos 90 e posteriormente na TV Gazeta. A série teve um final precoce devido à uma briga entre a SEGA e a Tatsunoko Productions (responsável pela animação) e deixou os fãs na mão, entre eles eu, que era criança e me identificava muito com J.J., o adolescente da equipe.

Com o sucesso do anime, os dois jogos do Master System: Zillion e Zillion II The Tri Formation, a pistola Light Phaser e o mascote Opa-opa (que gerou um spin-off famoso, que conhecemos como Fantasy Zone), a SEGA esperava alavancar suas vendas, mas não foi muito feliz na ligação entre o desenho e os jogos. Fora isso, brinquedos como uma réplica da pistola Zillion foram vendida por aqui pela Tec Toy e também não foram tão bem assim na aceitação do público. Mas algumas pessoas foram fisgadas pelo "merchan" da empresa, entre este que vos fala, que não perdia um episódio e jogava sempre os games.

Sem mais delongas, vamos ao arquivo confidencia de hoje:


Histórico
J.J. nasceu em 18 de março de 2.371 no planeta Maris, considerado uma segunda Terra. Ao completar 16 anos foi chamado (por engano) para fazer parte da equipe White Knights, ao lado dos companheiros Champ e Apple. Logo de início seu jeito rebelde e brincalhão fizeram dele o principal astro da série e dos jogos. 
A missão de J.J. e seus companheiros de equipe é combater o maligno Império Noza comandado pelo Barão Ricks, munidos apenas de suas armas: a pistola Zillion e o Tri Formation*, uma motocicleta que se transforma em robô
*nome dado na box art do jogo 2.
Perfil
Irresponsável, briguento, preguiçoso, mulherengo e brincalhão. Um típico "anti-herói". Diferente dos outros membros da equipe, J.J. sempre acorda atrasado para as missões. Vive aprontando com Champ e mexe com o coração de Apple, a quem atazana com cantadas e mãos bobas. Mas acima de tudo, J.J. é um herói corajoso e costuma tomar a frente nas batalhas. 
Carreira
Com uma continuação ainda no mesmo ano, J.J. voltou a estrelar um jogo no Master como personagem principal. Mas sua carreira gamística parou aí, provavelmente pelo fim da série animada a Sega não produziu um terceiro jogo que faria a felicidade de seus fãs. Mas apesar da dificuldade do primeiro jogo, a carreira de J.J. foi brilhante e digna de se tornar um grande clássico para o Master System. Fora do Master System a carreira do astro também acabou cedo com a derrota dos Nozas. Com a volta das pistolas Zillion para as mão dos seres superiores (que a haviam enviado antes), nosso herói se aposentou precocemente.
Atuações
J.J. é protagonista nos seguintes jogos:
Zillion :: Master System (1987)
Zillion II The Tri Formation :: Master System (1987)
Nota: Sim, os dois jogos são de 1987, por mais estranho que pareça.
Classificação (não tão) livre
Pode parecer estranho, afinal a criançada da época adorava, mas cometeram um grande erro em classificar como desenho infantil. A Globo mesmo não se ligou e passou nas manhãs de domingo um desenho que serviria de péssimo exemplo para a criançada, afinal Zillion era um desenho voltado para adultos, mesmo que sem querer. Vamos aos fatos: 
1. A aventura conta com um protagonista (ele mesmo, o J.J.) tarado e depravado, que adorava apalpar a mulherada e espiar elas tomando banho. 
2. Os chamados heróis corriam à toda a velocidade em suas motos sem usar ao menos um capacete.
3. A série mostrava pessoas morrendo e com requintes de crueldade (no episódio 3, por exemplo, inúmeros soldados são dizimados pelo Barão Ricks).
4. Algumas piadas eram sarcásticas ou irônicas demais para o público infantil.
5. A Apple era gostosa pra caralho. =P


Curiosidades
• Após o final sem sentido da série, a Tatsunoko produziu um especial apenas para VHS intitulada "Zillion - Burning Night" para presentear os fãs da série, que infelizmente não foi exibido no Brasil.
• A equipe White Knights foi traduzido erroneamente, no original em japonês eles se chamavam White Nuts.
• O nome original do anime: Akai Koudan Zillion significa Projétil de luz vermelha Zillion.
• O anime ganhou vários prêmios, como melhor obra e melhores personagens Masculino e Feminino (com J.J e Apple).
• Aqui no Brasil o nome do Opa-opa é Bongo (apenas no anime).
• A equipe ainda conta com Dave, Emi e Bongo e são liderados pelo chefe Gordon.
• A pistola Zillion comercializada pela Tec Toy era uma cópia das pistolas originais da SEGA conhecidas por Quasar/Q-zar, e foi o primeiro brinquedo produzido pela empresa brasileira. 
• No anime, a primeira versão da pistola foi destruida pelo próprio J.J., pra que ela não caisse nas mãos dos Nozas. Isso aconteceu para que a pistola ficasse com características diferentes da original depois da briga entre a SEGA e a Tatsunoko.
• No primeiro jogo, além de destravar salas, J.J. pode desligar barreiras, desativar armadilhas e até mesmo (acredite se quiser) se suicidar.
• Ainda sobre o primeiro: uma falha do jogo dá invencibilidade ao jogador através de sua morte enquanto desce por um elevador. Porém, como conseqüência, o menu de estatísticas não pode mais ser acessado.
• É possível jogar com Apple ou Champ nos dois jogos. No primeiro, pode-se substituir os personagens quando estes são resgatados, no segundo é preciso usar o joystick do player 2 e apertar o botão 1 ou 2, o jogo pausa e você pode escolher.
• O que mais chamou atenção em Zillion na época, foi a variedade de "mensagens especiais" que podiam ser exibidas quando se colocava certos códigos em certas salas.
• Só no segundo jogo a motocicleta robô Tri Formation se fez presente.
• Na verdade a motocicleta tem 3 rodas o que faz dela um triciclo.
• No anime o tal triciclo é chamado de Tricharger.
• Ambos jogos foram lançados em 1987.
• Zillion foi muito comparado com Metroid da Nintendo por serem considerados games de exploração.

Homenagem Cósmica
Em se tratando de uma série que fez tantos fãs, não podia faltar uma homenagem. E quem melhor para fazer isso senão meu amigo Eric Fraga e sua equipe do Cosmic Effect. Eles detonaram no vídeo super completo (confira a matéria na integra clicando aqui) que posto abaixo:


Nota do Eric: em Zillion II, comento no vídeo que não é possível controlar Apple e Champ (os companheiros que o JJ pode salvar durante sua missão); mas, para minha supresa, é possível sim: utilizando o segundo controle conectado ao Master System, ao pressionar o botão 1 ou 2, o jogo pausa tornando possível alternar para um dos dois amigos -  somente uma única vez cada um durante a partida. A troca é permitida somente nas fases ímpares, onde os personagens estão pilotando a Tri Formation (a moto que se transforma). Como sempre jogava Zillion II alugado ou emprestado, nunca pude ler o manual e iria morrer sem saber disso…

E pra quem não viveu na época, ou só quer recordar, confira a abertura:




Você perdeu os Master Secrets anteriores? Não fique nervoso, ainda dá tempo de conferir, clique nas imagens abaixo:


- Fim.

Mais um caso encerrado. Até o próximo arquivo.
Abraço do Leo S.





22 comentários:

  1. First!!!
    Demorou pra postar um novo MASTER SECRET, tava ansioso. Vcs vão a fundo mesmo, espetacular. Eu lembro do Zillion II, o um eu nem sabia que existia. Muito legal.
    Ps.: Esse JJ é um FPD, nunca tinha parado pra pensar nisso kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Devo ser uma das unicas pessoas da decada de 90 que nao ouviu falar desse desenho. ja vi outros blogs falando bem dele mas nao consigo recordar de ter assistido.
    Ainda assim parabéns pelo post Léo, bem sacado.

    ResponderExcluir
  3. Léo, sensacional o post. Não só pelo tema, mas por tudo mesmo.
    Eu sou fã declarado de Zillion, fico triste cada vez que paro pra pensar no fim precoce da série e dos jogos, imagina só um jogo do anime na atual geração? Eu compraria com certeza!
    Muito bacana, algumas curiosidades eu não sabia, como o redesenho da arma ter acontecido por causa da briga da SEGA e da Tatsunoko, a invencibilidade no primeiro jogo pro Master e as "mensagens secretas".
    Dá pra dizer mais uma coisa sobre Zillion não ser um desenho infantil: o JJ vivia urinando no meio da rua, eu na minha infância inocente passei a achar isso algo super normal... hahaha!
    E outra curiosidade é que traduziram errado o nome do Dave aqui no Brasil, talvez pela dificuldade dos japoneses em pronunciar o nome do personagem, que por aqui ficou como "Deibou", se não me falha a memória. Corrija-me se eu estiver errado, por favor. :)
    Parabéns pelo post, gostei demais! E desculpa a empolgação no comentário... haha!

    ResponderExcluir
  4. Dá orgulho de ver uma beleza de post e blog como este. Por favor mantenham esse blog sempre vivo! Muito sucesso para vocês e um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. @Mario Cintra
    Pois é Mario, o Zillion II acabou se tornando mais popular que o um... tenho até minhas dúvidas se a tec toy não o lançou antes, já que tinham o mesmo ano de lançamento. Eu mesmo joguei mais o 2 pois era mais dinamico e achava o um mais sacal. Depois fui aprender a gostar dele. E sim, o J.J. é um puto safado e na época achávamos ele o máximo, hahaha

    @Carl, the Killer
    Obrigado! Mas então, eu tenho amigos que não lembram tb. Eu sempre comento que adorava zillion e capitão N que o pessoal lembra menos ainda...

    @gamercaduco
    Valeu pelos elogios veio!!! Po, eu também compraria com certeza. Os caras nao querem ganhar dinheiro né? Relançar essa franquia com jogos e produtos seria ducaraio.
    Pois é, o cara mijava em qualquer quanto!!! Bem lembrado hahuahuhau entra como sexto item.
    Sobre o Deibou é isso mesmo... Dave aqui era Deibou, hahaha

    @Henrique
    Caraca bixo, fiquei até sem graça... hahaha valeu forte abraço!!!

    ResponderExcluir
  6. Que post maravilhoso, Leo! E foi uma boa lembrar do Zillion, foi um anime que marcou muita gente. Foi um dos primeiros a fazer sucesso também, depois dele só Cavaleiros do Zodíaco. É uma pena que a briguinha entre a SEGA e a Tatsunoko tenha encerrado essa franquia que tinha tudo pra ser um sucesso até hoje.

    A primeira vez que joguei Zillion foi no emulador. No começo fiquei intimidado com os diversos itens para serem usados nos terminais, mas depois me diverti um bocado! A continuação é muito divertida também, embora seja bem mais simples do que o original.

    Enfim, parabéns pelo ótimo post, Leo! Mal posso esperar pelo próximo Master Secret! Abração!


    ...
    E sim, a Apple é muito gostosa! =D

    ResponderExcluir
  7. @Adinan A.
    Valeu Adinan! É verdade, depois dele só Cavaleiros fez valer. Agora a briga deles custou caro aos fãs, e mais caro ainda à SEGA que podia ter uma mina de ouro nas mãos até hoje realmente.
    O segundo é mais simples, mas convenhamos, é um tesão... hahaha
    Valeu! Abração!

    ResponderExcluir
  8. ops, faltou terminar:
    O segundo é mais simples, mas convenhamos, é um tesão... e a Apple tb. hahaha

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo Post. Engraçado é que tenho dezenas de jogos originais de Master, tive a pistola (que vinha com uma espécie de "alvo' que você botava no peito para poder brincar com os seus amigos), mas os jogos passaram longe do meu radar.

    Desde que assisti ao vídeo do Cosmic Effect e agora com o seu Master Secret, a vontade de jogar aumentou muito. Quem sabe até consigo os jogos originais para jogar no meu Master.

    Mais uma vez, parabéns! Aguardando o próximo.

    ResponderExcluir
  10. "A Apple era gostosa pra caralho" -- e como! (digo, ah, vocês entenderam :P)

    Se alguém tinha alguma dúvida sobre os Zillion do SMS e o J.J., acabaram neste post, muito bom Leo!

    Pena de quem não teve Master System em seu tempo, ou não dá bola pra emulação dele hoje e até hoje não jogou estas duas pérolas do 8-bit da SEGA... é a vida.

    Valeu pela inclusão do Cosmic Cast, sempre um prazer contribuir, Leo e turma do QG Master! Abração!

    ResponderExcluir
  11. Muito foda! Só isso que tenho a dizer.

    ResponderExcluir
  12. Anime muito bom viu que eu tenho o prazer d ter os clones dos dvds originais com menu e ilustrações tudo certinho.Fora que depois de muito procurar achei o Ova Burning Night que tem um extra com uns videos clipes do desenho .E no mesmo site achei a trilha sonora em 2 cds muito bons e recentimente baixei as capas originais do anime que estou imprimindo pra colocar nos dvds .

    ResponderExcluir
  13. @GPSCouto
    Cara, não perca tempo, corre jogar que vale a pena sim!!! Ainda mais se pegar os cartuchos originais e jogar no bom e velho console. Nada como relembrar bons jogos de verdade. Valeu!

    @Eric Fraga
    hahaha ô se entendi meu caro, hahaha
    Valeu meu amigo, foi gratificante poder contar com vcs. Abração!

    @Segamaníaco
    =D

    @aki é rock
    Cara! Passa o link pra gente, eu queria muito poder pegar com qualidade, os videos que tenho dão pro gasto. Ainda mais com o OVA.
    Valeu! Abração!!

    ResponderExcluir
  14. Pessoal ta ai o link mais é mp4 tudo bem pra vocês ai beleza.

    http://animesdownload-2.blogspot.com/2010/01/akai-koudan-zillion.html

    ResponderExcluir
  15. @aki é rock
    SENSACIONAL!!! Muito obrigado!!!

    ResponderExcluir
  16. Denada galera eu tenho mais alguns sites com animes se quiserem é só me falar .

    ResponderExcluir
  17. Caraca Leo, você detonando como sempre nesses posts!
    Infelizmente não tive a oportunidade de ver esse anime, mas já passei muitas horas jogando no Master, chega até ser engraçado pois quando eu joguei nem sabia que o jogo era baseado em um anime.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah valeu Matheus! Se tiver a oportunidade assista alguns episódios, tenho certeza que vai gostar bastante. Abração!

      Excluir
  18. Zilion me despertou pros animes e me fez curtir também Macross na época, o que só aconteceu de forma geral no Brasil com Cavaleiros do Zodíaco.
    Tudo isso me traz uma lembrança gostosa de pré-adolescencia.
    O visual do J.J. parece que inspirou a armadura do Seiya, o visor é típico do Dragonball. Mas eu na hora tinha sacado a semelhança entre a pistola deles e a do Master.
    Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem duvida Zillion marcou época! Eu tb tenho uma lembrança gostosa da pré-adolescencia, qdo acordava todo domingo esperando um episódio!!! Abração!

      Excluir
  19. Cara, se liga, não tem nada de extraordinário os jogos serem de 1987. E outra coisa, o desenho foi exibido nas manhãs de domingo na Globo NO ANO DE 1987. Sei disso porque eu assistia na época. Foi reprisado em 1994 na Gazetinha..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, acho que não compreendeu: por incrível que pareça, Leo se referiu a 2 jogos no mesmo ano. Leo se refere a 1990 porque o Master já tinha sido lançado e a Globo reprisou nesta época. Assisti nos fins do anos 80, junto com Macross, mas o boom mesmo, foi após o Master já ter sido largamente vendido em 1990.

      Excluir