quinta-feira, 4 de junho de 2020

SNES How to Use: Jurassic Park (1993) - Parte I

Faz muito anos que essa coluna inaugurou aqui no QG. Lembro que quando os meninos começaram a postar eu ficava admirado com a qualidade e quantidade de material disponibilizado. E eu aqui parabenizo/agradeço Dev pelo excelente How to Use do jogo Dragon Crystal para Master System - somente após aquela leitura que pude finalmente aproveitar o game de maneira satisfatória.

Começa hoje a minha contribuição para esse espaço no QG. Espero que curtam esse conteúdo que vem sendo preparado nas últimas semanas. Não consigo nem expressar o quanto fico feliz em partilhar com vocês esse extenso material que me levou a adentrar esse universo (um dos meus preferidos da ficção) mais uma vez.


65,000,000 BC
"No tempo em que os dinossauros dominaram a Terra". Essa frase remonta tempos em que esses animais, mais lembrados por serem gigantescos, faziam parte do horizonte do nosso planeta. Sem querer me alongar na flora e fauna dessa época, um ponto é consenso na maioria das pesquisas sobre esse período: não se sabe ao certo o que acarretou o declínio populacional dos grandes dinossauros, mas certamente sua extinção foi acelerada pela queda de um meteoro em nosso pálido ponto azul.

O fascínio dos seres humanos por dinossauros não é de hoje. Antes mesmo do livro de Michael Crichton - Jurassic Park (1990) ser lançado, outros livros, filmes e tantas outras peças de ficção já haviam povoado a memória de muitos e encantado gerações de outrora. Mas afinal, que raios a trama de Jurassic Park trouxe para se tornar o fenômeno que foi e anos depois ser levado às telas pela mãos de Steven Spielberg?

Minha modesta opinião: tornar o universo mais palpável. Penso que personagens da ficção (isso pra ficar no campo dos super heróis) como Batman e Homem Aranha são mais fáceis de aceitar já que milionários introvertidos e adolescentes inseguros fazem parte do mundo real. O passo que Michael Crichton deu nesse sentido foi rechear seu romance de embasamento científico, questionamento ético e tantas outras questões que rondariam um empreendimento de tal magnitude: criar um parque temático com dinossauros de verdade.

A história do livro, em certos pontos um pouco distante do filme lançado em 1993, acerta ao colocar pessoas de diferentes personalidades e visões de mundo tentado mostrar as várias facetas daquela nova empreitada da humanidade, ainda que banhados pelo fascínio dos feitos genéticos alcançados; levando o leitor/espectador a ter uma visão mais ampla dos acontecimentos. Essa era uma das características de Crichton: fazer seu leitor ter acesso a muitas informações e pontos de vista que vão da biologia a computação ao virar de uma página.

Primeira Interação
"Nos primeiros esboços da curva fractal, poucas indicações da estrutura matemática subjacente podem ser verificadas."
IAN MALCOLM

Lançado em 1993, Jurassic Park para SNES é um ilustre esquecido que poderia facilmente fazer parte da sessão QG Recomenda 2JogUS. Entretanto, devido ao meu fascínio pelo universo de Jurassic Park e por tudo que o jogo já me proporcionou, me sinto quase na obrigação de partilhar com vocês essa joia esquecida do 16-bits da Nintendo.

Eu tenho uma história pessoal com esse game. Ele era um dos meus preferidos nos últimos anos que tive um Super Nintendo. Aliás, eu e meu amigo Marcello éramos os únicos no bairro que gastávamos horas tentando avançar e descobrir um pouco mais sobre aquele jogo gigantesco. Foram precisos muitos anos, uma dengue mais séria e um período de repouso em casa pra minha paixão pelo jogo reascender. Lembro com carinho daquela manhã em 2011, já em casa me recuperando da doença, em que meu afilhado em frente ao notebook me mostrou o site VGMaps.

Meu queixo caiu! O mapa inteiro do jogo estava ali na minha frente. E se você não jogou, já explico de cara: o jogo é imenso, e é muito fácil se perder já que existem poucas referências, muitas localidades se parecem, e a ilha (spoiler!) está infestada de dinossauros!

:
.

Até a próxima parte do SNES How to Use: Jurassic Park

5 comentários:

  1. Nunca joguei Jurassic Park em nenhuma plataforma mas vendo e lendo esse post vou tentar um dia jogar esse jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa. Blz, rock? Te aconselho demais a começar pelo do Master System. Ele é um excelente jogo, com direito a cutscenes e ótimos gráficos. De longe um dos jogos que mais curti no 8bits da Sega. E do Snes? (Talvez vc pergunte) Curte mais um pouco desse how to use. Ainda tem muita coisa que quero esmiuçar por aqui...

      Um abraço e até a próxima

      Excluir
  2. Belo How to Use, Marcel.
    Mesmo sendo SNES um pouquinho distante do nosso tema cotidiano, bem legal a quebra e ver teu retorno. Encontrei aí muita informação bacana.
    E obrigado pelo elogio. Outros guides virão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, seus especiais me inspiraram a um dia dedicar atenção especial a algum game e Jurassic Park cai como uma luva no formato How to Use.

      Um abraço e até a próxima

      Excluir
    2. Eu ia escrever:
      Cara, eu que agradeço***, seus especiais

      Excluir