terça-feira, 6 de novembro de 2012

Dingoo A320 - O Lendário Emulador Portátil


Saudações Galera!

Hoje farei mais uma análise de hardware, de um portátil que embora não esteja relacionado com a SEGA me permite curtir jogos do Master system, do Game Gear, do Mega Drive e até do Sega CD em qualquer lugar, sendo um gadget importantíssimo para nós jogadores retrô.

Neste post vou analisar o Dingoo A320, o portátil chinês que fez um enorme sucesso pelo mundo todo. Esse pequeno notável está na ativa há 4 anos e só neste ano eu decidi investir nele, depois de anos de indecisão por causa da emulação sofrível de Mega Drive e SNES e o medo de estar embarcando em um negócio da China.

De qualquer forma, após o break você leitor confere se valeu a pena ou não investir nesse lendário emulador portátil.



Negócio da China

Se você não conhece o Dingoo A320, provavelmente você esteve congelado com o Capitão América e só agora a S.H.I.E.L.D. te libertou do bloco de gelo, mas esqueceu de te falar sobre o emulador portátil que conquistou retrogamers ao redor do mundo. Se esse for o seu caso, tem um dossiê muito bom no Gagá Games contando tudo sobre o fenômeno A320. Caso queira um resumo rápido, continue lendo.

O Dingoo A320 foi lançado pela Shenzen Technologies e desde então foi ganhando adeptos e fãs. O Dingoo é uma pequena central multimídia capaz de reproduzir MP3 e diversos formatos de video, mas o que o tornava especial é a proposta de emular diversas plataformas dos 8 e 16 bits, incluindo arcades da Capcom e SNK. Com o tempo o Dingoo se tornou um sucesso mundial.

No começo ele tinha vários problemas como o bug dos botões Y e B que não funcionavam juntos, e nem todos os emuladores apresentavam resultado satisfatório, mas o portátil demonstrou potencial. Potencial mais do que explorado pelo programador de codinome BooBoo, criador do sistema operacional Dingux, uma alternativa ao sistema nativo do portátil que nada mais era do que uma distribuição Linux, facilitando o desenvolvimento de novos emuladores e jogos.

Assim o Dingoo passou a ser o objeto de desejo de todo jogador retrô, com dual boot entre o sistema nativo e o sistema Dingux, oferecendo diversas possibilidades. Aqui no Brasil o sucesso não foi diferente, tanto que a Dynacom viu o potencial do portátil e adquiriu os direitos com os fabricantes do Dingoo original, lançando no Brasil o MPDingoo, a versão nacional do A320 que custava o olho da cara no lançamento, tendo o preço drasticamente reduzido com a falência da Dynacom.

Com o tempo novas opções foram surgindo, clones com hardware melhorado como o A380, o sucessor Gemei A330, os portáteis Android como o Yinlips, e agora o novo CGW Zero que está prestes a ser lançado. Contudo, o bom e velho A320 continua firme e forte, recebendo novos emuladores e ports e uma nova versão do Dingux (OpenDingux), mantendo o lendário emulador de bolso firme, forte e inigualável até hoje.

Minhas impressões

Apesar do design não ser original e parecer com a parte de baixo do Nintendo DS Lite, o a320 tem um design simples mas muito bonito com uma superfície brilhante e tamanho adequado para carregar o portátil no bolso. Não tive muito contato com a versão chinesa, mas a versão da Dynacom me passou confiança e aparentemente não é um produto meia boca feito nas coxas. O console parece ser durável e resistente, mas só o teste do tempo dirá se estou certo ou não.

O layout em si tem algumas decisões estranhas. A entrada para fone de ouvido na lateral direita atrapalha e muito a jogatina. A solução é usar a saída A/V que fica na parte inferior do Dingoo e desligar o auto-falante pelo menu de configurações. Além disso, não há botôes físicos de volume, o único meio de alterar o volume é dentro de cada aplicativo, o que é muito bizarro e nada prático.

Os botões seguem o padrão SNES com direcional, botôes de ombro L e R, a dupla Start e Select e o quarteto XYBA. O direcional e os 4 botões faciais são bons e confortáveis, embora o direcional não seja tão preciso como deveria ser, mas dá conta do trabalho. Em alguns casos aconteceu de pressionar para esquerda e registrar para cima dependendo de onde se pressiona, mas foram poucas vezes e isso pode ser uma característica do MPDingoo ou mais especificamente do meu Dingoo. Já o L e o R deixam um pouco a desejar, além de pequenos, o estilo click deles é bem irritante, especialmente em jogos de luta. Imagina que beleza ouvir aquele “clickclickclick” insano enquanto tenta dar a sequência de chutes rápidos da Chun-Li com o R, ou o choquinho do Blanka com o L.

A qualidade de imagem é boa, mas a tela de LCD do MPDingoo é prejudicada por causa do reflexo excessivo da tela. Com o tempo se acostuma mas é uma falha grave da Dynacom. O som do auto-falante é baixo, mas dá conta do recado em aposentos menores. Com um fone de ouvido, a experiência fica muito melhor! E com o cabo A/V, rodar o Dingoo na TV é um show a parte de nostalgia. O cabo é um pouco curto, mas nada que adaptadores não resolvam. Eu mesmo adoro curtir o meu Dingoo instalado na TV do meu quarto.

Jogos e emulação


O Dingoo vem com jogos específicos para a plataforma, mas tirando o 7 Days o resto é descartável. No final das contas eu removi os jogos do console e fiz backup no PC, deixando o Dingoo com espaço a mais para enchê-lo de ROMs. Atualmente,no sistema nativo tenho emuladores de Odissey, Nintendinho, Master System, Game Gear, Game Boy, PC Engine, Mega Drive, Super Nintendo, CPS 1 e 2, Neo Geo e Gameboy Advance. No OpenDingux consigo emular, além dos sistemas já citados, Atari 2600, Neo Geo Pocket, Amiga, MSX, Commodore 64 e DOS, além de ports de jogos para PC como Doom, Duke Nukem e Out of this World.

O intúito deste post não é falar sobre todos os emuladores, até porque não uso todos eles e há análises melhores em sites especializados. Vou falar apenas dos emuladores que mais uso no dia a dia, dando ênfase maior nos emuladores de Master System.

Sistema Nativo


O sistema nativo do A320 sempre foi algo do tipo “é bom mas poderia ser bem melhor”. GBA, CPS 1 e 2, Neo Geo e NES sempre rodaram muito bem nos emuladores nativos, mas os preferidos da galera SNES e Mega Drive não eram muito bem emulados, sem contar que faltava alguns sistemas populares como o Atari 2600, o Gameboy clássico e o nosso querido Master System. Contudo, a cena foi evoluindo e novos emuladores foram aparecendo. Hoje a emulação de SNES é muito boa com o DingooSNES e o PocketSNES, embora não seja possível emular os jogos com chips especiais (Mega Man X2, Star Fox, etc); a emulação de Mega Drive beira a perfeição com o DingooSMD, emulando até Sega CD; o Gameboy recebeu um emulador maravilhoso, o OhBoy que emula até a paleta de cores dos diversos modelos de Gameboy; e hoje temos 3 opções para emular o Master System:

SMSGGoo: O primeiro emulador de Master System para o Dingoo. A interface é muito bacana, com o Alex Kidd como cursor e diversas opções para controlar os gráficos e botões, save state e tudo mais. Só tenho duas reclamações: o áudio é péssimo, fugindo bastante da qualidade do hardware original e não conseguindo emular as vozes digitalizadas presentes em jogos como After Burner e Jogos de Verão, e o fullscreen deixa a tela do jogo com uma qualidade não muito boa. Apesar disso, a compatibilidade é ótima, roda de tudo e com boa performance. Eu diria que este aqui é o Dega do A320, simples de usar e muito eficiente.


Dingear: Este aqui me dá uma certa tristeza...enquanto funciona, é um emulador sensacional! Compatibilidade excelente, rápido e com muitas opções e um áudio bem mais fiel ao console original, embora assim como o SMSGGoo ele não consiga emular vozes. Só lamento o fato deste emulador travar aleatoriamente. Várias vezes eu estava jogando e de repente a tela fica preta com a música travada em uma nota até que o emulador volte a rodar com a tela distorcida, obrigando a resetar o emulador. Foi algo tão frustrante que abandonei o Dingear de vez. É uma pena pois tirando esse defeito é um ótimo emulador.

DingooSMS: O emulador mais recente e ainda em desenvolvimento pelo russo Lion_RSM. Faz parte do Dingoo Emulation Pack, pacote de emuladores que deu vida nova ao Dingoo e promete dar suporte a mais plataformas como o PC Engine. Ao contrário dos emuladores anteriores, este aqui busca sacrificar a velocidade em favor da compatibilidade. O resultado é um emulador maravilhoso, com uma interface amigável e compatibilidade 100% e capaz de emular desde as vozes até o chip FM do Master japonês, deixando Phantasy Star e Kenseiden ainda melhores! Mas nem tudo é perfeito infelizmente: Alex Kidd in Miracle World, um clássico absoluto, tem quedas de frame ao pegar as sacolinhas de dinheiro, um efeito muito bizarro que me obriga a mexer com frameskip para resolver. Além disso, na TV a performance é bem sofrível, sendo recomendado apenas para ser jogado na própria tela do Dingoo. Fora isso, é o meu emulador de preferência e o melhor entre os 3 emuladores
    Sistema Dingux


    No Dingux podemos emular uma quantidade ainda maior de sistemas, graças a facilidade em portar emuladores Linux para o Dingux. Alguns emuladores perdem para os do sistema nativo, como o PicoDrive para Mega e o GBSP para GBA, mas no geral temos emuladores muito competentes que só não chegam no mesmo nível dos emuladores de PC por causa do hardware limitado do Dingoo. Tome como exemplo o SNES9X que é capaz até de emular os jogos com chip especial, embora com muita lentidão.

    O Master System não ficou de fora aqui, embora tenha apenas o SMSPlus. É um emulador bem simples, mas assim como o SMSGGoo dá conta do recado muito bem. A compatibilidade é boa e a performance satisfatória com gráficos e sons fiéis ao console. A interface, no entanto, não é tão boa como a dos emuladores do sistema nativo, e alguns jogos abrem com a tela inteira ou metade dela distorcida e cheia de glitches. No entanto, é uma boa opção e espero que o desenvolvimento continue para que o SMSPlus se torne uma ótima opção para emular Master System no dingoo.

    Conclusão


    Para quem quer um emulador de bolso, capaz de emular diversos consoles a um preço acessível, o Dingoo é a melhor relação custo benefício disponível. O sistema nativo hoje oferece muitas opções, mas os insaciáveis podem recorrer ao Dingux para ter ainda mais opções. Apesar de ser um negócio da China, o portátil é muito bom e durável, sendo guerreiro e parceiro para jogatinas em qualquer lugar. Se você ama portáteis e ama jogos retrô, não perca tempo e bora comprar um Dingoo!

    A emulação de Master System ainda está longe do ideal, mas os emuladores disponíveis estão muito compententes e dão conta do recado. Assim, se o seu sonho é bater o recorde no Half Pipe, percorrer a Green Hills Zone, enfrentar o labirinto do Castelo do Dragão e derrotar o ditador tirano que matou o seu irmão, tudo isso enquanto está longe de casa viajando ou indo/voltando do trabalho, corra atrás de um Dingoo. É bem mais barato que um DS com cartucho Flash ou um PSP e lhe permite jogar toda a biblioteca do Master System on the go. Não me arrependo desta compra, o Dingoo tem feito a minha alegria a qualquer hora em qualquer lugar. Recomendo!



    E por hoje é só pessoal! Vocês também possuem o Dingoo ou desejaram ter um no auge? Apesar dos novos portáteis chineses com Android, ainda vale a pena investir em um A320? E somente eu sinto saudades da Dynacom? Me deixem saber nos comentários.

    Abraços e até o próximo post!

    30 comentários:

    1. Muito bom Adinan! Esse portátil já foi um objeto de desejo meu cara kkkk mas não consegui comprar um e desencanei... O problema para o Dingoo é que hoje existem concorrentes com especificações muito mais parrudas do que ele e rodando sistema Android né cara... o Ynlips por exemplo, que eu to doente pra comprar um, tem 512mb de ram contra os 64 da 2ª versão do Dingoo, pq a 1ª tinha 32 só, é diferença demais.

      Mas o dingoo foi muito querido ^^ se eu tivesse um hoje, usaria muito bem o bixinho apesar da pouca potência XD

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fala Sabat! Pois é, hoje em dia tem o Yinlips que roda até N64, o que o torna uma melhor opção quanto a qualidade da emulação. Só não invisto nele porque ainda acho muito caro, além de ser um trambolhão que nem sonhando caberia no bolso. Mas se não se importar com a portabilidade vale a pena pegar um Yinlips. Jogar Mario 64 e Crash num tablet com botões físicos deve ser uma experiência e tanto! =)

        Mas tô de olho no GCW Zero, que estão desenvolvendo e é um portátil do tamanho de um Dingoo com hardware bem mais potente que o original. Pelos videos que andaram exibindo o bichinho promete!

        Abraços

        Excluir
    2. Em se tratando de portátil pode ser uma boa opção mesmo, embora na minha opinião existem até celulares que emulam várias plataformas hoje em dia, eu mesmo uso meu XPeria X10 pra emular desde Atari até N64, passando por PSx, Mega, e Super Nes. Então na minha humilde opinião, ele veio meio que tarde pra nossa categoria de gamers.
      Abraço!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não acho que ele tenha vindo tarde não, Logan. Quando foi lançado, lá pra meados de 2008, os smartphones estavam começando a engatinhar e emulação portátil só o DS e o PSP ofereciam, então o Dingoo chamou a atenção na época por ser uma opção barata e competente.

        Mas hoje em dia tem muita opção disponível no mercado. O Xperia Play mesmo deve ser um smart muito bom para rodar emuladores, quando baixar mais o preço vou comprar um pra mim. No Xperia X10 você consegue jogar de boa? Os desenvolvedores até que se esforçam para criar bons joypads virtuais, mas pra mim tem que ser controle físico mesmo.

        Abraços

        Excluir
    3. Ah, sim, quando disse que ele veio tarde foi em questão dos jogadores mesmo, pois naquela época (2008..) tanto eu como quem curtia um game retrô, costumava emular no PS2 que embora não tivesse a metade da nostalgia que se tem jogando em um controle físico como vc citou, era a forma mais acessível de se jogar a época 8-16 bits, imagine quantas roms dessas plataformas cabiam em um dvd? Sem dizer que era dispensável a compra de um console, seja Master, Mega, Super Nes, etc.. Embora hoje eu praticamente não conheço quase ninguém que use o PS2 para isso, preferindo os emuladores de Pc ou até celulares, que a meu ver se adaptaram muito bem nesse quesito.
      Quanto ao que vc perguntou, sim, eu até consigo jogar de boa no XPeria, embora há Smartphones bem mais robustos por ai, mas pra mim é um custo/comodidade eu diria, he he, pois como trabalho à noite eu uso para praticamente tudo, como celular, internet, e games, inclusive baixo jogos dos 8e 16 bits pela net com chip da Tim (óbvio que demora um pouco, mas blz) quanto a emuladores tenho de Atari, GBcolor, GBA, Master, Mega, S.Nes, PSX e N64, tudo perfeito! Fora jogos do próprio celular, comprei e não me arrependi.
      Abraço!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Smartphone é um gadget incrível né? Mesmo com o meu Ideos antigão com Android 2.2 eu adoro ele por poder acessar a internet e jogar alguns games. Mas tô querendo demais um Xperia Play, porque com ele eu teria o melhor dos mundos, com Android e botões físicos! Só tô esperando baixar o preço pra trocar de celular. =)

        E bem lembrado o lance do PS2! Tenho aqui um DVD que possui emuladores de Atari, Nintendinho, Master, Mega e SNES, e cada um recheado de ROMs! Como me divirto jogando esse DVD! Só é uma pena que a emulação de SNES seja um pouco lenta, mas é possível jogar e os outros emuladores são quase perfeitos! O de Atari arrancou lágrimas do meu pai quando ele viu River Raid novamente! =)

        Abraços

        Excluir
    4. Quando eu vi o Dingo eu ja´estava com meu GBA e um cartucho flash com varios emuladores e tava meio caro na época e não comprei.Mas lendo sobre ele na net fiquei curioso em comprar mas acabei desistindo e comprei um psp usado para emular melhor os jogos que tinha.Meu cartucho flash do GBA naquele ano tinha dado pane e eu fiquei muito puto.Mas hoje em dia tem varios modelos legais a se comprar vai de cada um escolher e mandar a ver nos jogos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. O PSP como emulador portátil é uma boa pedida! Não sei muito bem do assunto mas já vi o podcast 99Vidas elogiando o PSP como plataforma de emulação. No momento eu trocaria meu Dingoo apenas por um portátil Android, mas se o PSP baratear sou capaz de pegar um pra conferir.
        Abraços

        Excluir
    5. É verdade Adinan o XPeria Play é show e dá de dez a zero no meu X10, he he. os mesmos emuladores que eu uso servem para o XPP também, e com certeza tem opções mais avançadas de configurações para melhorar o desempenho dos games, uma ótima escolha.
      Abraço!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Verdade Logan, vou ver se pego um assim que puder, ou talvez um dos portáteis androids chineses, tem um preço em conta e o pessoal tem elogiado bastante esses aparelhos.
        Abraços

        Excluir
    6. Pô... congelado com o Capitão América foi f$#@! huahuahuahuauhahua
      Cara, review bem bacana!
      Eu gosto bastante do Dingoo, a ponto de preferir emular as coisas nele do que num PSP em boa parte das vezes. Ele também não me parece um produto meia boca feito nas coxas, pelo contrário, ele sempre funcionou muito bem comigo em matéria de hardware e também em matéria de emulação, principalmente depois de instalar o Dingux!
      A falta de botão de volumes e um botão de menu é que matam um pouco. As vezes vc entra no jogo e o volume vem lá no talo, vc tem que baixar correndo. Fora que daí vc aperta Start e Select (na maioria dos emuladores) pra chamar o menu e ele entende o Start (ou o Select) no jogo e acaba atrapalhando. Isso é bizarro.
      O lance de acionar pra cima ao apertar pra esquerda não aconteceu comigo, mas 2x jogando Mega Man ele entendeu que o pra baixo era pra esquerda ou vice-versa, não me recordo. Mas atrapalhou um bocado na hora de usar slide.
      Não faço idéia de qual emulador de Master eu esteja usando, mas sei que o áudio não fica perfeito nele. Parece que a música sempre perde um pedacinho enquanto é executada, como se fosse um cd riscado, sabe? Acontece de tempos em tempos.
      E vc mencionou pra eu baixar o Dingoo Emulation Pack lá no meu blog e eu nunca o baixei. Tô dando bobeira, vou procurar pra emular melhor os sistemas presentes nele.
      Sobre o Dingux, o PicoDrive funciona bem pra caramba! Mas não testei Master nele até hj, acredita? O malabarismo com ROMs no SD ou na memória interna me incomoda demais, daí dá preguiça de tentar. Mas tentarei um dia, se evoluírem o emulador. Até pq pelo que vc falou, parece pouco interessante...
      Ah sim, eu pouco me lixo pra esses emuladores Android metidos aí, sou mais meu Dingoo! E sim, eu sinto saudades da Dynacom também. Mas sabíamos que ela estava destinada a isso... infelizmente.
      Mais uma vez, review bem bacana!
      Agora só espero que um dia lancem um emulador portátil que permita jogatina online. Já pensou? Double Dragon e outros de dois, cada um na sua casa ou até um do lado do outro como em portáteis atuais via conexão sem fio? Sonhar não custa nada, né?
      Abraço!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Valeu Caduco! É sempre bacana ler um comentário seu aqui no QG! =)
        Então, eu tenho curiosidade para conferir a emulação do PSP, pois eu não conheço nada sobre ele, mas já vi uns falarem que é muito boa, e outros comentarem que não é tudo isso. Talvez eu pegue um PSP Go um dia desses caso eu encontre com um valor em conta, mas no momento tô mais que feliz com o meu Dingoo.
        Agora, acredita que de uns tempos pra cá o direcional parou de registrar pra cima ao pressionar esquerda, mas tá registrando esquerda ao pressionar pra baixo? Bizarro, mas pelo visto deve ser a borrachinha do direcional que pode ter se deslocado, algo do tipo.
        O emulador que você deve estar usando é o SMSGGoo. Eu baixei esses dias a versão 3.4 e deixei aqui no meu Dingoo por enquanto. O DingooSMS é mais estável, mas o SMSGGoo ganha em desempenho, e tem o lance de salvar screenshots, o que é muito útil para os meus novos posts. O review que lancei hoje, do Submarine Attack, tem screenshots tiradas direto do meu Dingoo, e fiz isso on the go, poupando um bom tempo para montar o post. =)
        Mas de qualquer forma teste o Dingoo Emulation Pack quando puder, acrescentaram algumas melhorias consideráveis para a emulação no Dingoo. Destaque pro DingooSMD que é perfeito!
        E realmente, já era meio caminho andado para a Dynacom falir, mas deixa saudades mesmo assim, foi uma empresa importantíssima na indústria nacional, é triste o fim que teve.
        E viu, parece que o CGW vai ter jogatina online. Se não me engano os emuladores Android já permitem isso, mas seria legal ver um portátil no estilo Dingoo com jogatina online. Adoraria curtir Simpsons de arcade com 4 jogadores, seria muito loco! =D
        Abraços

        Excluir
    7. Bom gamercaduco, como vc disse não gostar de emuladores androids, eu respeito, mas pra mim tá sendo uma mão na roda em se tratando do custo/utilidade, pq eu quase não fico na frente do Pc jogando pelo emulador, então uso meu celular pra isso,pra falar e também internet. Mas cada caso é um caso, o Dingoo deve ser muito bom em emulação também, verdade, mas como eu disse consigo fazer mais coisas do que apenas jogar, certo? Exemplo, se estou lendo um post sobre algum game que não joguei e quero dar uma olhada, eu simplesmente baixo o game e no próprio emulador do celular eu testo na hora! Agora por exemplo, leio as análises e posto usando o celular, ok?
      Abraço!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acho que ele se referiu mais aos portáteis Androids chinese do que os emuladores em si. Andei rodando alguns deles no meu celular e são excepcionais, quase no nível dos de PC, o que é um diferencial. Agora, os portáteis android chineses são uma compra de risco por causa do hardware. Tem um review do Yinlips no Gagá Games, e as impressões não são das melhores, mas com um celular decente os emuladores android são uma bela pedida!
        Abraços

        Excluir
    8. Alô!

      Belas linhas. No entanto, pairam-me algumas dúvidas. São elas: há entrada para um segundo controller no console? Roms como Vendetta, Golden Axe II: Return of Death Adder, Dungeons and Dragons: Shadow over Mystara, etc, funcionam no aparelho? Obrigado.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fala Thiago, beleza?
        Bom, infelizmente o Dingoo não fornece entrada para segundo controle nem tem suporte para Vendetta, Golden Axe RoDA, mas eu rodo os Dungeons and Dragons de arcade nele! As plataformas CPS-1 e 2 rodam muito bem nele, só que outros arcades emulados pelo MAME não apresentam um desempenho tão bom assim.
        Abraços

        Excluir
    9. Nossa meu sonho era ter um Dingoo, eu com contas estudo e aluguel nunca me sobrava dinheiro para comprar um , ai um dia minha esposa vai e me da um psp de presente, nossa amei apesar que jogos de psps nao tem nenhum so emuladores, nao consigo esquecer os jogos antigo, agora estou juntando dinheiro para comprar um dingoo para guardar de lembranca,

      otima analise, parabens

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sua esposa te deu um PSP? cara de sorte, a minha ex, podia até me dar um..na cabeça! Kk.
        Abraço!

        Excluir
      2. Concordo com o Logan, Duck, és um cara de sorte meu amigo! Dizem que o Dingoo é a alternativa de pobre ao PSP no quesito emulação, ou pelo menos é o que diziam na época. Mas se puder pegue um Dingoo sim pq querendo ou não é um portátil histórico que influenciou muitos dos portáteis Android que conhecemos hoje, e ainda bate um bolão!
        Abraços

        Excluir
      3. rsrsrrssrs, tenho essa sorte pq somos gamers, nao conseguimos largar o video game, achei a esposa certa hausushuhaushauhsa, mas sobre o dingoo ja to junatando a graninha para comprar ele, por mais que eu tenha o psp, eu acho o modelo do dingoo lindo e nao vou perder a oportunidade de ter um, Forte abraco e bom natal !!!!

        Excluir
    10. Alguém pensa em comprar a versão portátil do neo geo?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Cara, pena que é caro, mas me interessei pelo neogeo portátil. Tomara que haja uma cena homebrew para ele também, assim como teve no Dingoo, com mais opções de emulador, aí valeria o investimento! =)
        Abraços

        Excluir
    11. Faaaala Adinan! Como vai ilustre pessoa!

      Cara, magnífico post esse seu, foi bem completo sem toda aquela topicozagem dos posts sobre Dingoo que vejo por aí. Adinan, esse foi meu objeto de desejo também por bastante tempo, ali por 2010, do início pra metade do ano. Queria porque queria ter um, procurei nas lojas, encomendei de vendedores, mas NINGUÉM SABIA O QUE ERA e NINGUÉM CONSEGUIU ACHAR PRA MIM! Cara fiquei muito triste. Só que logo depois eu me desliguei dele pois vi que, como o seu post fala, alguns emuladores não são perfeitos, têm certas falhas, e quem me conhece sabe que eu sou muito perfeccionista, quero que tudo roda lindamente, eu prefiro deixar de jogar um jogo do que jogá-lo sem tal textura ou tile sendo emulada. Aí fui lá e comprei o PS2, e mais tarde (ano passado) o PS3. kkkkkkkk Eles têm emuladores ótimos, tão bons e perfeitos quanto os dos PCs.

      Mas muito bom Adinan ter lido sobre Dingoo depois de tanto tempo sem ouvir falar do bichinho. Abraços cara!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. E ae Willi belezinha?

        Valeu meu amigo! O Dingoo também foi meu objeto de desejo na época, mas a qualidade da emulação dele me afastou na época. Esse pequeno notável já virou um console retrô, dificilmente se vê alguma coisa sobre ele esses dias, já que há novas e melhores opções, mas o Dingoo ainda é uma excelente opção para quem quer jogar on the go, afinal ele é relativamente barato, não chama muita atenção no trem e no ônibus e tem uma boa quantidade de emuladores que funcionam bem. Mas de fato eu não recomendo o Dingoo para quem quer uma emulação impecável, pois isso ele infelizmente não oferece, embora alguns emuladores cheguem bem perto, em especial no dingux.

        Abração! =)

        Excluir
    12. a anlise tá deeeeeez!!
      cara eu acho esse console muito sussa,ainda mais sendo uma old school gamer,fiquei super feliz de ter podido comprar o meu.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Opa valeu! E concordo, esse console é muito sussa, sou um feliz proprietário de Dingoo e me divirto pacas com ele!
        Abraços

        Excluir
    13. Olá, Adinan! Ótimo texto. Sobre as perguntas, vamos lá:
      1) Sim, tenho um MPDingoo, da Dynacon. Minha mulher me deu de presente de aniversário no ano passado.
      2) Não tenho cacife para responder, pois não conheço os outros portáteis chineses com Android. Para falar a verdade, nem conheço o Android.
      3) Tenho muita saudade da Dynacon. Ganhei um Dynavision 3 do meu pai quando eu era adolescente. Era muita coisa pra gente naquela época. MEGA e SNES, só para bacana. Nem imaginava que iria perder meu pai tão jovem. A Dynacon acabou fazendo parte de uma maravilhosa época da minha juventude e tem um lugar especial nas minhas lembranças.
      Quanto ao dingoo, nunca tive coragem de botar o dingux. Na prática, uso o bichinho como um NES portátil. E o que eu gosto mesmo é de ligá-lo na TV, através de adaptadores que deixam o cabo com mais de 3 metros. Também jogo Master System de vez em quando (não notei as falhas no SMSGGoo que vc falou no artigo).
      Não sabia de tantos outros bons emuladores para o sistema nativo. O DingooSMD é bom mesmo? Quero dizer: tem boa imagem, som, save state e é fácil de usar? Meu parâmetro é o emulador nativo para NES (não sei o nome; é aquele que já vem no aparelho),. que considero perfeito.
      Até a próxima.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Valeu amigo, e realmente a Dynacom vai deixar muitas saudades! Foram pioneiros desde os tempos do Atari no Brasil e fizeram bons clones, sem contar que a iniciativa do MPDingoo, embora muito cara, foi uma boa pedida! Lamento muito a saída deles no mercado nacional.

        Quanto aos emuladores, cara o DingooSMD é incrível! Tá rodando até Sega CD, mas o forte mesmo é a sua emulação de Mega, jogo de boa um monte de jogo com pouquissimos ou nenhum defeito gráfico ou sonoro. No Sonic 2 ele dá uma zoadinha no som após aparecer o letreiro com o nome do estágio mas de resto roda de boa. Megaman Wily Wars salva tranquilamente, Sonic 3 & Knuckles perfeitinho e até agora só vi o emulador chorar ao tentar rodar Super Street Fighter II e Rolo to the Rescue, o resto tenho jogado perfeitamente. Vale a pena conferir!

        Abraços e feliz 2013

        Excluir
    14. De console portátil tenho um PSP e um Dingoo! O Dingoo é muito maneiro!
      Jogo somente os emuladores com 99% e 100% de emulação. Pra quem quer jogar NES, Mega Drive, alguns jogos de CPS1, alguns de Neo Geo, alguns de SNES vale muito a pena! Outro detalhe é o tamanho. Posso levar ele pra qualquer lugar no bolso. E ultimamente ando usando ele muito pra estudar. Boto videos de vestibular baixados direto no Dingoo, uso o gravador de voz pro cursinho e as vezes coloco uns resumos em TXT e tá me ajudando pra caramba!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fala Marcelo! Eu até dou chance aos emuladores que não emulam tão bem, mas para mim tem que funcionar o som pelo menos, conseguir ver o jogo mesmo com alguns glitches e velocidade adequada. Mas para me divertir mesmo sou muito mais os emuladores com 99% ou 100%, como é o caso do DingooSMD por exemplo que é muito show de bola e com excelente compatibilidade! E cara, cheguei a colocar alguns videos e mp3 no meu Dingoo, mas nunca imaginei usar ele para estudar, genial a idéia! E o melhor de tudo é que por ser um portátil pequeno cabe no bolso e garante seus estudos até no busão! Quem dera existisse Dingoo na minha época de cursinho! :)
        Abraços

        Excluir